Fecha
Empreendedorismo

Fé e religiosidade impulsionam mercado de velas e produtos esotéricos no Maranhão

 

Desde a Antiguidade, as velas representam o elo entre o céu e a Terra. Por essa razão, incentiva-se o seu uso nos momentos de oração, para que as intenções das pessoas sejam atendidas. Além de reforçar a sensação de paz espiritual, elas ajudam a purificar e a perfumar os ambientes. (fotos divulgação)

 

O poder das velas é capaz de trazer a paz espiritual, atrair bênçãos, renovar a fé e abrir os caminhos. Que o diga o empresário Ubiratan Castro, dono das Casas Santo Onofre, empresa que está no mercado de artigos religiosos há mais de 33 anos, fundada no centro de São Luís em 5 de setembro de 1984.

Nas suas prateleiras, não só velas de todos os tamanhos, estilos e finalidades, como também imagens de santos e outros produtos religiosos e esotéricos. E o mercado está em plena expansão. Tanto que a empresa está prestes a inaugurar uma nova loja na sua rede de franquias, iniciada em 2012, após um levantamento técnico elaborado por especialistas de mercado.

A partir daí a Casas Santo Onofre entrou neste nicho e hoje já existe unidades franqueadas nas cidades de São Luís, São José de Ribamar, Santa Inês, Rosário e Timon. Ainda neste mês de março, por exemplo, será inaugurada mais uma franquia Casas Santo Onofre, desta vez, no Maiobão, em Paço do Lumiar. A última franquia foi inaugurada em Timon no final de 2016 para atender toda a região dos cocais.

A empresa quer ampliar o comércio de velas em todo o estado do Maranhão, para atender as inúmeras festividades religiosas que ocorrem durante todo o ano.  

Segundo a Associação Brasileira de Franquias o faturamento do setor cresceu 6,8% no segundo trimestre de 2017, tendo em comparação o mesmo período do ano anterior.

Ao todo, o franchising faturou R$ 37,6 bilhões no segundo trimestre de 2017. Em 2016, o montante foi de R$ 35,2 bilhões.  Ainda de acordo com Ubiratan Castro, a empresa passou por uma mudança conceitual, com vistas a investir mais no público esotérico.

“Em virtude de inúmeras transformações que o mundo vem passando, as pessoas estão consultando tarólogos entre outros, em busca de respostas para o futuro, uma mudança de emprego, uma resposta para o relacionamento, de modo geral planos para o futuro, em outras palavras qual o melhor destino a tomar em tempos difíceis”, argumenta o empresário.

Tags : Casas Santo Onofre