Fecha
TURISMO E CULTURA

Meios de hospedagem na grande São Luís são inclusos como atividades essenciais durante lockdown

A pedido do secretário de Estado do Turismo, Catulé Júnior, o governador do Maranhão, Flávio Dino, determinou nesta segunda-feira, 4, a inclusão dos serviços de hospedagens no rol de atividades essenciais no decreto estadual durante o período de lockdown, na grande Ilha de São Luís.

Apesar do setor hoteleiro ter sido um dos mais afetados pelo novo corona vírus, atualmente em São Luís, oito hotéis e cinco pousadas estão em funcionamento atendendo em sua grande maioria profissionais da área da saúde e hospedando trabalhadores de empresas privadas que estão prestando serviços temporários e não dispõem de moradia no estado.

O governador Flávio Dino atendeu prontamente o pedido para que esses poucos empreendimentos, que ainda estão em funcionamento, possam continuar operando seguindo normas sanitárias. Importante também ressaltarmos que, em abril, o governo antecipou as compras de diárias de hospedagem na capital e no interior como forma de auxílio ao setor”, revelou o secretário Catulé Júnior.

O decreto estadual Nº 35.7849, que atende a uma determinação judicial para lockdown, passa a valer a partir dessa terça-feira, 5, com prazo de 10 dias e abrange os municípios de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa.

Hospedagem para médicos

Em apoios às ações da Secretaria de Estado da Saúde (Ses), a Setur está patrocinando a hospedagem de mais de 40 médicos que chegaram a São Luís para reforçar a rede de saúde estadual.

Tags : capa