Fecha
Gastronomia

“Ilha Magnética”, de César Nascimento, ganha prato especial no “Ateliê Gastronômico de Juja”

A música “Ilha Magnética”, de autoria de César Nascimento (1), Bem Cultural e Imaterial do Maranhão, é homenageada com um prato especial (2) criado por Ana Lula, do ateliê Gastronômico de Juja (3). (fotos Kayo Sousa/Divulgação)

 

A chef de cozinha, Ana Lula, do Ateliê Gastronômico Juja, no Vinhais, dá os últimos retoques para lançar nesta sexta-feira, 10, o prato “Ilha Magnética”.

A novidade está causando grande expectativa na cidade e homenageia a cidade de São Luís e o compositor e cantor César Nascimento (nascido em Teresina -PI), que na canção descreve sua relação afetuosa com a cidade que o acolheu na infância.

São Luís, ressalte-se, além de “Magnética” é considerada “Ilha do Amor” e também a “Jamaica Brasileira”, mais dois grandes motivos para Ana Lula se inspirar em deliciosos e “calientes” ingredientes para elaborar a iguaria.

O prato é montado à base de lagostas gratinadas, pescada amarela em crosta de castanha, ninfas de camarão, camarões à milanesa, patinhas à milanesa e legumes no vapor. Para acompanhar:  arroz de alho, farofa de sururu e vatapá.

Ana Lula, que atualmente marca presença com uma unidade “Juja” na Praça Benedito Leite, aos domingos, na Feirinha São Luís, tem receitas publicadas no livro “Caminhos do Sabor” e “Receitas dos Chefs”, da Editora Abril.

Traz consigo também participações inesquecíveis em eventos nacionais, como a semana da Gastronomia Maranhense no Restaurante Leopoldina, em São Paulo, além da participação do Festival de Gastronomia de Tiradentes e também do Fartura de Fortaleza.

“Juja”, como é carinhosamente tratada em família, também já recebeu prêmios, dentre eles o de melhor prato no Festival Brasil Sabor, da ABRASEL, em sua edição maranhense e o THE BEST 2015, promovido por este colunista.

Tags : Ana Lula