Fecha
Turismo

Empresária Marly Lopes revela os melhores cantos e encantos de Lisboa

O Rio Tejo e Lisboa são inseparáveis. A cidade parece que está mesmo voltada para ele. O Tejo não é só o maior rio de Portugal, mas da Península Ibérica. Nasce na Espanha, mas é em Lisboa que ele se mostra mais exuberante.

 

Quem manda um super alô de Lisboa, é a querida Marly Lopes que durante algum tempo representou no Maranhão a Moët Hennessy do Brasil. Desde dezembro do ano passado, na capital portuguesa, ela diz que foi uma atitude de coragem largar tudo, um trabalho em uma multinacional de renome e ir em busca da sua missão.

Por lá, ela montou uma empresa para trabalhar com importação e exportação, além de manter uma loja de bebidas e dar treinamentos como coaching.

“No início nada é fácil, mas aos poucos tudo está se encaixando e estou muito feliz de estar aqui em Lisboa”, desabafa, afirmando que seu objetivo é continuar empreendendo na Europa e todo ano passar alguns meses em São Luís.

A seguir alguns trechos que Marly escreveu com exclusividade para o blog sobre os seus encantos com a cidade portuguesa.

A Torre de Belém é um dos monumentos mais típicos da cidade e mais visitados. Ela fica na margem do Rio Tejo e era usada como defesa. Foi usada também como masmorras, na época da ocupação filipina. O monumento é um símbolo nacionalista, uma vez que ao seu redor se observam as decorações com brasões de armas de Portugal.

 

“Quem pensa que a cidade reservaria aos seus visitantes apenas figuras caricatas de português conversador de padaria se surpreende. Lisboa é uma das capitais europeias onde mais se cruzam culturas diferentes todos os dias, não por menos que a CNN a considerou como a cidade mais cool da Europa. Eu tenho entendido o porquê”.

Amante de vinho e sócia-proprietária da startup portuguesa Manuniq.com, Marly Lopes é mestra em economia e administração internacional.

 

“Apesar de morar em Lisboa, me sinto quase uma turista. Tenho aqui algo novo a descobrir todas as manhãs. Lisboa, por exemplo, antes não fazia ideia, não tem tempo exato de existência. Como assim? Sim, enquanto nossa histórica São Luís faz seus 405 anos, Lisboa, talvez por se localizar às margens de um rio, é um território no qual sempre houve registro de civilização. Intrigante poder pisar em território sempre povoado, que miscigena culturas. Pensamos que o Brasil melhor transmite o termo miscigenação”.

A capital portuguesa está hoje entre as mais diversificadas em cultura do mundo. Entre seus cafés e restaurantes em Alfama, por exemplo, se encontram rodas de turistas russos, ingleses, franceses, alemães e chineses.
Uma certa euforia andar pelas ruas do Baixo Chiado e poder tocar paredes, portas e azulejos variados em estilos, tamanhos e idades. As vezes fico a imaginar tudo o que pudera ter se passado aqui. Há uma riqueza em cada esquina, estátuas, museus, monumentos, fontes, palácios e praças.

 

“E quando pensamos que nós, o Brasil, fizemos parte, em parte, do crescimento deste país além mar, nos indagamos porque não conservamos sua mania de manter a história limpa: monumentos, estátuas e praças muito bem cuidadas, vivenciando a exuberância do antigo em contraste com o novo”.

“Lisboa se move rápido, como toda capital, mas, mesmo em horário de rush, nas praças ainda há velhinhos a jogar damas, executivos engravatados a andar com filhos pequenos os levando a escola, donas de casa idosas em aventais a varrer a calçada e proprietárias de cães a levá-los a passear com suas trelas coloridas”.

Símbolo tradicional do comércio português, a Conservaria de Lisboa tem em sua origem a Mercearia do Minho, que visa desde a sua fundação a venda de conservas. 

 

“O certo é que Lisboa é uma cidade artística e cultural, ainda que um pouco melancólica e boêmia, ambos em seus melhores sentidos. Certa vez conversando com uma senhora Belga, que viera à cidade visitar sua filha e nunca aqui havia vindo, ela me segredou que vivera quase sua vida toda em Paris e que, a vida em Lisboa, pelo pouco que pôde observar do metrô a agitante noite, era em muito semelhante a capital francesa”.

 

“Os lisboetas circulam entre estrangeiros que chegam do aeroporto, de navios que param em Santa Apolônia, de quem aqui chega pela Ponte 25 de Abril ou Vasco da Gama, vindo do Alentejo e Algarve, e de pessoas que vêm da cidade do Porto, de comboio, pelas estações do Oriente ou Sete Rios”. 

De dia, o Museu Gulbenkian acontece com exposições livres e pagas. 

Eventos fervilham por toda a cidade, inclusive com belos sunsets nos elegantes rooftops no Bairro Alto com vista para a cidade Lisboeta.  À noite impera o Fado, música típica portuguesa e Patrimônio Cultural e Imaterial da Humanidade pela Unesco (Unesco, 2011).

 

“Lisboa sedia a Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP). Encontramos pessoas do Brasil, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné, Macau e São Tome e Príncipe. Confesso ter tido, de início, dificuldade para entender as variantes características fonéticas que diferenciam a essência da língua portuguesa entre os nascidos nesses países. Mas todos se entendem ao final”.

Sem dúvida, Lisboa é uma cidade intensa e apaixonante, onde a cultura local se mistura a cultura dos que aqui visitam e se encantam com a gastronomia, arte, boa música e bons vinhos que resumem o saber viver português . (fotos divulgação)
Tags : Lisboa Portugal

7 Comentários

  1. Maravilhosa matéria,Marly descreve Lisboa com propriedade, com elegância e sobretudo com autenticidade. Gostaria de experimentar os lugares e situações citadas por ela…show!

  2. Excelente Matéria, muito bom sabermos notícias de Lisboa. Sempre que puder pode mandar as novidades que acompanho sempre. Marly Pacheco uma pessoa empreendedora e com muito boas opiniões. Semore bom escuta-la. Suas opiniões são semore super validas.

  3. É muito bom poder ver a visão de uma pessoa que vive em Portugal sobre o que se tem de mais interessante em Lisboa para se visitar, vou anotar tudo. Grata a Marly. ??????

  4. Maravilhoso está amostra desse país sob a visão de uma latina.
    Temos sede por cultura e Marly Lopes soube explorar e explicar muitas coisas.??????????

Comments are closed.