Fecha
DESENVOLVIMENTO

Refinaria e siderúrgica no Maranhão estão mais próximas da realidade

O vice-governador Carlos Brandão, o secretário de Indústria, Comércio e Energia, Simplício Araújo e deputado federal José Reinaldo Tavares, estão na China fechando parcerias para implantação de siderúrgica e refinaria no Maranhão. (Foto divulgação)

 

Em Pequim, capital chinesa, o secretário de Indústria, Comércio e Energia, Simplício Araújo, dá boas notícias para o Maranhão. Ele e o vice-governador Carlos Brandão estão fechando parcerias com membros da “New Development Bank”, da China Huanqiu Contracting & Engineering Co., Ltd. (HQC) e do grupo Sinopec, com a finalidade de trazer grandes empreendimentos para o Maranhão.

Algumas destas agendas contaram também com a presença do deputado federal José Reinaldo Tavares e de membros da empresa do ramo da siderurgia que deve se instalar no estado, a CBSteel, que está em fase final de escolha de seu parceiro tecnológico e operacional.

A comitiva do Maranhão deve permanecer no país até o início da próxima semana e participa de debates voltados para empreendimentos que buscam o desenvolvimento do estado.

Nos bastidores, existe uma forte disputa entre a Índia e a China. Os indianos estiveram pelo menos duas vezes no Maranhão e expressaram interesse em assumir o comando da instalação da refinaria-petroquímica. Atualmente, são pelo menos quatro grupos distintos da Índia que vem trabalhando há mais de um ano em toda a parte técnica, inclusive tendo completado estudos e apresentado propostas.

Só que a China entrou na disputa bem mais forte e agora está à frente das propostas de investimentos, com as melhores soluções. Em especial, por conta dos amplos debates que andam travando com o Governo Flávio Dino, além da afinidade política que existe entre os governos, agora assumindo contornos mais definitivos. Vamos rezar para tudo dar certo. O Maranhão precisa.

Tags : Governo do Maranhão