Fecha
DESENVOLVIMENTO

Maranhão é o quinto estado que mais reduziu o número de desempregados

Segundo Simplício Araújo, ambiente de negócios, relação com classe empresarial e atração de investimentos contribuem para o aumento de carteiras assinadas no Maranhão. (Foto divulgação)

 

O Maranhão está entre os estados da federação que apresentaram redução do desemprego no 2º trimestre de 2019, com uma das maiores variações em p.p: -1,7. “Demonstrando que o Governo do Maranhão está atento às oportunidades e na criação delas para incidir nesse resultado”, avaliou o secretário Estadual de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Simplício Araújo.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 15, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A comparação é entre o primeiro e o segundo trimestres deste ano. A taxa de ocupação do IBGE inclui tanto o emprego formal quanto o informal.

De acordo com a PNAD Contínua Trimestral, a taxa de desocupação caiu 1,7 ponto porcentual no Maranhão no período. Apenas quatro Estados (Amazonas, Rondônia, Amapá e Acre) tiveram desempenho melhor. Além disso, 17 Estados não conseguiram reduzir a desocupação e ficaram estáveis.

Simplício Araújo reafirma que os resultados são frutos do ambiente favorável aos negócios, da relação transparente e contínua com a classe empresarial e da política de apoio, expansão e atração de investimentos implementada pelo governador Flávio Dino.

“A gestão tem investido de forma abrangente em diversas ações que contribuam para que o Maranhão se desenvolva, vá para frente, como mostram seguidamente essas pesquisas. Esse resultado é a prova que o conjunto de programas, diálogos e apoio do Governo do Maranhão a empreendimentos se consolida como a mais certa manobra de resistência à crise”, observa Araújo.

 

Segundo o IBGE, no total, a taxa de desemprego média no país recuou para 12% no 2º trimestre, mas ainda atinge 12,8 milhões de brasileiros.

Tags : Simplício Araújo