Fecha
Política

Simplício Araújo comanda nesta sexta-feira encontro estadual e lançamento dos pré-candidatos do Solidariedade

O juiz federal aposentado Carlos Madeira e o secretário Simplício Araújo (presidente do Solidariedade), emoldurando o governador Flávio Dino. (foto divulgação)

 

Comandado pelo seu presidente estadual, Simplício Araújo, secretário de Indústria, Comércio e Energia do Maranhão, o Solidariedade realiza nesta sexta-feira, a partir das 9h, no Villa Reale Holandeses, o encontro estadual e lançamento dos pré-candidatos para o cargo de prefeito pelo partido.

Os dois eventos contarão com as presenças do presidente nacional do Solidariedade, Paulinho da Força, do secretário geral Luiz Adriano,  deputados federais do partido, presidentes de partidos aliados e lideranças de mais de 200 municípios.

Durante o evento, Simplício Araújo fará o lançamento de pré-candidatos de mais de 50 cidades do estado, entre eles o juiz federal aposentado Carlos Madeira, que será oficializado como pré-candidato a Prefeitura de São Luís.

Simplício tem alinhado constantemente as ações do partido com a direção nacional, direção estadual e com os três deputados estaduais do Solidariedade no Maranhão, Helena Duailibe, Fernando Pessoa e Rildo Amaral.

“O partido tem sido procurado porque é um partido leal aos seus filiados, a um projeto de desenvolvimento do Maranhão e cumpre efetivamente o que diz, sem loucuras e jamais com falsas promessas, vamos caminhar firmes para fazer um número de prefeitos com qualidade e compromisso com a gestão municipal e com o futuro do Maranhão”, disse o presidente Simplício Araújo.

Sobre a candidatura de Carlos Madeira

A propósito, sobre a candidatura de Carlos Madeira,  Simplício Araújo, o presidente da legenda, que atualmente reúne o maior números de filiados proporcionais no Brasil, destacou que Carlos Madeira reúne todos os predicados que o Solidariedade prega. Segundo ele, São Luís ganha com um pré-candidato que conhece a realidade da cidade. Já Carlos Madeira vai mais além, fala sobre possíveis alianças políticas, sua independência e demonstrou preparo ao falar sobre seu projeto. “Minha visão é de gestão, com posição e sentimento crítico. Não ficarei em cima do muro. Se para fazer gestão tiver que desconstituir ideias e posturas, não me furtarei e porei minha cara à avaliação”, ressaltou o ex-juiz federal.

Tags : Simplício Araújo