Fecha
SAÚDE

Pfizer inicia novos testes e espera ter vacina contra Covid-19 em outubro

Cerca de 30 mil voluntários participarão do estudo global, sendo que mil deles serão recrutados no Brasil (Foto/Divulgação/iStock)

 

A farmacêutica Pfizer e a empresa de biotecnologia BioNTech anunciaram o início da segunda fase de testes clínicos da vacina BNT162b2 – mais uma candidata à método de imunização contra a Covid-19, na noite de segunda-feira, 27. As empresas informaram que pretendem registrar a vacina na agência de regulamentação norte-americana ainda em outubro deste ano, caso os resultados sejam positivos.

As empresas afirmaram que têm capacidade para produzir 100 milhões de doses do método de imunização até dezembro de 2020 e 1,3 bilhão até o final de 2021. A nova fase de testes faz parte de um estudo global que incluirá até 30 mil voluntários nos Estados Unidos e em outros países, como o Brasil, a Alemanha e a Argentina.

Há uma semana a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o início dos testes das vacinas desenvolvidas pela Pfizer e pela BioNTech no Brasil. Eles vão ocorrer em São Paulo e na Bahia, com mil voluntários ao todo.

As empresas têm duas candidatas à vacina, chamadas de BNT162b1 e BNT162b2. A segunda é considerada mais promissora. Elas são baseadas em ácido ribonucleico (RNA), que codifica um antígeno específico do vírus Sars-CoV-2. O RNA é traduzido pelo organismo humano em proteínas que irão induzir uma resposta imunológica no corpo. (FONTE BETHÂNIA NUNES/METRÓPOLES)

Tags : capa