Fecha
DESENVOLVIMENTO

Programa “Maranhão mais produtivo” prestigia empresariado

A rodada de negócios teve como empresas âncoras o Grupo Eneva e a Techint Engenharia e Construção. (foto divulgação)

 

Empresários de diversos setores que participaram recentemente da Rodada de Negócios, realizada pela Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), destacaram a aproximação entre empresas e fornecedores. As rodadas de negócios figuram como uma das grandes estratégias do programa Maranhão Mais Produtivo, coordenado pela Seinc.

Simplício Araújo explica que o programa visa dar o suporte possível para que as micro e pequenas indústrias maranhenses possam avançar nos negócios e as rodadas são aliadas nesse processo.

“As estratégias do Mais Produtivo visam estabelecer uma sinergia com a classe empreendedora, para que alcancemos o objetivo comum, o desenvolvimento por inteiro do Maranhão, porque não é só as empresas que crescem com esses tipos de ações, mas a economia, a renda, o destaque para o estado, com ênfase para suas vocações naturais e, principalmente, uma favorável cooperação público-privada”, destacou Araújo.

A rodada de negócios, que teve como empresas âncoras o Grupo Eneva, em expansão no estado, com a implantação da termelétrica Parnaíba V, na cidade de Santo Antônio dos Lopes e da empresa gestora das obras do grupo, a Techint Engenharia e Construção contou com a participação de 43 empresas.

O proprietário da Megamix Construções, Marcos Klein, afirma que a liderança de Simplício Araújo à frente da Seinc tem o foco no fomento das empresas locais. Klein participou da rodada em busca de estender parceria com a Techint para outra empresa do seu grupo e conseguiu fechar negócio. “Pela primeira vez há uma interação e preocupação com o crescimento do empresariado do Maranhão”.

A experiência para Pedro Fernandes, analista de planejamento da empresa Memps, também foi positiva. “Conversamos sobre probabilidades de negócios e vão visitar a nossa empresa na próxima semana. Nós precisamos desses incentivos, que atraem novos negócios”.

Para Marcos Almeida, diretor industrial da empresa Polispuma Tecnologia, a rodada permite às empresas genuinamente maranhenses mais experiência, trabalho, contratos e obras. “Nós estamos saindo na frente graças ao incentivo do governo. Primeiro, eles estão recrutando as empresas daqui [Maranhão] para os projetos deles e só depois vão divulgar para o mercado afora, se não acharem aqui”. (Fonte Comunicação Governo do Estado)

Tags : Simplício Araújo