Fecha

LITERATURA

LITERATURA

13ª Feira do Livro de São Luís encerra neste domingo. Veja aqui detalhes e programação

Comandada pelo prefeito Edivaldo Holanda (na foto acima na abertura com sua equipe) a cerimônia de encerramento acontece no Auditório Aluísio Azevedo, a partir das 18h30, no Multicenter Sebrae.

 

Maior evento literário do estado, a 13ª Feira do Livro de São Luís (FeliS) encerra neste domingo, 20, a partir das 18h30, no Auditório Aluísio Azevedo, no Multicenter Sebrae.

Foram 10 dias de programação, das 10h às 22h, entre conferências, palestras, rodas de conversa, lançamentos de livros, contação de histórias e oficinas, com participação de convidados nacionais e locais.

O artista Joãozinho Ribeiro fecha a programação do evento com o Show 40 Anos De Música, às 19h30. Promovida pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior, a FeliS é coordenada pelas secretarias municipais de Cultura (Secult) e Educação (Semed). “A gestão do prefeito Edivaldo acerta em investir em um evento tão rico e importante para o cenário cultural de São Luís como a Feira do Livro”, comenta o secretário municipal de cultura Marlon Botão.

Roda de conversa

Um dos pontos altos do último dia de programação da FeliS é a roda de conversa ‘Mulheres feministas empoderadas e entrelaçadas na diversidade cotidiana’, que acontece no Espaço Mulher, às 15h, com mediação da conselheira emérita do Conselho Municipal da Condição Feminina de São Luís, Laurinda Pinto.

A roda de conversa conta com a participação de representantes do Fórum Maranhense de Mulheres (FMM), União Brasileira de Mulheres (UBM), Marcha Mundial de Mulheres, Articulação de Mulheres da Metropolitana (AMM), Coletivo de Mulheres do Maranhão Ieda Batista, e Mulheres Lésbicas e Bissexuais do Maranhão (Mlésbima).

Também estarão presentes membros da Associação de Mulheres Travestis, Transexuais e Transgênero do Maranhão (Amatra), Associação das Profissionais do Sexo do Maranhão (Aprosma), União Wicca do Brasil, Coletivo de Mulheres Rosas Vermelhas e Ilê Axé Alagbede Olodumare – Fórum de Mulheres de Axé.

Programação de domingo

A programação cultural do último dia de Feira conta com uma roda de Hip Hop comandada por Maxsuel Silva, às 19h30, no Espaço Juventude – Victor Fontenelle; aulão de dança com o professor Clay Carlos, no Palco Livre Felis, às 19h; e uma intervenção com o bloco tradicional Os Guardiões, que vai circular por entre os estandes, às 20h.

O artista Joãozinho Ribeiro fecha a programação do evento com o Show 40 Anos De Música, às 19h30. O compositor e poeta Joãozinho Ribeiro faz, em 2019, 40 anos de carreira musical, e passeia por diversos estilos, como samba, choro, marchinha, forró, cacuriá, tambor de crioula, bumba-meu-boi e blues. Ribeiro nasceu no bairro da Coréia, em São Luís, e possui dezenas de composições gravadas por nomes da música popular maranhense como Cláudio Pinheiro, Beto Pereira, Rosa Reis, Josias Sobrinho e Célia Maria.

Parcerias

A FeliS tem o apoio da Vale, Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) e Gasmar, e tem como parceiros o Serviço Social do Comércio (Sesc), Ministério Público do Maranhão, Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Instituto Federal do Maranhão (IFMA), Academia Maranhense e Ludovicense de Letras, Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão, Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e Consórcio Intermunicipal Multimodal.

Leia mais
LITERATURA

Palestra nesta terça-feira celebra a nova edição de “Os Tambores de São Luís”

Os tambores de São Luís do escritor maranhense Josué Montello, agora em nova edição, tenta retratar as várias fases da História do Maranhão (foto divulgação)

 

Os integrantes do Fotoclube “Poesia do Olhar” farão, às 15h, desta terça-feira, 18, na Casa da Cultura Josué Montello, a palestra “Fotografia como memória e reflexão sobre o patrimônio cultural presente em Os Tambores de São Luís”.

A palestra faz parte da programação da casa para celebrar o lançamento da edição especial (em um box com dois volumes), de “Os Tambores de São Luís”, do escritor maranhense Josué Montello, uma das obras mais importantes da literatura brasileira, publicado em 1975.

Os palestrantes dessa terça-feira, 18, e membros do Fotoclube “Poesia do Olhar”: Márcio Neves, João Maria Bezerra e Márcio Melo.

 

O lançamento da edição especial, com tiragem limitada, aconteceu no último dia 13, na Casa de Cultura José Montello, na Rua das Hortas, com coordenação do escritor e jornalista Wilson Marques, e patrocínio do Grupo Equatorial, via Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

Na Casa, também está exposta uma mostra fotográfica assinada por Edgar Rocha com inspiração Montelliana, e onde a obra recém-lançada encontra-se à venda enquanto durar o estoque.

E mais: ao longo dos meses de junho e julho, a Casa de Cultura JM sediará gratuitamente, e sempre às 15h, diversas palestras sobre “Os Tambores de São Luís”.

Leia mais
LITERATURA

Félix Alberto lança livro de poemas “Filarmônica para fones de ouvido”

Félix Alberto Lima é autor de “O que me importa agora tanto”, lançado em 2015 pelo selo da Editora 7Letras, e membro da Academia Maranhense de Letras. (foto divulgação)

 

 

O escritor Félix Alberto Lima lança nesta quinta-feira, 25, às 19h, na Livraria AMEI, no São Luís Shopping, seu segundo livro de poemas, Filarmônica para fones de ouvido (Editora 7Letras).

Em 114 páginas, a obra reúne 80 poemas, feito armadilhas encomendadas, subvertem a dinâmica da leitura e encandeiam transeuntes desavisados. São poemas com asas que, embora retidos numa estrutura de capítulos, flanam com liberdade “para além das paredes que ouvem e transpiram”.

De acordo com o escritor e crítico literário Tom Farias, que assina o prefácio, a primeira impressão que se tem com a leitura da obra de Félix Alberto é que estamos diante de um poeta que maneja a poesia como o seu instrumento do poder. “Não há outra forma de eu me expressar para dizer do meu encantamento ao abrir e fechar cada página desse livro que já nasce potente, predizendo um destino que revela muito sobre um autor que, experimentando versos de expressão livre, mantem alta sinestesia, comunica e, ao mesmo tempo, dialoga com a modernidade do sentir e do versejar”, argumenta Farias.

A poesia de Félix Alberto não tem compromisso com a forma, não dá expediente nas repartições de estilo. É livre e, ao mesmo tempo, muito bem cerzida, consistente. Segue, verso por verso, bordejando algaravias e oceanos de águas intranquilas, como “cartas de amor floridas que não saíram dos bordéis”.

Os poemas de Filarmônica para fones de ouvido também enxergam o cheiro dos lírios e com sutileza captam a sonoridade que geme no esconderijo da palavra. São dez livros dentro de um mesmo livro por onde escampam silêncios e a incerta lírica selvagem do autor.

Leia mais
LITERATURA

Daniel Blume é eleito para o PEN Clube do Brasil e lança “Resposta ao Terno” em Portugal

Escritor autografa livro “Resposta ao terno” – detalhe ao lado – lançado ontem no Café Martinho da Arcada, em Lisboa, Portugal.

 

Sobe cada vez mais a estrela do advogado e escritor maranhense Daniel Blume Pereira de Almeida, no cenário da literatura local, nacional e internacional. O ilustre advogado (que está em Portugal para prosseguir o seu mestrado), acaba de ser eleito para o quadro de membros efetivos do PEN Clube do Brasil, por meio de indicação dos escritores maranhenses José Sarney (ABL) e Ana Luiza Almeida Ferro (AML), onde deverá tomar posse assim que chegar ao Brasil.

A sugestão foi aprovada pelos integrantes do octagenário sodalício literário, a exemplo de Nélida Pinõn, Paulo Coelho, Carlos Nejar, Arnaldo Niskier e Jô Soares.

O PEN Clube do Brasil, fundado na cidade do Rio de Janeiro no dia 2 de abril de 1936, para quem não sabe, é uma organização de escritores empenhada na defesa da liberdade de expressão e nos direitos e valores humanistas.

Nesta quarta-feira, 11, no Café Martinho da Arcada, Praça do Comércio, em Lisboa, Blume lançou a sua mais recente obra “Resposta ao Terno”, que também recebeu os aplausos do escritor português Artur Anselmo, presidente da Academia das Ciências de Lisboa, instituição portuguesa equivalente a Academia Brasileira de Letras, a quem presenteou um exemplar do livro no início desta semana.

Também procurador do Estado, membro efetivo do Instituto dos Advogados Brasileiros e titular da cadeira de número 15, na Academia Ludovicense de Letras, Blume em “Resposta ao Terno” (que levou três anos para ser concluído e reúne 124 poemas, divididos em 202 páginas), tenta explicar o que, às vezes, não tem resposta. No final de junho, o escritor maranhense também deu mais um motivo de orgulho para o Maranhão, tomando posse como titular da cadeira de nº 67 da Academia Internacional de Cultura (AIC), em Brasília (DF), passando a integrar essa importante instituição cultural da qual o escritor maranhense Ferreira Gullar é patrono.

 

Leia mais
LITERATURA

Jornalista Antônio Melo prepara lançamento do livro “A Vingança” para o próximo dia 16 no São Luís Shopping

Passagens por São Luís a trabalho e boas amizades, fizeram o jornalista, potiguar de Natal Antônio Melo, escolher a capital maranhense para lançar seu livro “A Vingança” em sua estreia como escritor. (foto divulgação)

 

Personagens reais e fictícios fazem parte do romance “A Vingança”, de Antônio Melo, que conta a história que não existiu de realidades vivenciadas no Brasil. O lançamento será no próximo dia 16, das 19h às 21h, em evento aberto ao público, na Associação Maranhense de Escritores Independentes (AMEI), no Shopping São Luís.

A trajetória profissional do jornalista e escritor, Antônio Melo, que incluiu coberturas como da ditadura militar, Guerrilha do Araguaia, e, no marketing político, a realização de campanhas nacionais e internacionais, o possibilitou fazer relações entre a política, a polícia, o empresário, o mundo da pistolagem e a prostituição em sua obra.

Antônio Melo é jornalista, tendo trabalhado a maior parte da sua vida profissional no Jornal do Brasil, Folha de São Paulo, Veja e O Globo.

Depois que deixou o jornalismo, enveredou pelo marketing político no comando de campanhas de governador e prefeito por praticamente todos os estados do Brasil e presidenciais em alguns países da América Latina.

Leia mais
LITERATURA

Prefeitura promove tarde de autógrafos e contação de histórias no mês do Livro Infantil

Escritor Wilson Marques participa de tarde de autógrafos em escola municipal estimulando a leitura entre os alunos (foto Fabrício Cunha)

 

Para marcar o Dia Internacional do Livro Infantil, celebrado nesta segunda-feira, 2, escolas da rede municipal realizaram diversas atividades lúdicas e brincadeiras voltadas para as crianças.

As ações foram desenvolvidas pela Prefeitura de São Luís, por meio Secretaria Municipal de Educação (Semed). As contadoras de histórias e o escritor de livros infantis Wilson Marques alegraram os alunos da Educação Infantil da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Luís Martins, no bairro Bom Milagre.

Para o secretário de Educação, Moacir Feitosa, as atividades lúdicas e recreativas complementam e estimulam o aprendizado, pois valorizam a interação entre pares e aguçam o imaginário infantil. “É louvável o trabalho que a Coordenação do Livro Didático tem desenvolvido na gestão do prefeito Edivaldo. Cerca de duas mil e quinhentas crianças já receberam o livro autografado das mãos de Wilson Marques”, diz Moacir Feitosa. Segundo ele, até o final deste ano, mais de cinco mil crianças serão alcançadas pelo projeto “Resgate e valorização dos autores maranhenses”, mantido pela Semed.

O escritor Wilson Marques falou da grandiosidade do projeto para a literatura e também para a cultura do Maranhão, já que muitos escritores, inclusive ele, retratam lendas, costumes e lugares comuns de São Luís e do interior do Estado. “Sinto-me honrado em ter sido chamado para fazer parte deste projeto tão bonito e de grande alcance”, declara Wilson, que afirma já ter a caminho um novo projeto de literatura para crianças. Ele está escrevendo um livro infantil que retrata o bumba meu boi e um pouco mais da cultura maranhense.

A coordenadora do Livro Infantil, Sinara Coelho Lima Rodrigues, informa que durante todo o mês de abril – mês do Livro Infantil – as contadoras de histórias da Semed estarão em escolas públicas municipais da zona urbana e rural para levar brincadeiras e atividades lúdicas para as crianças. (fonte Agência São Luís)

Leia mais
LITERATURA

Prefeitura abre inscrições para lançamento de livros durante 11ª Feira de Livros de São Luís

Para o secretário Municipal de Cultura, Marlon Botão, o lançamento de livros é um dos mais importantes espaços da 11ª Feira do Livro de São Luís. “Através dessa iniciativa, podemos oportunizar uma estrutura adequada, sem qualquer ônus ao escritor”. (foto divulgação)

 

A Secretaria Municipal de Cultura (Secult) divulgou nesta sexta-feira, 6, a chamada pública nº 01/2017 para inscrição de escritores maranhenses para lançamento de livros durante a 11ª Feira do Livro de São Luís – Felis.

O evento, que tem a parceria do Governo do Estado, será realizado no período de 10 a 19 de novembro, na Praia Grande. Serão disponibilizadas 54 vagas para lançamento de obras literárias, que acontecerão no “Espaço de Lançamento” da Feira.

 

Os interessados devem realizar a inscrição entre os dias 9 e 20 deste mês, a partir de formulário disponível no site da Prefeitura de São Luís, http://www.saoluis.ma.gov.br, devidamente preenchido, que deverá ser entregue na sede da SECULT, localizada na Rua do Mocambo, nº 253 – Centro.

Além disso, os autores devem entregar um exemplar da obra à Secretaria Municipal de Cultura, que posteriormente será doado à Biblioteca Pública Municipal José Sarney.

Vale destacar que as 54 vagas disponibilizadas englobam apenas livros publicados no ano de 2017. Caso o número de inscrições recebidas não seja suficiente para cobrir essa quantidade, as inscrições de lançamentos e relançamentos de anos anteriores serão aceitas.

As sessões de lançamentos terão duração de, no máximo, 40 minutos, e serão sequenciadas pela sessão de autógrafo com o mesmo tempo de duração. Os autores que tiverem interesse em escolher a melhor data e horário para seu lançamento poderão, no ato da entrega da ficha de inscrição, indicar a sua preferência.

A lista de autores inscritos na chamada pública será divulgado na página da Prefeitura de São Luís na internet, através do site http://www.saoluis.ma.gov.br, a partir do dia 24 de outubro de 2017.

11ª Feira do Livro de São Luís

A Feira do Livro de São Luís (FeliS), que será realziada em parceria com o Governo do Estado, tem o objetivo de fomentar a tradição literária e cultural da capital maranhense, propiciar o maior acesso ao livro, estimular a formação de novos leitores e incentivar as cadeias produtivas em torno do livro e da mediação da leitura. O evento foi criado pela Lei Municipal no 4.449, em 11 de janeiro de 2005.

Este ano, na sua 11º edição, a FeliS tem como patrona a escritora maranhense Maria Firmina dos Reis, primeira romancista brasileira que este ano completa 100 anos de falecimento.

A cada edição, a FeliS é organizada em torno de uma temática construída coletivamente entre as diversas instituições parceiras na formatação do tema, definição do nome de patrono, eixos temáticos, planos de divulgação, apoio institucional, estratégias de viabilização, projeto arquitetônico e ambiental.

A escritora maranhense Maria Firmina dos Reis ganhou notoriedade por sua ousadia, originalidade e pioneirismo no cenário literário nacional destacando-se como contista, folclorista, poetisa, abolicionista, compositora e primeira romancista brasileira.

A Feira lançará um olhar para vida e obra da romancista negra que abordou temas complexos para o contexto social em que viveu, subvertendo uma ordem imposta que segregava a mulher. além de refletir sobre a literatura feminina.

Leia mais
LITERATURA

Atores da Rede Globo estarão presentes no projeto “Lê Pra Mim?” a partir desta terça-feira

O projeto que incentiva o prazer da leitura entre crianças, volta a São Luís e terá leitores famosos como os atores da novela Novo Mundo, Renan Monteiro e Isabella Dragão. (fotos divulgação)

 

Começa nesta terça-feira, 3, na Biblioteca Benedito Leite, o projeto “Lê Pra Mim?” com apresentação de livros de autores como Ruth Rocha, Ziraldo e Ilan Brenman. O evento prossegue até quinta-feira, 5, e vai contar ainda com as presenças especiais dos atores da novela “Novo Mundo”: Renan Nascimento e Isabella Dragão,

Potencializar a experiência da literatura entre as crianças é o grande diferencial do projeto idealizado pela atriz Sônia de Paula e pelo produtor Marcelo Aouila há sete anos.

Em 21 edições, a atividade sociocultural já circulou por cidades como Rio de Janeiro, Brasília, Salvador, Juiz de Fora, Teresina, Belo Horizonte, Porto Alegre, São Luís e Belém.

De São Luís vão participar ainda; a apresentadora Carol Carvalho; a medalhista olímpica de canoagem Ana Sátila; os atores da peça Pão com Ovo: Lauande Aires e Cesar Boais; o cantor Marcus Duailibe; a diretora da biblioteca Aline Nascimento; os escritores de livros infantis Joaquim Haickel, Anízia Nascimento, Sharlene Serra e Déa Alhadeff, entre outros.

Serão quatro sessões na terça às 9h, 10h, 14h e 15h. Na quarta e na quinta, em 3 horários: 9h, 10h e 14h, totalizando 10 encontros literários.

Leia mais
LITERATURA

Cidinho Marques faz lançamento nacional hoje em São Paulo do Livro “Pensando fora do ego”

Cidinho Marques, na foto com o cirurgião vascular Dr. Paulo Ribeiro e Adriana Vieira, alunos do Curso de Gestão da Emoção, ministrado por ele antes de embarcar para SP. (foto Danielle Vieira)

 

“Pensando Fora do Ego” é o título do novo e instigante livro do educador, pesquisador, neuroCoach e autor Cidinho Marques, cujo lançamento se dará primeiro de forma nacional em São Paulo nessa quarta-feira, 28,  às 18h30, na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi.

Mas mesmo bem antes de seu lançamento, a obra já fazia sucesso com vendas on line, e em agosto, terá lançamento especial em São Luis. Essa é a terceira obra de Cidinho Marques, com edição nacional pela Literare Books.

Mais que um livro, trata-se de um convite ao auto-conhecimento, com reflexões importantes sobre espiritualidade e equilíbrio emocional, valores que são hoje os ativos mais importantes da humanidade nesses tempos de caos coletivo.

Leia mais
LITERATURA

Escritora Sônia Almeida faz lançamento duplo nesta quinta-feira na AML

Em noite que promete ser concorrida, a escritora Sônia Almeida promete encantar seus leitores e seu vasto círculo de amizade com duas obras de grande qualidade literária.

 

A professora da Universidade Federal do Maranhão e titular da cadeira de nº 20 na Academia Maranhense de Letras (AML), Sônia Almeida, agita a cena cultural da cidade nesta quinta-feira, 22.

Na sede da AML, às 19h, ela comanda noite de autógrafos para o lançamento de suas mais recentes obras: “A língua e a árvore: uma herança com chão e tempo” e “Palavras herdadas: sobre o Português como língua de herança”. Nesse último, ela divide a autoria com Andréa Menescal. Ambos são editados pela Editora da UFMA – EDUFMA.

A obra “Palavras herdadas: sobre o Português como língua de herança” tem cunho científico e é fruto de uma pesquisa realizada pela autora sobre o ensino de português fora do Brasil, quando fez seu pós-doutorado na Ruhr Universitat Bochum (Alemanha).

Vale adiantar que os dois novos livros da escritora também serão lançados em Brasília no próximo mês de agosto, no 1° Congresso Mundial de Línguas de Herança. Em setembro, é a vez da obra ser lançada no Consulado Geral do Brasil na Alemanha.

Leia mais