Fecha
Artes Plásticas

Escultura de Rubem Robierb honra comunidade trans em Nova York (EUA)

Rubem Robierb é casado com o âncora meteorológica, Sam Champion. Ambos foram ativistas pelo casamento igual e apoiam ativamente a Força-Tarefa LGBTQ, HRC, GLAAD e Point Foundation LGBT, entre muitos outros. (foto divulgação)

 

O artista Rubem Robierb, 42 anos, nascido no Maranhão e cujo trabalho tem forte influência da pop art e figura entre os brasileiros mais valorizados do mercado da arte internacional, volta a brilhar em Nova York (EUA).

Robierb, que ano passado esteve em São Luís para ser homenageado na premiação The Best deste jornalista, inaugurou esta semana em Tribeca Park (W. Broadway e 6th Avenue), a escultura “Dream Machine”.

Já proclamada a obra de arte mais fotografada e “instagramizada” no primeiro navio de cruzeiro de um bilhão de dólares da Celebrity Cruise Lines, a obra faz referência a alguém esquecido ou famoso que viveu / morreu lutando por seus próprios sonhos ou pelo sonho de outras pessoas, que Robierb renomeou de “Dandara”.

“Dandara”, lembrando, era o nome do trans que, aos 42 anos, foi brutalmente atacado e assassinado em Fortaleza (CE), em 2017.

Inaugurada no último dia 4 de novembro, a obra estará no local para visitação até 4 de maio de 2020, onde espera interagir com o público e continuar sendo reverenciada pelo seu valor artístico e sentimental.

“Em homenagem à força e bravura da Comunidade Trans GNC, Dandara tem uma mensagem e significado importantes”, disse Robierb. “E eu senti que a cidade de Nova York era um lugar para mostrar isso em escala pública”, completou.

Lembrando que a escultura possui asas de fibra de vidro esculpidas em branco pérola de 10 pés de altura, medindo 13 pés de comprimento por 4 pés de largura fixados em uma base de aço e concreto. Nela, há um local para o espectador se colocar entre as asas de borboleta, proporcionando a interação com o visitante.

Observando ainda que em 2019, de acordo com a Campanha dos Direitos Humanos, mais de 26 assassinatos foram registrados nos Estados Unidos. Como diz o cartão final da segunda temporada da Pose FX, episódio 4, “Mais de 1.000 pessoas trans e não-conformistas de gênero foram assassinadas em todo o mundo desde 2016”.

Tags : Rubem Robierb

Deixe um comentário