Fecha
Turismo

Rota das Emoções é contemplada com recursos para estímulo ao turismo

Lençóis Maranhenses (foto), Delta do Parnaíba e Jericoacoara são os principais destinos da Rota das Emoções e vão receber recursos do Ministério do Turismo. (divulgação)

 

As cinco cidades da Rota das Emoções e São Luís, que é um dos portais de entrada do roteiro, estão entre os 56 municípios do Nordeste que serão contemplados pelo programa Investe Turismo, desenvolvido conjuntamente pelo Ministério do Turismo, Sebrae e Embratur. O programa investirá cerca de R$ 200 milhões nas cidades selecionadas para o programa em todo o país e para o Maranhão, estão destinados R$ 2,3 milhões. 

A iniciativa vai levar um pacote de ações de investimentos, incentivos a novos negócios, acesso ao crédito, marketing, inovação e melhoria de serviços voltados para 26 regiões turísticas dos nove estados nordestinos. A meta é unir setor público e iniciativa privada para preparar e promover a competitividade de dez rotas turísticas estratégicas de toda a macrorregião.

A Rota das Emoções é um roteiro integrado que envolve 15 cidades de três estados: quatro no Piauí (Cajueiro da Praia, Ilha Grande, Luís Correia e Parnaíba) cinco no Ceará (Barroquinha, Camocim, Chaval, Cruz e Jijoca de Jericoacoara) e seis no Maranhão (Araioses, Barreirinhas, Paulinho Neves, Santo Amaro, Tutóia e Tutóia). Fortaleza e São Luís são considerados os portais de entrada do roteiro por terem infraestrutura aeroportuária apropriada para receber voos nacionais e internacionais.

O ministro   do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, disse que a intenção do programa Investe Turismo é desenvolver as vocações do turismo nas rotas contempladas.

 

Os grandes atrativos do roteiro são o Delta do Parnaíba, no Piauí, o único em mar aberto das Américas; o Parque Nacional dos Lençóis, no Maranhão, um aglomerado de dunas e lagoas de beleza singular; e Jericoacoara, no Ceará, local de vento e água, propício para a prática de esportes náuticos.

Além dos municípios maranhenses da Rota das Emoções, destinos como Fernando de Noronha, em Pernambuco; Maragogi, em Alagoas; Canindé de São Francisco, em Sergipe; Porto Seguro, na Bahia; Jericoacoara, no Ceará; Luís Correia, no Piauí; São Raimundo Nonato, no Piauí; Cabedelo, na Paraíba e Parnamirim, no Rio Grande do Norte, serão beneficiados pelos investimentos.

A ideia é que os projetos a serem implementados aumentem a qualidade da oferta turística das rotas selecionadas na região Nordeste.

Tags : Lençóis Maranhenses

Deixe um comentário