Fecha
TURISMO E CULTURA

Personalidades maranhenses são premiadas pela dedicação ao Patrimônio Cultural Brasileiro

ão Luís será sede do 2º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial. Foto: Divulgação
Defensores dos bens culturais como o bumba meu boi,tambor de crioula, Alcântara e centro histórico de São Luís (foto) serão homenageados nesta quinta-feira pelo Iphan.

 

Personalidades que dedicaram grande parte de sua vida ao Patrimônio Cultural Brasileiro serão homenageadas nesta quinta-feira, 7, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), nas comemorações dos seus 80 anos. A solenidade vai acontecer, às 10h, na Casa de Nhozinho, Rua Portugal, Praia Grande, com a presença da presidente do Iphan, Kátia Bogéa, e da superintendente do Iphan-MA, Maurício Abreu Itapary, além dos homenageados e convidados.

Vão receber a Medalha Mário de Andrade, que resgata a figura do intelectual paulista e autor do anteprojeto de criação do Iphan: Jandir Silva Gonçalves, Sérgio Figueiredo Ferreti, Stella Regina Soares de Brito e Zelinda Machado de Castro Lima.

Desde outubro, a Medalha Mário de Andrade vem sendo concedida a diversas personalidades e instituições brasileiras, como agradecimento e reconhecimento oferecido a esses parceiros, por seu notório apoio na promoção e proteção dos bens culturais do Brasil, de modo a garantir sua permanência e usufruto para as gerações atuais e futuras; no incentivo à continuidade dos trabalhos do Iphan; e nas ações que enaltecem e valorizam a riqueza cultural brasileira.

Mais sobre os homenageados

Entre os homenageados com a Medalha Mário de Andrade está a antiga servidora do Iphan, Stella Regina Soares de Brito, que foi indicada pelo seu trabalho e dedicação às ações de preservação do Patrimônio Cultural do Brasil.

Jandir Silva Gonçalves é pesquisador autodidata da cultura popular e terreiros no Maranhão. É colaborador do Iphan em ações relativas ao patrimônio cultural imaterial, tendo contribuído com os INRC’s do Tambor de Crioula e Complexo Cultural do Bumba-meu-boi. Integrou a equipe responsável pela produção do DVD de registro do Bumba-meu-boi e colabora com o processo de salvaguarda desse bem cultural.

Sérgio Figueiredo Ferretti é antropólogo, professor da Universidade Federal do Maranhão, que teve contribuição fundamental no processo de tombamento da Casa das Minas Jeje do Maranhão, o primeiro Terreiro de Tambor de Mina instalado em São Luís em meados do Século XIX.

 Zelinda Machado de Castro Lima foi indicada pelo reconhecimento do seu trabalho junto a cultura popular e por sua contribuição no levantamento do patrimônio azulejar de São Luís.

Tags : IPHAN