Fecha
SAÚDE

Cruz Vermelha (MA) e SINCS lançam Cartão Assistencial em prol de ações sociais

O diretor geral do SINCS Plínio Tuzzolo, o presidente da Cruz Vermelha Maranhão Carlos Rangel e Paulo Braid, presidente Grupo Mercúrio firmam parceria humanitária com o novo Cartão Cruz Vermelha SINCS. (foto divulgação)

 

Em tempos de pandemia e com a saúde precisando ser priorizada mais que nunca, o novo cartão assistencial Cruz Vermelha SINCS / Sistema Integrado de Cuidados à Saúde é a melhor alternativa de qualidade para garantir o acesso à consultas e exames para aqueles que não podem pagar um plano de saúde e sonham em ter mais dignidade a rapidez nesses procedimentos quando mais precisam. Trata-se de um serviço feito sob medida para oferecer conforto, rapidez e segurança na hora de fazer consultas médicas e exames; a preços módicos mas com tecnologia de ponta e qualidade garantida.

Não se trata de um plano de saúde; mas sim de um produto inédito em seu formato e que chegou para revolucionar a vida de pessoas de baixa renda e também de empresas e entidades que desejam oferecer a seus colaboradores ou associados uma alternativa de benefício.

Pelo valor mensal de apenas R$30,00 é possível ter acesso a Consultas e Exames de Imagem e Laboratoriais; e descontos em Farmácias; Cursos; Academias e Procedimentos Estéticos e Odontológicos; além de outras vantagens como o benefício de seguro de acidente pessoal; auxílio-funeral e  sorteio de R$ 10.000,00 por mês.

Consulta imediata

Sem carência, o SINCS garante utilização imediata. Logo após a adesão, o usuário já pode se consultar imediatamente, bastando entrar em contato com as clínicas credenciadas da rede própria para agendar o procedimento sem precisar de autorização prévia.  E mais, o valor de adesão é único para todas as idades, sem diferença de preços.

Segundo o Diretor Comercial do SINCS Eudes Barros trata-se de uma oportunidade de prestar ajuda humanitária a quem mais precisa e ainda cuidar da sua própria saúde:  “Essa  é uma ação de solidariedade diferenciada; pois cada pessoa que comprar o cartão para ajudar nas ações da Cruz Vermelha irá também beneficiar-se com as diversas vantagens do cartão para si ou para os seus, pois cada cartão permite a inclusão de até 5 dependentes. As empresas podem comprar para seus colaboradores e mais, quem preferir trocar a mensalidade pelo pagamento anual ainda ganha uma consulta médica de bonificação extra”, disse ele.

E o melhor é que ao fazer a adesão do Cartão Cruz Vermelha SINCS cada usuário estará não apenas garantindo a sua saúde, mas também ajudando a salvar vidas. Parte da renda da venda dos cartões será doada aos projetos sociais da Cruz Vermelha Maranhão, para fomentar projetos humanitários que são ainda mais urgentes e necessários nessa pandemia da Covid-19 para amparar milhares de maranhenses em estado de vulnerabilidade social.

Adesão é fundamental

Para Plínio Valério Tuzzolo, Diretor Geral do SINCS essa parceria é acima de tudo uma ação de solidariedade e que deve ser abraçada por toda a sociedade:

“A parceria do Grupo Mercúrio com a Cruz Vermelha, através do SINCS, está também levando serviços de saúde a pessoas de diversos bairros da periferia e da zona rural de forma gratuita. Entre esses serviços estão a testagem de HIV-Sífilis-HCV-HBV; aferição de pressão arterial; consultas com psicólogos e nutricionistas e testes de glicemia realizados nas comunidades mais carentes. São ações de medicina preventiva que ajudam a detectar doenças silenciosas e a salvar vidas, e uma ação social que fazemos em um momento ainda mais delicado devido à pandemia”, explicou Plínio Tuzzolo.

Para a Cruz Vermelha essa parceria e a adesão de todos ao novo cartão são fundamentais para ampliar os serviços humanitários prestados pela instituição no Maranhão, conforme explica o Presidente da entidade no Maranhão, Carlos Rangel:

“Ficamos muito honrados pela parceria com o SINCS e convidamos a todos para aderir ao novo cartão Cruz Vermelha SINCS. É fundamental nesse momento de pandemia somarmos esforços para conseguirmos ajudar ainda mais pessoas necessitadas. Estamos confiando na solidariedade dos maranhenses para ampliarmos a nossa atuação assistencial entre os mais desamparados e vulneráveis”, declarou Carlos Rangel.

Tags : capa