Fecha

TURISMO E CULTURA

TURISMO E CULTURA

Depois de peça roubada, estátua de Benedito Leite passa por recuperação para reinaugurar dia 4 de outubro

Uma das mais belas de São Luís, a praça Benedito Leite fica situada no centro histórico (fotos arquivos)

 

Lembram da peça de bronze em forma de livro com informações relacionadas ao ex-governador do Maranhão, Benedito Leite e que foi roubada do seu monumento em junho de 2017, no Centro Histórico? Pois bem. Depois de muito alarde e campanha da ala cultural da cidade, comandada pelo artista Uimar Junior, agora ela está em recuperação pelo Iphan-MA, depois de passar pela Guarda Municipal e, posteriormente, pela Polícia Militar do Maranhão.

O artista Uimar Junior em defesa do patrimônio cultural

A pedido do superintendente do Iphan-MA, Maurício Itapary, o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior, autorizou que a peça fosse restaurada para retornar ao pedestal da estátua.

Aproveitando a importante decisão para preservação da memória política e cultural do Maranhão, a Prefeitura Municipal de São Luís, por meio do Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur), também solicitou o orçamento para restaurar toda a estátua de Benedito Leite, bem como colocar a grama e recuperar a iluminação daquela linda praça.

Segundo Maurício Itapary, a ideia é fazer o acompanhamento técnico destes serviços para que a estátua completa possa ser reinaugurada dia 4 de outubro, data do aniversário de nascimento de Benedito Leite, que foi governador do Maranhão, de 1º de março de 1906 a 25 de maio de 1908.

A placa de bronze estava fixada na parte inferior da base que sustenta a estátua e tem formato de um livro aberto, decorado com galhos e folhas ao seu fundo.
Leia mais
TURISMO E CULTURA

Artesãos poderão solicitar ajuda financeira pela Lei Aldir Blanc

Secretário de Estado do Turismo, Catulé Junior: “Esse apoio é de extrema importância para os artesãos do nosso estado” (foto Divulgação)

 

Artesãos microempreendedores individuais (MEI), contribuintes individuais ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS), além dos trabalhadores informais, poderão solicitar a Renda Emergencial Cultural Aldir Blanc no valor de R$ 600 do Governo Federal. O artesão deverá comprovar a formalização da profissão por meio do cadastro no Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (SICAB) que é realizado no Maranhão por meio da Secretaria de Estado do Turismo (Setur-MA).

A Renda Emergencial deverá ser paga por três meses a todos os trabalhadores do setor cultural que tiveram suas atividades interrompidas por conta da pandemia e, desde que, não recebam outros benefícios do governo federal, incluindo aposentadoria, e tenham renda mensal de até meio salário mínimo.

A Lei Aldir Blanc deverá também beneficiar associações e cooperativas representativas do segmento artesanal devendo comprovar também sua inscrição e respectiva homologação no Sicab, além de outros requisitos previstos na Lei. Os recursos deverão ser disponibilizados por meio de editais, chamadas públicas ou agente financeiro, este último ainda a ser definido.

“Esse apoio é de extrema importância para os artesãos do nosso estado uma vez que dará mais condições de manter suas atividades e negócios, e se recuperarem após essa crise sanitária mundial”, destacou o secretário de Estado do Turismo, Catulé Júnior.
Para o Superintendente de Artesanato do Maranhão, Carlos Martins, a inclusão do artesanato é um reconhecimento da atividade no setor como economia criativa e promotora de cultura.

“Esse é um reconhecimento do artesanato como atividade que preza na sua forma de expressar seus saberes e fazeres, além de ser uma ação que ajuda na preservação da nossa cultura e memórias dos nossos bens culturais, onde o segmento artesanal está incluso”, frisou Carlos Martins.

O Projeto de Lei 14.017/2020, chamado Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, aprovada pelo Senado no início de junho, disponibiliza o valor de R$ 3 bilhões, que deverão ser repassados pelo governo federal aos governos estaduais e municipais, sendo distribuído de forma proporcional à população e aos Fundos de Participação de estados e municípios. A expectativa é que a aplicação dos recursos por estados e municípios deve ocorrer ainda em 2020.

Programas para Auxílio ao Turismo no Maranhão

Em março, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado Turismo (Setur), lançou o Programa “Nosso Artesanato” com edital para selecionar artesãos que produziram 2 mil peças de artesanato de 10 tipologias diferentes com referências à cultura maranhense. As obras foram adquiridas pela própria Setur para compor o kit promocional de divulgação do destino Maranhão em eventos e recepção aos visitantes do nosso Estado.

A iniciativa integrou uma série de ações no segmento do artesanato no Maranhão para garantir emprego e renda a profissionais autônomos, informais e diversos setores de trabalho, durante o período de pandemia do coronavírus.

“O artesanato está associado à pasta do turismo e merece nossa atenção tanto quanto qualquer outro setor ligado ao segmento turístico. Tomamos medidas de prevenção no Ceprama, nosso centro de produção e exposição de artesanato, e implementamos ações de fomento e promoção durante a pandemia”, explicou Catulé Junior. (Fonte Setur/MA)

Leia mais
TURISMO E CULTURA

Setor turístico recebe orientações na retomada gradual das atividades no Maranhão

O secretário de Estado do Turismo, Catulé Junior com a presidente nacional da Abav, Magda Nassar e o secretário adjunto da Setur, Hugo-Veiga (foto arquivo)

 

A pandemia do coronavírus paralisou o mundo e atingiu em cheio o mercado do turismo. Especialistas do setor avaliam que a saúde será uma das maiores preocupações dos viajantes no cenário pós-Covid-19. Com a queda na taxa de contágio no Maranhão, porém com um cenário ainda preocupante, o Estado vem orientando o setor turístico para a adoção de protocolos sanitários necessários para a retomada gradual das atividades do setor.

“É importantíssimo que cada empresa siga rigorosamente todos os protocolos para que, assim, o turista tenha mais segurança ao chegar ao nosso destino”, pontua o secretário de Estado do Turismo (Setur), Catulé Júnior.

Capacitações para a retomada gradual do setor foram iniciadas antes mesmo da reabertura das atividades. Videoconferência organizada pela Setur em junho qualificou os meios de hospedagem sobre as adequações e protocolos a serem seguidos.

A visitação ao Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, destino procurado por turistas do mundo inteiro, foi reaberto na última quarta-feira (1°). Mas a retomada das atividades turísticas nos Lençóis exige que prestadores de serviços e agências se adequem a um “novo normal”, marcado pelo cumprimento de rigorosas medidas preventivas contra o coronavírus.

“A Secretaria de Turismo tem intensificado suas ações no sentido de sensibilizar todo o setor em atenção às normas e protocolos sanitários. Temos feito um amplo trabalho, contando com as nossas superintendências nos Lençóis Maranhenses e Delta e da Chapada das Mesas, sempre sensibilizando, promovendo discussões, e, mais do que isso, demonstrando a importância de seguirmos esses protocolos”, frisa Catulé Júnior.

Também na quarta-feira foi a vez da reabertura das visitações ao Centro de Comercialização de Produtos Artesanais do Maranhão (Ceprama), em São Luís. Para a prevenção do contágio pelo coronavírus, deverão ser respeitados todos os cuidados e exigências das normas de Saúde Pública por artesãos e funcionários, tais como: o uso de máscara e álcool em gel e medição da temperatura corporal.

Carteira do Artesão

Como parte das medidas de retomada do setor, a Setur iniciou a entrega da Carteira Nacional do Artesão – fornecida pelo Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) – a artesãos do município de Barreirinhas. A partir da próxima semana será a vez dos produtores da cidade de Paulino Neves receberem o documento.

A entrega dos documentos formaliza os trabalhadores, ao inserir os dados dos artesãos locais no Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (SICAB), serviço que possibilita um melhor planejamento de capacitações, financiamentos e promoções de atividades.

A gestão do PAB no Maranhão é feita pela Setur e tem o objetivo de promover o artesanato e a cadeia produtiva associada ao turismo. (fonte Agência de Notícias/Governo do Estado)

Leia mais
TURISMO E CULTURA

CEPRAMA retoma gradualmente as atividades de atendimento ao público a partir de hoje

O Ceprama é referência no apoio e escoamento da produção do artesanato maranhense (foto divulgação)

 

Conforme último decreto editado pelo Governo do Estado, que estabelece regras para retomada do comércio, o Centro de Comercialização de Produtos Artesanais do Maranhão (CEPRAMA), por meio da Secretaria de Estado do turismo (Setur), estabeleceu os protocolos mínimos para garantir a retomada das atividades presenciais administrativas e de comercialização de produtos artesanais, a partir desta quarta-feira, 1º de julho.

Como forma de garantir e atender as medidas necessárias para a prevenção do contágio pelo coronavírus, deverão ser respeitados todos os cuidados e exigências das normas de Saúde Pública por artesãos e funcionários, tais como: o uso de máscara e álcool em gel e medição da temperatura corporal.

O secretário Estadual de Turismo, Catulé Júnior, reiterou a importância da conscientização coletiva como medidas de prevenção a Covid-19.

O secretário de Estado do Turismo, Catulé Junior

“Estamos adotando medidas sanitárias rígidas visando nos proteger do contágio da Covid-19. Vamos seguir monitorando e adotando medidas de acordo com as recomendações do decreto do governo do estado. Todos os servidores continuam prestando atendimento e organizando ações de forma presencial e remota”, explicou o secretário.

No decorrer do mês de julho, um novo protocolo de prevenção será adotado para um retorno gradual e seguro das atividades presenciais.

O diretor do Ceprama, Domingos Júnior, solidarizou-se com artesãos e funcionários pelas dificuldades enfrentadas durante o período de isolamento social, e se disse otimista na retomada das atividades.

“A diretoria do Ceprama ressalta o desejo e a intenção de que tudo se normalize, que as vendas e produções voltem a crescente demanda. Nossa retomada será gradual para que a saúde de todos seja preservada”,  frisou o Domingos Júnior.

O Ceprama e os artesãos

Conhecido como a vitrine do artesanato maranhense, o Ceprama funciona em um casarão de aproximadamente 3 mil m², nas antigas instalações da Companhia de Fiação e Tecelagem de Cânhamo. O local serve ainda de palco para apresentações artísticas e eventos, além de atrair turistas de várias partes do mundo durante o ano inteiro, em busca da riqueza e diversidade das peças encontradas no local. No centro é possível encontrar produtos de todas as regiões do Estado, as peças dos 38 artesãos representam diversas tipologias como a renda de bilro.

Entre as matérias-primas expostas estão artigos como cerâmica, azulejos, madeira, algodão, couro, madeira, argila, reciclados, sementes e até fibras de plantas, abrangendo todo o artesanato que a criatividade nordestina pode realizar. A mais comum é a palha do buriti, de onde se extrai uma fibra versátil e resistente que dá origem a dezenas de peças comercializadas no centro de artesanato.

“O Ceprama tem como iniciativa fomentar e incentivar a relação direta entre o artesão e seu público consumidor. E dessa forma, ser importante instrumento de divulgação, fortalecendo a cadeia produtiva do artesanato do Estado”, explica o diretor do Ceprama.

O Centro de Artesanato tornou-se referência no apoio e escoamento da produção de artesanato de artesãos de dezenas de municípios do estado. Além de abrigar também o único ponto de apoio do Programa de Artesanato Brasileiro no estado, onde é possível solicitar a Carteira Nacional do Artesão. O Ceprama abriga a superintendência de artesanato do Maranhão que também auxilia as políticas do Programa do Artesanato Brasileiro – PAB. O objetivo é promover o desenvolvimento integrado do setor artesanal e valorizar o artesão, elevando seu nível cultural, profissional, social e econômico.

A Carteira Nacional do Artesão é um importante instrumento que permite o acesso dos trabalhadores artesãos a cursos de capacitação, feiras e eventos apoiados pelo PAB. A carteira é gratuita e emitida após o registro no Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (SICAB).

Para confirmação do registro, o artesão passará por uma prova de habilidades técnicas, sob responsabilidade da superintendência ligada a Setur. O artesão interessado em saber mais informações pode se dirigir ao Ceprama, localizado na Rua de São Pantaleão, n° 1332, Madre Deus, Centro, ao lado do Hospital Geral. (Fonte Setur-MA)

Leia mais
TURISMO E CULTURA

São João Digital encerra nesta sexta-feira, com homenagem aos sotaques do bumba boi

Os Bois de Costa de Mão são conhecidos pelo ritmo cadente, pela riqueza do bordado de sua indumentária e pela especificidade do toque do pandeiro percutido com o dorso da mão (foto arquivo)

 

Todos os anos é grande a expectativa para uma das festas mais tradicionais do nosso estado: o São João. E como todos querem comemorar as festas juninas, a Secretaria de Estado de Turismo em parceria com o Sebrae Maranhão organizaram o São João Digital, com o intuito de alegrar os corações sem aglomeração. A festa ganhou programação especial onde podem ser acompanhadas pelas redes sociais nos perfis @maranhaoterradeencantos e @sebraemaranhao.

“A proposta é levar os turistas e os maranhenses à uma vivencia de São João diferente, a partir de experiências que remetam ao festejo, a comida regional e a nossa cultura que é cheia de diversidade”, destacou o secretário de Estado do Turismo, Catulé Júnior.

Ao todo aconteceram quatro oficinas gratuitas, voltadas para economia criativa, gastronomia e o turismo. No primeiro dia, tivemos a oportunidade de aprender a fazer cenários juninos na oficina Vitrine Virtual com Manoel Mougeot, jornalista e criativo de moda.

E como no São João não pode faltar o melhor da comida típica, o chef Junior Ayoub, trouxe o passo a passo das receitas de arroz de cuxá com espetada de peixe pedra, e o caldo de Tarioba com Pão de Santo An tônio. E para quem não sabia desenhar ou nunca tinha pintado com aquarela, a arquiteta e escritora maranhenses, Rosiane Bastos apresentou as técnicas e efeitos, valorizando a preservação da cultura maranhense e utilizando materiais recicláveis.

E para fechar a programação acontece nesta sexta-feira, 26, a transmissão online onde serão apresentadas curiosidades sobre às apresentações dos sotaques de bumba-meu-boi. Uma grande celebração de fé, festa e arte com cores, dança, música, teatro e muita alegria, o bumba-meu-boi do Maranhão tem diversos sotaques, entre os quais os mais conhecidos de matraca, zabumba, baixada, orquestra e costa-de-mão.

Leia mais
TURISMO E CULTURA

Setur-MA e Sebrae realizam evento digital para celebrar a cultura, o turismo e gastronomia maranhense

Os festejos juninos chegaram. Uma das principais festas populares que tanto encanta pelos ritmos, apresentações envolventes e diversas riquezas festejadas em louvor a São João, neste ano será diferente. Mesmo sem o calor presencial, do bumba-meu-boi atravessando o estado do Maranhão e a performance das coreiras com suas saias coloridas nos arraiais, o São João será comemorado, dessa vez “em casa”.

Uma iniciativa do Sebrae Maranhão e o Governo do Estado do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), vai permitir vivenciar os festejos juninos, a gastronomia e artesanato típicos característicos do período, por meio do São João Digital, que acontece de 23 a 26 de junho. A iniciativa conta uma programação especial de oficinas gastronômicas e de economia criativa, transmissões ao vivo, apresentações culturais, entre outras.

“O mês de junho é sempre muito especial, pois aprendemos a confraternizar por meio das manifestações culturais que fazem a história e reafirmam a identidade dos maranhenses. Infelizmente nesse ano não poderemos estar presencialmente próximos. É preciso manter acesa a chama do São João, da nossa cultura e faremos isso de forma variada e online para comemorarmos os festejos juninos em 2020. A crise vai embora, mas a beleza e o encanto do Maranhão ficam!” explica o secretário estadual de turismo, Catulé Júnior.

A proposta do São João Digital é levar aos turistas, agentes de viagens e o público em geral, uma vivência de São João diferente, a partir de experiências que remetem ao seu festejo e história, de forma única e cheio de diversidades.

O coordenador estadual de Turismo e Cultura do Sebrae no Maranhão, Luís Walter Muniz, destaca que o São João Digital surge como um momento único de inovar para sociedade e para os empreendedores, que também poderão aproveitar o momento para se capacitarem, com a programação de oficinas envolvendo a economia criativa, o turismo e a gastronomia.

“Nesse período junino, o Sebrae não poderia ficar de fora. E junto com a Secretaria de Turismo preparamos o São João Digital que vai ampliar o raio de ações e preparar nossos empreendedores e a sociedade em geral. Trata-se de um momento de integração do turismo, economia criativa, assim como a gastronomia. Aproveitem e acompanhem nossa programação, mesmo nesse distanciamento, estamos juntos”, frisa” Walter.

A programação e as lives podem ser acompanhadas pelas redes sociais do Sebrae Maranhão e perfil promocional da Setur, as inscrições para as oficinas na loja virtual https://loja.ma.sebrae.com.br/loja/ .

A transmissão online que fechará a programação semanal será transmitida nos instagrans @materradeencantos e @sebraemaranhão. Vamos descobrir as curiosidades e assistir às apresentações dos sotaques de bumba meu boi no dia 26 de junho, sexta-feira, às 19h.

O chef maranhense Júnior Ayoub, o criador de moda Manoel Mougeot e a arquiteta, urbanista e escritora Rosiane Farias Bastos, vão ministrar oficinas na programação.
CAPACITAÇÕES EXCLUSIVAS

Na programação de oficinas, o Sebrae preparou capacitações exclusivas voltadas para economia criativa e turismo. No dia 23 de junho, o Criativo de Moda e ludovicense, Manoel Mougeot, comanda a oficina Vitrine Virtual Junina. Na oficina, os empreendedores criativos receberão dicas e orientações dos cenários juninos para elaborarem sua vitrine virtual e alavancarem as vendas no período festivo de São João.

Outra atração que vai trabalhar fortemente a gastronomia são as oficinas comandadas pelo chef maranhense e descendente de libaneses, Júnior Ayoub. O chef vai compartilhar ensinamentos e orientações para elaboração de pratos tipicamente maranhenses, como a oficina de Cuxá com espetada de peixe pedra.

E para explorar as possibilidades artísticas desse período festivo, valorizando a cultura maranhense, a arquiteta urbanista e escritora maranhense, Rosiane Farias Bastos, comandará a oficina Aquarela Junina, no dia 25 de junho. Quem não sabe desenhar ou nunca pintou aquarela, vai ter a oportunidade de conhecer as técnicas e efeitos, utilizando materiais acessíveis para obter resultados satisfatórios.

As inscrições para as oficinas são gratuitas e estão sendo realizadas na loja virtual do Sebrae Maranhão (https://loja.ma.sebrae.com.br/loja/).

Programação das oficinas

23/06 – (terça-feira) – Oficina Vitrine Virtual Junina

Horário: 17h

Inscrições gratuitas através da Loja Virtual Sebrae Maranhão

Palestrante: Manoel Mougeot

24/06 – (quarta-feira) – Oficina Cuxá com espetada de peixe pedra

Horário: 17h

Inscrições gratuitas através da Loja Virtual Sebrae Maranhão

Palestrante: Junior Ayoub

25/06 – (quinta-feira) – Oficina Aquarela Junina

Horário: 17h

Inscrições gratuitas através da Loja Virtual Sebrae Maranhão

Palestrante: Rosiane Farias Bastos

26/06 – (sexta-feira) – Oficina Caldo de Tarioba com pão de Santo Antônio

Horário: 17h

Inscrições gratuitas através da Loja Virtual Sebrae Maranhão

Palestrante: Junior Ayoub

São João Digital na sua casa

Data: 26.06

Horário: 19h

Divulgação: Perfis @sebraemaranhao e @materradeencantos no Instagram e Canal Sebrae Maranhão no Youtube

(Fonte Setur-MA)

Leia mais
TURISMO E CULTURA

Programação do São João virtual do Governo do Estado inicia nesta sexta-feira

Com a pandemia do novo coronavírus, eventos que atraem grande público estão suspensos para evitar aglomerações. Por isso, o tradicional São João do Maranhão, uma das festas populares mais conhecidas e animadas do país, não será como os anteriores. Este ano, os arraiais espalhados pela cidade dão lugar a uma vasta programação virtual organizada pelo Governo do Estado. A agenda estará disponível no site da Secretaria de Estado da Cultura (Secma), no https://cultura.ma.gov.br/, a partir desta sexta-feira, 19, às 19h.

Reverenciar o São João, o bumba meu boi e todo o folclore maranhense é fundamental para se construir e transmitir a história, pontua o titular da Secma, Anderson Lindoso. “Mais do que nunca, precisamos manter vivo, preservar e valorizar esse imenso bem cultural que é o bumba meu boi. Preparamos uma agenda especial, incluindo uma websérie, que vai somar na disseminação desse saber, garantindo o direito à memória para as novas gerações, sem deixar de festejar essa grande festa popular, que este ano, precisou ser modificada por conta da pandemia”, explica Anderson Lindoso.

A minissérie ‘Bumba Meu Maranhão – Patrimônio da Alegria’, será exibida semanalmente, em sete capítulos, de cerca de 10 minutos aproximadamente, e vai abordar diversos aspectos da brincadeira folclórica e do período junino maranhense. “A exposição de vídeos vai contar um pouco da história do bumba meu boi e da nossa festa junina”, reforça Lindoso. Em cada episódio, um tema específico destacando particularidades da festa.

O titular da Secma reforça que o São João do Maranhão une todos culturalmente. “Este ano, infelizmente, não teremos a celebração nos arraiais a céu aberto. Um ano atípico em que é necessário adaptação à nova realidade. Mas, nada impede que possamos nos reunir em torno da memória e do que há por trás dessa festa tão extraordinária”, enfatiza. O vídeo de abertura, nesta sexta-feira, terá como tema ‘Origem: A lenda de Catirina e a preparação da festa’, mostrando os preparativos da festa.

Os sotaques de zabumba e costa de mão serão tema do segundo vídeo, que vai destacar ainda a festa Encontro de Gigantes e o Festival de Zabumba. No terceiro capítulo, os sotaques da baixada e matraca têm destaque, lembrando também festas que atraem multidões como o Encontro de Bois da Baixada, realizado no município de Matinha; e as tradicionais festas de São Pedro e São Marçal.

O sotaque de orquestra vai ser tratado no quarto vídeo, mostrando a beleza das brincadeiras do Munim e Ilha, além dos eventos parafolclóricos ou alternativos e o Encontro de Miolos. As danças populares (lelê, lili, côco, pela porco, caroço, cacuriá, baile de caixa e tambor de crioula) são a atração do quinto vídeo da websérie. (Fonte Governo do Estado)

O público vai conhecer mais sobre as danças tradicionais e terão uma vasta informação de como são preparadas as quadrilhas juninas (sanfonada e estilizada), no sexto vídeo da série. A exibição mostra ainda as danças cigana, portuguesa e boiadeiro ou country. A websérie encerra com vídeo tratando da economia da Cultura, abordando fatos do arraial do Maranhão como a maior festa popular do Estado e mostrando a relação arte e economia cultural em ‘A vida que imita a arte (da Cultura)’.

A programação conta ainda com exposição intitulada Olhar Junino, composta de fotos, vídeos e depoimentos sobre o São João. A mostra vai contar com participação do público pelo link #OlharJunino2020. Ainda, lançamento de uma playlist na plataforma Spotify, com as músicas juninas do Maranhão. A Secma fará consulta ao público, nas redes sociais da instituição, para sugestão das músicas que vão compor a playlist.

A agenda do São João pode ser conferida ainda nas redes da Secma no instagram: @cultura.maranhao; twitter: @secma_cultura; e youtube: https://www.youtube.com/channel/UCgsSRyIDlVRmqO-3qWnfjtw. (Fonte Governo do Estado/Fotos arquivo)

Leia mais
TURISMO E CULTURA

2020: o ano que o São João será na nossa casa*

“No mês de Junho tem o bumba-meu-boi, que é festejado em louvor a São João, o amo canta e balança o maracá, a matraca e pandeiro é que faz tremer o chão. Esta herança foi deixada por nossos avós. Hoje cultivada por nós pra compor tua história Maranhão!”. Imortalizada na voz do genial Humberto de Maracanã esta toada desvenda a efervescência de emoções que são os festejos juninos em nosso Estado.

A atmosfera muda, as bandeirinhas serpenteiam no ritmo do vento e das matracas, músicas, cheiros, gostos e cores animam as apresentações e enchem de orgulho moradores e turistas. Milhares e milhares chegam de todos os lugares para vivenciar uma festa de alegria, diversidade e descobertas únicas.

A comunhão entre o envolvimento da comunidade e o encantamento dos turistas vêm transformando nosso rico patrimônio cultural em produto de consumo turístico, o que dinamiza nossa economia com a geração de emprego e renda.

Infelizmente, não será assim este ano. A crise decorrente da pandemia da Covid 19 nos impõe protocolos sanitários e de biossegurança que impedem, neste momento, a aglomeração de pessoas. É grande o nosso desejo de estarmos juntos e comemorarmos a maior data da cultura do Maranhão, mas a saúde e bem estar do povo maranhense é a prioridade máxima que devemos defender.

O ano de 2020 ficará marcado como aquele no qual o miolo do boi não cruzará o estado brincando, as saias coloridas das coreiras não rodopiarão pelos arraiais, os tambores não rufarão, mas a nossa história e cultura resistirá.

Em breve, vamos voltar com tudo, fazendo o que mais sabemos que é receber bem e encantar à todos. A crise vai embora mas a beleza e os encantos do Maranhão ficam!”

*Artigo enviado ao Jornal Pequeno – Catulé Júnior, Secretário de Estado do Turismo

Leia mais
TURISMO E CULTURA

Secretaria de Turismo aumenta número de vagas para cursos a distância

Devido ao grande número de inscritos e de candidatos em lista de espera, a Secretaria de Estado do Turismo do Maranhão (Setur-MA) resolveu aumentar o número de vagas ofertadas para os cursos a distância de Boas Práticas para Manipulação de Alimentos (20 horas), Estratégias de Atendimento no Turismo (20 horas), Vendas Inteligentes para Artesãos (20 horas) e Vendas Inteligentes para Bares e Restaurantes (16 horas).
A medida acrescentou mais 20 vagas em cada um dos quatro cursos livres oferecidos gratuitamente para artesãos, estudantes universitários, professores e profissionais do setor de alimentação público e privado, além do segmento turístico no estado, que antes estavam divididas em quatro turmas com 40 vagas, que acabaram em dois dias.
O secretário estadual de turismo, Catulé Júnior destacou a iniciativa e disse que a medida de aumentar o número de vagas dos cursos tem o objetivo de ampliar as ações e o empenho do governo do estado em qualificar a mão de obra do trade turístico local.
“Queremos atender mais pessoas e tornar a seleção mais democrática. Infelizmente não temos como atender todos nesses primeiros cursos mas mês que vem abriremos mais vagas. Nós estruturamos a oferta desses cursos nesse momento de crise como forma também de adequar esses profissionais a essa nova realidade sanitária que se configura”, destacou o secretário.
As inscrições para os cursos livres encerram no dia 15 de junho e podem ser realizadas por meio do site www.maisqualificaturismoead.com.br. Ao acessar o site, o candidato será direcionado para a página de inscrição, bastando escolher o curso de sua preferência e preencher a ficha de inscrição.

Aulas com interação online

O início das aulas será no dia 20 de junho, sendo ministradas com interação online entre alunos e instrutor através de fóruns, desafios e chat via plataforma, sem nenhum encontro presencial, com conteúdo disponibilizados por meio da plataforma de aprendizagem Moodle, onde os alunos poderão acessar as videoaulas, slides em formato PDF e materiais de apoio como sites, blogs e indicações de vídeos.
Os cursos online, preparados pela equipe técnica da Setur para uma edição especial do “Mais Qualificação e Turismo EAD”, possuem uma proposta de metodologia flexível, que permite ao aluno a comodidade de estudar de onde estiver, a qualquer hora e por meio das mais variadas tecnologias. O aluno só poderá acessar a plataforma e os conteúdos do curso, após o processo de seleção, por meio de um cadastro de usuário e senha fornecidos pela equipe técnica da secretaria.
A seleção dos candidatos deverá atender a critérios de acordo com o público alvo de cada curso. No final do curso, os alunos serão submetidos a uma avaliação e, logo após, poderão acessar por meio de um link o certificado digital de conclusão do curso. (Fonte Setur-MA)

Leia mais
TURISMO E CULTURA

Veja aqui algumas peças produzidas por artesãos contemplados no programa “Nosso Artesanato”

Peças artesanais de dez tipologias diferentes foram entregues, nesta sexta-feira, 22, por vinte e cinco artesãos maranhenses ao Governo do Estado do Maranhão no Centro de Comercialização de Produtos Artesanais do Maranhão (CEPRAMA).

A Secretaria de Estado do Turismo do Maranhão (Setur-MA) lançou edital de credenciamento em março para adquirir 2 mil peças de artesanato produzidas por artesãos como peças de cerâmica, madeira, azulejaria, souvenir, palha de buriti, rendas de bilro, biojóias, entre outras tipologias tipicamente maranhenses.

O secretário de Estado do Turismo, Catulé Júnior, destacou os esforços realizados pelo governo do estado no sentido de fomentar a produção e minimizar os impactos econômicos durante a crise sanitária no segmento. “Com a chancela do governador Flávio Dino, viabilizamos esse projeto como forma de garantir apoio ao setor que é um eixo importante do turismo e para o desenvolvimento econômico, com a geração de renda para os artesãos durante essa pandemia”, destacou o secretário.

As peças adquiridas irão compor o kit promocional de divulgação dos destinos turísticos do Maranhão em outras cidades do país e serão distribuídos em eventos e recepções aos visitantes do nosso Estado. Foram selecionados produtores de nove municípios: São Luís, Raposa, São José de Ribamar, Grajaú, Amarante, Alcântara, Barreirinhas, Santo Amaro e Imperatriz.

A seleção dos artesãos no programa atendeu a requisitos previstos no edital, entre eles adequação das peças de acordo com a tipologia exigida e o cadastrado dos artesãos ou entidades representativas no Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (SICAB).

 

Oportunidade de renda

A artesã, Rosane Meireles, uma das contempladas no projeto comercializando 80 peças de mandalas em cerâmica disse que o programa, além de ter sido uma oportunidade de renda, foi uma demonstração de importância ao artesanato maranhense. “Essa oportunidade de renda que o Governo do Maranhão nos deu foi de extrema importância, pois muitos artesãos vivem apenas da venda de suas peças. Eu me senti muito valorizada por essa iniciativa”, revelou a artesã.

Já o artesão Thiago Rodrigues, que entregou 80 peças de boizinhos em miniatura, revelou-se satisfeito e destacou a importância do projeto para aqueles artesãos que, assim como ele, vivem exclusivamente da comercialização do artesão. “Parabenizo a iniciativa, pois senão fosse esse incentivo todos os artesãos estariam sem trabalhar e sem obter renda também para sustentar suas famílias. Eu vivo do artesanato e o sustento minha família vem por meio das vendas das peças. Esse incentivo nos trouxe um alivio durante esse tempo de crise”, destacou o artesão.

O superintendente de Artesanato do Maranhão, Carlos Martins destacou também os benefícios do Programa “Nosso Artesanato” e disse que, além de estimular a produção artesanal local e garantir renda aos artesãos, o projeto serviu de exemplo e foi requisitado pelo Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) para ser replicado em outros estados do país.

“O programa foi muito bem visto e elogiado fora do estado que o PAB solicitou o projeto nos moldes desse criado pela Setur-MA para que pudesse também ser implementado em outras cidades do país”, revelou o superintendente. (Fonte Setur-MA)

Leia mais
TURISMO E CULTURA

Meios de hospedagem na grande São Luís são inclusos como atividades essenciais durante lockdown

A pedido do secretário de Estado do Turismo, Catulé Júnior, o governador do Maranhão, Flávio Dino, determinou nesta segunda-feira, 4, a inclusão dos serviços de hospedagens no rol de atividades essenciais no decreto estadual durante o período de lockdown, na grande Ilha de São Luís.

Apesar do setor hoteleiro ter sido um dos mais afetados pelo novo corona vírus, atualmente em São Luís, oito hotéis e cinco pousadas estão em funcionamento atendendo em sua grande maioria profissionais da área da saúde e hospedando trabalhadores de empresas privadas que estão prestando serviços temporários e não dispõem de moradia no estado.

O governador Flávio Dino atendeu prontamente o pedido para que esses poucos empreendimentos, que ainda estão em funcionamento, possam continuar operando seguindo normas sanitárias. Importante também ressaltarmos que, em abril, o governo antecipou as compras de diárias de hospedagem na capital e no interior como forma de auxílio ao setor”, revelou o secretário Catulé Júnior.

O decreto estadual Nº 35.7849, que atende a uma determinação judicial para lockdown, passa a valer a partir dessa terça-feira, 5, com prazo de 10 dias e abrange os municípios de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa.

Hospedagem para médicos

Em apoios às ações da Secretaria de Estado da Saúde (Ses), a Setur está patrocinando a hospedagem de mais de 40 médicos que chegaram a São Luís para reforçar a rede de saúde estadual.

Leia mais
TURISMO E CULTURA

Agentes do turismo elogiam iniciativa do Governo do Estado em apoio ao setor

Secretário de Estado do Turismo (Setur), Catulé Júnior: editais são alternativas para a crise provocada pela Covid-19 (foto divulgação)

 

O lançamento de editais para apoiar o segmento do turismo no Maranhão abriu oportunidades para empresários do ramo de hospedagem, alimentação, artesanato e guias turísticos. A iniciativa do Governo do Estado integra a série de ações para garantir emprego e renda a profissionais autônomos, informais e diversos setores de trabalho, neste momento de pandemia do coronavírus.

Com o apoio, o segmento, na capital e interior do Estado, terá agora mais condições de manter suas atividades e negócios, pontuou o secretário de Estado do Turismo (Setur), Catulé Júnior. “Diante da pandemia da coronavírus, os editais são alternativas encontradas pelo Governo do Estado para dar auxílio financeiro a este setor e garantir que possam permanecer e se recuperar após essa crise sanitária mundial”, acrescentou.

Os editais representam uma iniciativa extremamente importante, considerando o contexto atual, avalia o diretor da Baluarte Ecoturismo, Patrick Pereira de Araujo. Ele participou do edital Desvenda Maranhão, pelo qual o Governo vai aquirir 400 diárias em hotéis de Barreirinhas, Santo Amaro, Tutóia, Carolina e Riachão – contemplando os polos turísticos Lençóis Maranhenses, Delta das Américas e Chapada das Mesas – incluindo hospedagem com café da manhã.

“Esses editais, além de nos dar uma luz no fim do túnel, nos ajudam a programar o futuro neste momento tão difícil. Ficamos felizes em saber que o Governo está atento ao turismo, pois este foi o primeiro setor afetado e, possivelmente, será o último a se recuperar. Torço pela continuidade destas ações, para que possamos manter a mínima estrutura e conseguir ter uma retomada mais tranquila”, reforçou Patrick de Araújo. 

O guia de turismo e presidente do Sindicato Estadual dos Guias de Turismo do Maranhão, André Gutemberg, destacou que a ação é de grande importância neste momento e vai agregar bastante ao profissional guia turístico. “Parabenizo pois, desde o início, o Governo vem conversando com o trade do turismo para ver o que poderia possibilitar para colaborar com a categoria. A gestão está de parabéns por este grande projeto e que repercutiu positivamente para nossa classe”, afirmou.

O edital City Tour de Encantos vai possibilitar aos guias de turismo trabalhar produzindo city tour online, onde apresentam os principais atrativos turísticos nos polos de São Luís, Lençóis Maranhenses, Delta das Américas e Chapada das Mesas. O guiamento via internet vai oportunizar à população maranhense conhecer mais das belezas e atrativos do Estado.

Para o diretor operacional do Soft Win Hotel, Ronald Luso, o Governo tem respondido às expectativas do trade turístico e também da população maranhense. “A gestão tem tomado medidas corretas, implementando ações que auxiliarão os mais diversos setores nesta fase difícil. Aos hotéis, a compra de diárias antecipadas ajudam empresários a manterem seus empreendimentos em operação, diminuindo os danos a funcionários e colaboradores”, disse Luso, que participou do edital Tour Ilha do Tesouro.

O edital Tour Ilha do Tesouro vai adquirir 600 diárias, incluindo hospedagem e café da manhã; além de credenciar restaurantes para fornecer 2,4 mil refeições no almoço ou jantar. As diárias vão para alunos do 2º e 3º ano do Ensino Médio, da rede pública do interior do estado, para conhecerem os principais atrativos históricos e culturais da capital maranhense. “O apoio veio em bom momento e espero que esta ação cresça. Tenho certeza que sairemos desta com boa gestão e bom senso”, complementou o diretor operacional do Soft Win Hotel, Ronald Luso.

O projeto do Governo do Estado para apoiar o turismo contemplou ainda artesãos maranhenses. Com o edital Nosso Artesanato, a gestão vai comprar 2 mil peças de artistas locais. São itens em cerâmica, azulejaria, bordado e outros, que vão compor um kit promocional para divulgar o destino Maranhão. O kit será distribuído em eventos e recepções a visitantes.

Leia mais
TURISMO E CULTURA

Setur-MA divulga resultado preliminar da seleção do programa “Nosso Artesanato”

A Secretaria de Estado do Turismo (SETUR) divulgou nessa sexta-feira, 10, o resultado preliminar da seleção para o Programa “Nosso Artesanato” que vai adquirir R$ 20 mil reais em peças artesanais que vão compor o kit promocional do destino Maranhão em eventos e recepção aos visitantes do nosso Estado.

A ação teve como objetivo fomentar a produção artesanal especialmente nesse período de crise em decorrência da pandemia mundial causado pelo Novo Coronavírus. “Recebemos inscrições de representantes de todo o Maranhão contemplando uma boa parte da nossa imensa diversidade. O pagamento será feito em 15 dias aos artesão e às entidades selecionadas” explicou o secretário de estado do turismo do Maranhão, Catulé Junior.

Dos 43 inscritos, 24 artesãos foram selecionados dos municípios de São Luís, Raposa, São José de Ribamar, Aldeia Morro Branco (Grajaú), Aldeia Lagoa Quieta (Amarante), Alcântara, Barreirinhas, Santo Amaro e Imperatriz que apresentaram trabalhos que serão utilizados como brindes em tipologias como personagens em cerâmica, artesanato indígena, azulejaria, prato de parede, sacola de buriti, souvenir em couro, biojoias de sementes típicas maranhenses; rendas em bilro e produtos que utilizaram a técnica reutilização/reciclagem com referências à cultura maranhense.

“Dentre todas as produções que o artesanato indígena trabalha tivemos produtos escolhidos como pulseiras utilizando miçangas e canutilhos que trazem a fauna e a flora do cotidiano expressando a cultura desses povos por meio da arte” pontuou o Superintendente do Programa do Artesanato do Maranhão, Carlos Martins.

CONFIRA O RESULTADO PRELIMINAR

PROGRAMAS PARA AUXÍLIO AO TURISMO

A Secretaria de Estado do Turismo (SETUR) vai lançar o resultado de outros 4 editais na segunda-feira, 13, são eles: Tour Ilha do Tesouro (hospedagem e restaurantes de São Luís), Press Trip Desvenda Maranhão (hospedagens do interior) e City Tour de Encantos (guias de turismo).

CONFIRA O CRONOGRAMA
ATIVIDADES PRAZO
Publicação do Edital 30 de março de 2020
Período de Inscrições 31 de março a 08 de abril de 2020
Divulgação da lista provisória 10 de abril de 2020
Prazo para encaminhamento de recurso 11 a 14 de abril de 2020
Divulgação do resultado final 16 de abril de 2020
Assinatura do contrato 17 de abril de 2020
Recebimento de 50% do valor para compra de material Até 15 dias após a assinatura do contrato Até 15 dias após a assinatura do contrato
Entrega das peças e recebimento dos 50% de pagamento Até 15 dias após a assinatura do contrato

 

Leia mais
TURISMO E CULTURA

Tour Ilha do Tesouro: setor hoteleiro e de alimentação podem se inscrever até terça

Os estudantes do interior do estado terão oportunidade de conhecer os principais atrativos históricos e culturais de São Luís (fotos divulgação)

 

A Secretaria de Estado do Turismo (Setur) prorrogou até terça-feira, 7, as inscrições para os Editais de credenciamento do Programa “Tour Ilha do Tesouro”. A medida é uma das ações para tentar diminuir o impacto causado no setor hoteleiro e alimentício do estado após a suspensão de voos e turismo causado pela proliferação do novo corona vírus no país.

O Programa, organizado pelo Governo do Maranhão, tem como objetivo de fornecer aos alunos do 2º e 3º ano do ensino médio da rede pública do interior do estado à oportunidade de conhecer os principais atrativos históricos e culturais de São Luís.

Os editais visam selecionar propostas para o fornecimento de voucher no quantitativo de 600 diárias, incluindo hospedagem e o fornecimento de café da manhã; já os restaurantes credenciados vão fornecer duas mil e quatrocentas refeições para o almoço ou jantar na cidade de São Luís. Todos os detalhes sobre os editais estão disponíveis nas redes sociais e site da SETUR (www.turismo.ma.gov.br).

Segundo o secretário de Turismo, Catulé Júnior, os editais foram prorrogados para dar mais oportunidade dos candidatos tirarem dúvidas por meio dos canais de comunicação gratuitos que estão disponíveis através do e-mail: editais.seturma@gmail.com e do telefone (098) 98584 9669.

Atendimentos online também estão acontecendo no setor do Cadastur no Maranhão através do WhatsApp (098) 985218478 e pelo e-mail: cadasturturismo.ma@gmail.com”. Ter o cadastro ativo e atualizado é um dos pré-requisitos para participação nos 5 editais abertos pela Setur para minimizar as dificuldades causadas pela pandemia do novo coronavírus.

A Setur está com outros três editais abertos. Também foram prorrogados os editais para hotéis do interior do estado e para guias de turismo com data de encerramento no dia 07 de abril de 2020. E o edital para artesãos, encerra no dia 8 do corrente mês.

Leia mais
TURISMO E CULTURA

“Nosso Artesanato”: Setur-MA vai adquirir 2 mil peças de artesãos locais

A ação visa fomentar a produção artesanal neste momento de crise. (foto divulgação)

 

A Secretaria de Estado do Turismo (Setur) lançou, nesta segunda-feira, 30, o Programa Nosso Artesanato, com edital para selecionar artesãos que vão produzir peças para compor o kit promocional de divulgação do destino Maranhão em eventos e recepção aos visitantes do nosso Estado. As inscrições podem ser feitas até 14 de abril no site institucional da Setur.

O governo vai adquirir 2 mil peças de 10 tipologias diferentes como cerâmica, azulejaria, bordado de aplicação, pulseiras com bordados de miçangas, souvenir em couro, biojoias de sementes típicas maranhenses, sacolas, rendas e produtos que utilizem a técnica reutilização/reciclagem com referências à cultura maranhense.

A ação visa fomentar a produção artesanal, especialmente neste período de crise em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Secretário, Catulé Jr.

“O artesanato está associado à pasta do turismo e merece nossa atenção tanto quanto o setor de hospedagem e outros relacionados ao segmento turístico. Tomamos medidas de precaução como o fechamento por 15 dias da exposição permanente de artesanato, localizada no Ceprama, e do evento itinerante que aconteceria na Chapada das Mesas. No entanto, também entendemos que são necessárias ações de fomento da produção dos nossos artesãos” explicou o secretário de Estado do Turismo, Catulé Junior, que, por intermédio da Superintendência do Programa do Artesanato do Maranhão, organizou o edital.

Requisitos

Poderão participar da seleção artesãos e entidades representativas que estejam cadastradas no Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (SICAB) e que cumpram as demais exigências pedidas no Edital.

A ficha de inscrição e os documentos exigidos devem ser enviados ao email artesaosmaranhenses@gmail.com, das 0h do dia 31 de março até as 23h59 de 14 de abril de 2020, com o seguinte assunto: EDITAIS SETUR/MA /Edital Nº 5/2020 e no corpo do e-mail informar nome completo do interessado.

Programas para auxílio ao turismo

A Setur vai lançar 4 programas; são eles: Tour Ilha do Tesouro, Nosso Artesanato, Press Trip Desvenda Maranhão e City Tour de Encantos. Os dois primeiros serão lançados hoje (30), e os demais nesta terça-feira (31).

As medidas visam diminuir o impacto no turismo causado pela proliferação do coronavírus e vai beneficiar diretamente meios de hospedagem, artesãos, restaurantes, receptivos e guias de turismo.

Mais informações sobre os editais podem ser consultadas em www.turismo.ma.gov.br. (fonte Governo do Estado)

Leia mais
TURISMO E CULTURA

Carnaval do Maranhão 2020 teve alto índice de aprovação e 82% de ocupação hoteleira

O governador Flávio Dino foi presença assídua durante os três dias de folia em todos os circuitos 2020. (fotos divulgação)

 

De acordo com pesquisa realizado pelo Instituto Interpreta, a pedido do Governo Maranhão, durante os três dias de festa, o evento teve aprovação de 92,5% dos entrevistados. É um índice ainda maior que o verificado em 2019 (91%).

A pesquisa foi feita no Circuito Beira-Mar entre os dias 23 e 25 de fevereiro, com 600 pessoas. A margem de erro é de 4 pontos porcentuais. O levantamento foi divulgado nesta sexta-feira, 28, durante coletiva de imprensa no Palácio dos Leões.

Participaram da coletiva os secretários de Estado Rodrigo Lago (Comunicação e Assuntos Políticos), Catulé Júnior (Turismo), Jefferson Portela (Segurança Pública) e a secretária adjunta da Cultura, Caroline Veloso.

O secretário Rodrigo Lago lembrou que houve apoio do Governo do Estado em festas carnavalescas em vários municípios, mas somente em São Luís houve a participação de 700 mil pessoas nos quatro circuitos de carnaval.

“Os números confirmam o sucesso da festa. Já é de fato um dos melhores carnavais do Brasil, confirmando a trajetória iniciada no ano passado, que começou a inserir o carnaval do Maranhão no roteiro turístico do carnaval nacional”, sublinhou Lago.

Turismo e hotelaria
Autoridades do Estado hoje a tarde na coletiva de imprensa

O secretário de Turismo, Catulé Júnior, comemorou os bons resultados obtidos no setor. Dados do Observatório do Turismo apontam que São Luís teve 82% de ocupação hoteleira durante a festa praticamente 10% maior que o ano anterior. Já a procura por informações turísticas nos CAT triplicaram de 2018 a 2019 chegando a quase 30 mil pessoas atendidas.

“Um carnaval da diversidade e democrático. Hoje, sim, o carnaval do Maranhão é um dos maiores do Brasil. Tenho certeza que no próximo ano estaremos comemorando resultados ainda melhores”, frisou Catulé.

Informações sobre a movimentação de passageiros, gasto médio, permanência no local e satisfação da visita neste período estão sendo contabilizados e analisados pelo observatório do turismo e serão divulgados em aproximadamente 10 dias.

Na ocasião, o secretário também informou que o aplicativo “Maranhão de Encantos”, lançado durante o carnaval está disponível para usuários IOS e Android. A nova ferramenta digital tem o objetivo de ampliar o conhecimento sobre a história e atrativos turísticos do Maranhão.

Leia mais
TURISMO E CULTURA

Pesquisa da Setur-MA revela que Carnaval 2020 teve expectativas superadas

Durante três dias de folia, os pesquisadores juniores, acadêmicos do curso de Turismo e áreas afins da UFMA, IFMA e IEMA, realizaram pesquisa para obter o perfil e o nível de satisfação do visitante no Estado. (foto divulgação)

 

O carnaval 2020 em São Luís foi de expectativas superadas e de bons resultados para o turismo local. É uma afirmação que salta aos olhos mesmo antes da consolidação total da pesquisa realizada durante período da folia momesca na capital maranhense, pela Secretaria de Estado do Turismo (SETUR), por meio do Observatório do Turismo do Maranhão.

A pesquisa revelou que a taxa de ocupação hoteleira esperada para os quatros dias de carnaval (sábado, 22, a terça-feira, 25) em São Luís, para os meios de hospedagem registrados pelo (Cadastro de Pessoas Físicas e Jurídicas do Turismo) Cadastur, foi de 82%. Crescimento de 7%, em comparação ao mesmo período do ano passado. Esses dados podem, ainda, aumentar após a consolidação dos dados.

O secretário de Estado de Turismo do Maranhão, Catulé Junior, destacou a importância da pesquisa de demanda turística como fator essencial para traçar estratégias de gestão e para conhecer melhor as necessidades dos turistas.

“Esses estudos, que estão sendo realizados periodicamente, fornecem uma série histórica de grande importância para analises estatísticas, gerando dados concretos do turismo no nosso Estado. Assim conseguiremos criar políticas eficazes para as atividades que envolvem o setor alcançando resultados positivos em demandas desenvolvidas pela nossa equipe”, frisou o secretário.

O Observatório do Turismo do Maranhão é uma rede que envolve as secretarias municipais de turismo do estado, além de instituições de ensino como a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Instituto Federal do Maranhão (IFMA) e Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA).

A atividade de campo foi coordenada pela Supervisão de Pesquisa da Setur, através da equipe Hanna Coelho, Glaucy Corrêa e Alexia Araújo e a Coordenação de Análise Mercadológica da Secretaria de Turismo de São Luís, com o turismólogo Édipo Vinícius. (fonte Setur-MA)

Leia mais
TURISMO E CULTURA

Gran Lençóis, em Barreirinhas, terá carnaval tropicaliente com DJ e drinks a beira da piscina

A poucos dias do clima de Carnaval se instaurar de vez no país, o Gran Lençóis Flat Residence, que já faz grande sucesso com suas festas de réveillon, apresenta uma proposta diferenciada e pra lá de relaxante para os foliões que vão desembarcar por lá.

A programação, de 22 a 26 de fevereiro, promete resgatar e embalar a tradição carnavalesca com máscaras, fantasias, festa a beira da piscina, drinks tropicais e uma gastronomia de dar água na boca e garantir muita energia para toda a temporada.

Lá os foliões serão recepcionados, dia 22, com um “Welcome Carnaval”, com DJ tocando marchinhas na recepção do flat. Ainda neste dia, no Kids Club, crianças e suas mamães vão poder participar de um “Ateliê de Máscaras”, que vai garantir o adereço para os demais dias de folia que seguirão.

Dia 23, vai rolar a “Sunset Carnival”, no melhor estilo “Pool Party” com barman convidado preparando drinks a beira da piscina, que voltará a acontecer no dia seguinte, 24.

Aliás, neste dia, segunda-feira, o cardápio do restaurante principal do hotel vai oferecer um big cozidão, com direito a animação de DJ. Também nesta segunda, vai rolar a “Noite Tropicaliente”, no Pier do Gran Lençóis, com animação do Grupo “Tripa de Bode”.

Na terça, 25, a folia volta a beira da piscina, com um aulão de ritmos carnavalescos, e DJ fervendo todas no Pier, a partir das 11h. E para quem já se assanhou todinho para cair na estrada com esse destino, tem ainda apartamento tipo “Lagoa da Lua”, double casal, a partir de R$ 396,00 (com almoço e drinks a parte). Mais informações pelos fones: (98) 85266814 e (98) 3349 6000.

Veja a seguir a programação completa.

 

Leia mais
TURISMO E CULTURA

Dia Municipal da Poesia terá programação especial da ABAV-MA no Centro Histórico

A programação será encerrada com contemplação do pôr do sol e declamação de poesias na área do Palácio dos Leões. (foto divulgação)

 

Em comemoração ao Dia Municipal da Poesia, a ABAV-MA (Associação Brasileira de Agentes de Viagens do Maranhão), reuniu suas agências de viagens associadas, representantes do curso de turismo do IFMA e da UFMA para estabelecer ações a serem realizadas nesta próxima segunda-feira, 3 de fevereiro, com o objetivo de enaltecer e resgatar a imagem de São Luís como berço de poetas e Atenas Brasileira.

A ABAV-MA como uma instituição sensível ao desenvolvimento do turismo local, viu no Dia Municipal da Poesia, uma oportunidade de unir o útil ao agradável, ou seja, Turismo e Poesia.

Com um acervo literário expressivo, a Arte Maranhense deve e pode ser, naturalmente, um importante pilar para se criar alternativas de lazer e encantamento aos seus moradores e visitantes, contribuindo, assim, para despertar o sentimento de orgulho pela nossa terra, interesse e apreço às várias formas de expressão artística, tendo a poesia como carro chefe. Além disso a ABAV-MA destaca a importância da data como instrumento de divulgação do produto turístico local.

A proposta é levar para as ruas uma programação itinerante contemplando espaços do Centro Histórico e aeroporto da cidade, onde artistas do Núcleo “Conexão História” do IFMA, percorrerão o centro histórico caracterizados de poetas famosos e declamarão poemas de escritores locais.

O Dia Municipal da Poesia é dia 2 de fevereiro, mas a ação acontecerá a partir do meio dia do dia 3 de fevereiro percorrendo alguns restaurantes do centro histórico e aeroporto de São Luís, tendo seu encerramento ao final da tarde com contemplação do pôr do sol e declamação de poesias na área do Palácio dos Leões.

Leia mais
TURISMO E CULTURA

Vencedor do Prêmio do Turismo vai representar o Maranhão em Feira Internacional de Artesanato

Governador Flávio Dino com o secretário Catulé Júnior e o mestre artesão Douglas Lopes na solenidade de entrega do Prêmio do Turismo (divulgação)

 

O artesanato maranhense vai marcar presença em um dos maiores eventos do artesanato mundial e brasileiro. É a 25ª Feira Internacional de Artesanato do Rio Grande do Norte, que será realizada desta sexta-feira, 24, até 2 de fevereiro, no Centro de Convenções da Capital Potiguar.

Para representar o Maranhão, decolou ontem para o RN o mestre artesão Douglas Lopes, de 46 anos, conhecido pelos seus trabalhos com bordados de aplicação ou de bumba-meu-boi e grande vencedor do Prêmio do Turismo 2019 na categoria artesanato, por meio do Projeto Miemart – (Miniaturas de Embarcações, Bumbas e Artes), que aconteceu em dezembro de 2019.
Na Fiart/RN, Douglas Lopes irá expor para comercialização, em um dos nove espaços destinados para cada um dos artesãos mestres dos estados que compõem a região Nordeste e que se destacam por seus trabalhos, um bumba-boi de um metro de comprimento e um chapéu, ambos bordados com canutilhos e fitas coloridas, peças de bumba-boi em miniaturas souvenir, além de peças de embarcações, também em miniaturas.
O superintendente de Artesanato do Maranhão, Carlos Martins, destacou que a participação na feira representa mais um prêmio ao artesão pelo destaque que vem obtendo ao longo do tempo no segmento. “O Prêmio organizado pela Setur reafirmou o talento do mestre Douglas e decidimos escolhê-lo como representante do estado”, frisou Carlos Martins.
O secretário de Estado do Turismo, Catulé Júnior, classificou as feiras nacionais como grandes vitrines para a promoção e afirmação do artesanato maranhense no cenário nacional.
“As feiras são importantes vitrines de exposição para a produção, e participar desses eventos é colocar os nossos artesãos no mercado, favorecendo a comercialização e incentivando a melhoria constante na qualidade dos produtos apresentados”, destacou Catulé Júnior.

Para Douglas Lopes, a feira é o reconhecimento do trabalho desenvolvido e uma oportunidade de mostrar para outras localidades e mercados as belezas das peças que os artesãos produzem. “Participar de uma feira dessa magnitude é uma forma de reconhecimento de um trabalho árduo e feito com muito esforço. Para nós artesão é sempre uma felicidade ser lembrado para participar desses eventos. Por isso agradeço a Setur pelo apoio e força”, destacou o artesão.

Mais sobre o Mestre Douglas

Natural do município de Apicum-Açu, o mestre Douglas, como é mais conhecido no meio, ganhou destaque e reconhecimento por trabalhar a representação da cultura popular maranhense em seus trabalhos, como os bordados em couro de bumba-boi, peças de peitoral e peitilho em indumentárias de festas juninas feitos com miçangas e canutilhos. Além dos bordados, o artesão confecciona embarcações em miniaturas feitas com o buriti e boizinhos souvenir. A arte de bordar, técnica adquirida pelo ensinamento do pai, quando o mestre Douglas ainda era menino, atualmente é ensinada por ele aos moradores da comunidade do bairro Pirâmide, no município de Raposa.

Sobre o Ceprama

A produção artesanal tem se tornado uma oportunidade de geração de emprego e renda para muitos artesãos. Conhecido como a vitrine do artesanato maranhense, o Centro de Comercialização de Produtos Artesanais do Maranhão (Ceprama) atrai turistas de várias partes do mundo durante o ano inteiro, em busca da riqueza e diversidade das peças encontradas no local. (Fonte Setur)

Leia mais
TURISMO E CULTURA

Comemorando sucesso em 2019, Via Mundo se prepara para a 8º Feira de Intercâmbio 

Com o diretor Antônio Bacelar, ao centro, a galera da Via Mundo na Feira de Intercâmbio do ano passado (foto divulgação)

 

Após fechar o ano de 2019 com grandes conquistas, com a premiação “The Best”, como melhor agência de Turismo e desenvolver o processo inovador da formatura do 9° ano da escola Mapple Bear São Luís, no Canadá, e participar da celebração de 50 anos do Centro Paula Souza, uma instituição paulistana que apoia a capacitação internacional de professores e alunos, a agência Via Mundo está a todo vapor nos preparativos para a 8ª Feira de Intercâmbio.

A Feira, projeto pioneiro que transformou São Luís em centro de referência de intercâmbio do Norte/Nordeste do país, será realizada no dia 7 de março, das 14h às 20h, no Golden Shopping, no Calhau.

O evento tem como objetivos principais, de acordo com o diretor da Via Mundo, Antônio Bacelar Júnior, trazer ao Maranhão diversas instituições de ensino e programas de intercâmbio estrangeiros, aproximando do público local e regional, além de informar sobre oportunidades de estudos no exterior.

Expositores de diversos países como Canadá, Estados Unidos, Suíça, Espanha, França, Irlanda, Reino Unido, Alemanha, Nova Zelândia, Malta e outros participam da feira.

Leia mais