Fecha
SAÚDE

Dia Nacional de Combate ao Câncer: 30% das mortes poderiam ter sido evitadas

No Dia Nacional de Combate ao Câncer, diretor-clínico do Hospital de Câncer, Stênio Roberto Santos, dá o alerta e lembra que a alimentação é a chave para se evitar a doença. (Foto divulgação)

O Dia Nacional de Combate ao Câncer é comemorado anualmente em 27 de novembro, ou seja nesta terça-feira. O principal objetivo é alertar a população brasileira sobre os diferentes tipos de tratamentos e, principalmente, como evitar esta doença, considerada a segunda que mais mata no Brasil e no mundo.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde, aproximadamente 30% das mortes provocadas pelo câncer poderiam ter sido evitadas, caso o paciente tivesse feito o diagnóstico prematuramente, ou com ações preventivas para garantir hábitos de vida mais saudáveis.

No Brasil, o Instituto Nacional de Câncer (INCA) é o órgão responsável pela coordenação e desenvolvimento de campanhas e estudos relacionados com esta doença, em parceria com o Ministério da Saúde.

Em São Luís, um dos hospitais de referência e que vem desenvolvendo um trabalho de destaque é o Hospital de Câncer, localizado na Rua de São Pantaleão, e cujo diretor-clínico é o médico Stênio Roberto Santos, cirurgião de cabeça e pescoço.

“O tipo de câncer mais comum no nosso país continua sendo o câncer de pele, do tipo não melanoma. Dos demais cânceres, mama na mulher e próstata no homem vêm se destacando bastante”, diz. Ele frisa que a alimentação deve ser variada; “Equilibrada, saborosa, respeitando a cultura e proporcionando prazer e saúde. Frutas, legumes, verduras, cereais integrais e feijões são os principais alimentos protetores”, frisa o Dr. Stênio Roberto Santos.

Tags : Prevenção ao câncer