Fecha

Conterrâneos e amigos de longa data, o cineasta Pedro Almodóvar e o ator Antonio Banderas  se reuniram em Roma, dois meses depois do lançamento de “A Pele Que Habito”, o mais recente de Pedro, e não perderam tempo: fizeram um pedido e jogaram moedas na Fontana di Trevi. (Foto revista Caras).

 

Já estive por lá e conferi que esse ritual dá, realmente, uma sensação muito boa. É como se fosse um pouco de devoção, tradição, lenda e tantos outros atributos que mexem com o interior da gente. Uma faxina para a alma.

Falo do ato de atirar moedas na Fontana de Trevi, de Roma,  um dos grandes cartões postais da “Cidade Eterna”, algo especialíssimo. Mas o que muitos não sabem é que o ritual é também muito rentável e passa ao largo da crise econômica existente na Europa.

Somente nos seis primeiros meses deste ano foram arrecadados cerca de 540 mil euros em moedas lançadas, com um peso de 17.395 kilos, uma cifra nunca antes alcançada, segundo o diário ‘La República’. Lançar moedinhas funciona como um imã para os turistas.

Semanalmente, voluntários da organização Cáritas recolhem as moedas lançadas para destinação a benefícios. Com a observação de que vem aumentando o total arrecadado nos últimos anos: 838 mil euros em 2010, 951 mil em 2011.

Para 2012, deverá superar 1 milhão. Há um detalhe: diminuíram os roubos. Com o aumento da vigilância La Fontana de Trevi passou a ter um melhor controle.

Vale recordar: a famosa fonte, diz a lenda, garantirá o regresso à “Cidade Eterna” se uma moeda for lançada. Desde a famosa cena do filme “La Dolce Vita”, de Frederico Fellini, quando a atriz sueca Anita Ekberg se lançou em um banho noturno no local, a atração dos visitantes e turistas e o movimento das moedas não deixaram de crescer. (Fonte Brasilturs).

La Fontana di Trevi, famoso atrativo turístico de Roma recolheu mais de 17 mil quilos de moedas no primeiro semestre.

Tags : La Fontana di Trevi