Fecha
DESENVOLVIMENTO

Maranhão é o Estado que mais criou empregos no Nordeste e é o 4° melhor colocado no País

Obras de infraestrutura ajudaram a fomentar empregos no Maranhão (Foto: Divulgação)

 

O Maranhão foi o Estado do Nordeste que mais criou vagas de emprego com carteira assinada no mês de junho e foi o teve o quarto melhor desempenho levando em conta todo o Brasil. Os dados são do Governo Federal, que mensalmente divulga o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED).

Em junho, o Maranhão gerou 3.907 empregos formais, o melhor desempenho de todo o Nordeste. No Brasil inteiro, apenas três estados criaram mais postos de trabalho com carteira do que o Maranhão: Goiás (4334), Pará (4550) e Mato Grosso (6790).

Cenário nacional

O resultado positivo do Maranhão se destaca frente ao saldo negativo do país como um todo, que apenas em junho, foram perdidos 10.984 empregos. “O Maranhão foi o Estado do Nordeste com melhor desempenho quanto à geração de empregos formais no mês de junho de 2020, conforme dados do Governo Federal. Isso equivale ao 4º melhor desempenho do Brasil”, disse o governador Flávio Dino.

No mês passado, o Maranhão já havia sido um dos estados menos afetados pela pandemia na geração de empregos. O secretário de Estado de Trabalho e da Economia Solidária, Jowberth Alves, avalia que os números apontam os resultados das ações realizadas pelo Governo do Maranhão para superar os impactos da crise no setor econômico.

“As melhorias vêm com a volta das atividades comercias, a participação direta do Governo do Maranhão nas obras de infraestrutura, a efetivação de projetos como o #ReSolVi e outras iniciativas que valorizam a produção local, visando a geração de renda. É assim que um gestor público compromissado com a população faz, prioriza a saúde do povo e depois recupera a economia”, enfatiza o secretário.

Setores que mais contrataram

A base de dados do governo federal afirma que o setor que mais gerou empregos no Maranhão, durante o período, foi o da construção civil, com 1.765 novas vagas com carteira assinada. No ramo da prestação de serviços foram 837 contratações. A retomada do comércio garantiu mais 691 admissões.

Outro setor que já demonstra os resultados positivos no processo de recuperação econômica no estado é o agrupamento da agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura, que registrou 410 postos de trabalho no mês. Na aérea da indústria geral, o resultado foi de 204 contratações. (fonte Governo do Maranhão )

Tags : capa