Fecha

Economia e Negócios

Economia e Negócios

Alphaways Investments está entre os 20 melhores escritórios de investimentos do país

Há nove meses atuando no segmento, a Alphaways já se consagra entre os destaques nacionais. Acima registro feito na inauguração do escritório, em outubro de 2019 (foto/Divulgação)

 

O escritório maranhense Alphaways Investimentos, especializado em assessoria de investimentos de alta renda, agora faz parte do hall das 20 empresas do segmento com melhor desempenho entre as credenciadas à XP Investimentos que possuem até dois anos de atuação no mercado. A novidade foi divulgada há poucos dias em uma cerimônia virtual, promovida durante a programação da Expert XP 2020, um dos maiores eventos de investimentos do mundo.

Atuando no ramo de investimentos há nove meses, o escritório, comandado pelo CEO Nazareno Lima, já vinha se destacando no cenário nordestino e agora sobressai entre os principais grupos de assessores de investimento do país. Um feito que, para Lima, representa o reconhecimento de todo o esforço e empenho do time Alphaways, que se mantêm dedicado a atingir um objetivo comum: ajudar seus clientes, de forma personalizada, a investirem com segurança.

O reconhecimento

“Ser premiado pelo que você faz, mostra que você está no caminho certo. Saber que o nosso trabalho é reconhecido pela instituição financeira que mais cresce na América Latina, nos deixa ainda mais motivados a fazer melhor. Entrar para o S20 tão cedo é uma conquista muito valorosa, nosso sentimento é de pura gratidão e a certeza que temos é de que precisamos evoluir continuamente, porque o que fazemos é mais que uma missão do negócio, é nosso propósito de vida”, ressaltou o assessor de investimentos e CEO na Alphaways.

A seleta lista, conhecida como S20, destaca os escritórios e profissionais credenciados à XP que mais mostraram resultados e engajamento com os clientes. A renomada premiação, tida como um dos momentos do ano mais esperados pelos os assessores, faz parte do Brazil Advisor Awards, cerimônia que integra a Expert XP e conta com 14 categorias. Além da Alphaways, apenas outros dois escritórios nordestinos foram premiados na edição deste ano.

Leia mais
Economia e Negócios

Grupo Solum seleciona pequenas e médias empresas para receber investimentos

Rodrigo Fiszman é sócio-fundador da Solum Participações (foto divulgação)

 

O Grupo Solum está com inscrições abertas até 16 de agosto para pequenas e médias empresas (PMEs) que buscam investidores. Serão selecionados 30 negócios que receberão investimentos que podem variar de R$ 1 milhão a R$ 10 milhões, por meio de financiamento ou compra de participação acionária minoritária. Para se candidatar, a empresa precisa ter tido faturamento acima de R$ 3 milhões em 2019 e atuar nos setores de educação, saúde, tecnologia, varejo, alimentos, agrícola, pet e serviços.

Os interessados encontram mais informações e podem preencher formulário  através do linkhttp://lp.gruposolum.com.br/solum-attract. Os selecionados para a segunda etapa serão anunciados no dia 18 de agosto, quando começará o processo mais detalhado de análise para conhecer melhor as empresas e empresários por trás dos negócios. Ao final dessa etapa serão definidos os finalistas e negociados os termos de investimento.

As empresas selecionadas também contarão com benefícios exclusivos e mentoria do time de especialistas do Grupo Solum. Os empreendedores terão acesso a ferramenta para padronizar reports de resultados; simplificar relatórios; customizar e controlar painel de indicadores; gerir quadro societário; gerenciar a agenda de reuniões e atividades dos conselhos administrativos; organizar e calcular valuation.

Sobre o Grupo Solum

O Grupo Solum é uma holding que conecta empresas e investidores, e impulsiona o desenvolvimento do mercado de pequenas e médias empresas no Brasil. No ano passado, a Solum anunciou o lançamento de um Venture Capital focado em PMEs. Ao selecionar as PMEs que receberão os aportes, o time de gestão tem interesse por um grupo amplo de setores, focando em negócios que não nasceram necessariamente tecnológicos ou atuam na nova economia. O objetivo da gestora é encontrar oportunidades em mercados pulverizados, no qual nenhum participante tenha mais que 30% de market share. O grupo também tem um olhar especial para segmentos defasados, se comparados à mercados desenvolvidos.

Leia mais
Economia e Negócios

Mesmo com a pandemia mais de 7.200 novos negócios foram abertos no Maranhão

O Maranhão alcançou a marca de 270.056 empresas ativas, o que corresponde a um crescimento de 115% em relação a 2014, quando o Estado possuía pouco mais de 125 mil empresas registradas. Além disso, apesar da pandemia do novo coronavírus, 7.224 novos negócios foram abertos no Estado durante o período de isolamento, compreendido entre abril e junho de 2020.

Os números que apontam a forte dinâmica empreendedora do Maranhão nos últimos anos, foram apresentados na primeira edição do Boletim Empresarial, relatório elaborado pela Junta Comercial do Maranhão (Jucema), autarquia vinculada à Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), que lista os principais indicadores da atividade empresarial no Estado.

O levantamento inclui, por exemplo, dados municipais e setoriais de aberturas de empresas, bem como o panorama de empregos, com base nos índices do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia.

De acordo com o Boletim, o Maranhão registrou balanço positivo na abertura de empresas entre janeiro e junho de 2020, com um total de 17.607 empresas abertas durante um primeiro semestre marcado pelas restrições impostas pela crise epidemiológica. O número representa retração de apenas 1,4% em relação ao mesmo período de 2019.

Dados detalhados e transparência

De forma detalhada e explicativa, o relatório também revela que o setor de serviços foi essencial para amenizar os impactos do surto de Covid-19, com destaque para as contratações no setor da saúde e a continuidades de obras públicas do Governo do Estado. Só para se ter uma ideia, foram mais de 1.830 novos postos de trabalho gerados apenas em atividades de apoio à gestão de saúde.

Para o presidente da Jucema, Sérgio Sombra, o Boletim Empresarial é essencial para a classe empresarial, já que aponta informações importantes que podem ajudar o setor produtivo a “tomar decisões de forma mais assertiva”.

“O Boletim Empresarial é uma compilação, com dados atualizados, que apresenta estatísticas, todas comentadas, que possibilitam aos leitores mais recursos para avaliar e interpretar os números apresentados. Diante o momento de adversidade econômica, o relatório se constitui como mais um instrumento que pode ajudar na implantação de novas empresas no Estado, geradoras de emprego e renda, tão necessários nesse momento de dificuldade econômica que o país atravessa”, avalia Sérgio Sombra.

A previsão da Jucema é que este tipo de Boletim seja publicado a cada três meses, reforçando o compromisso do Executivo Estadual com a transparência. Na primeira edição o Boletim Empresarial, os leitores podem ter acesso aos números de abertura mensal de empregos por municípios e por bairros de São Luís. O relatório também traça um perfil empresarial dos municípios e da capital maranhense por setor, bem como os índices de fechamento de empresas.

O Boletim Empresarial de junho de 2020, como panorama completo do setor empreendedor do Maranhão está disponível no site www.portal.jucema.ma.gov.br. (Fonte Governo do Estado)

Leia mais
Economia e Negócios

Que tal investir em empresas que não estão na Bolsa? Tem curso online surgindo para ensinar isso

Aulas virtuais da primeira turma vão acontecer a partir do dia 25 de julho e serão ministradas por nomes conhecidos do mercado, como Pedro Janot, Rodrigo Fiszman (foto) e Patricia Stille (Reprodução)

 

Onde investir em tempos de crise e juros baixos? Como analisar e escolher as melhores empresas privadas – que não estão listadas na Bolsa de Valores – para investir de forma segura? Questões como estas são discutidas no curso “Além da Bolsa”, promovido pelo Grupo Solum, holding que conecta empresas e investidores, e impulsiona o desenvolvimento do mercado de PMEs no Brasil. O objetivo é ensinar sobre como funciona o mercado de Private Equity e Venture Capital para investidores que querem ir além do convencional, diversificando seu patrimônio, em um curso que contará com análises de cases, discussões em conjunto e mentoria.

As aulas da primeira turma vão acontecer de forma 100% virtual, a partir do dia 25 de julho, por meio da plataforma Eduzz. Serão mais de 12 horas de curso, que poderão ser feitas pelo período de duas semanas. O investimento é de R$ 1.979.

“Hoje, mais do que nunca, é preciso pensar em novas alternativas para potencializar retornos no longo prazo. Um bom caminho é alocar capital em participações de empresas privadas promissoras. Tempos de crise são sempre difíceis, mas é justamente nos cenários de menor previsibilidade que surgem grandes chances de fazer bons negócios”, comenta Rodrigo Fiszman, sócio-fundador do Grupo Solum e um dos mentores do curso. “A indústria de Venture Capital já se consolidou nos Estados Unidos e é bem conhecida pelos investidores americanos. No Brasil, esse mercado cresceu dez vezes nos últimos dois anos e continua sendo bastante promissor”, acrescenta. Mais informações e inscrições no site www.alemdabolsa.com.

Leia mais
Economia e Negócios

Reabertura de bares e restaurantes é tema de debate virtual hoje no “Conexão ACM”

No debate estarão: Gustavo Araújo (da Abrasel MA), Francisco Neto (dos restaurantes Flor de Vinagreira e Feijão de Corda), Edmilson Diniz (da Vigilância Sanitária Estadual) e  Luis Walter Muniz (do Sebrae-MA) (foto divulgação)

 

A Associação Comercial do Maranhão (ACM), estreia nesta quarta-feira, 8, em seus canais digitais, o Conexão ACM. De acordo com o presidente da entidade, Cristiano Barroso Fernandes, trata-se de um fórum de debates que reunirá, semanalmente, especialistas que discutirão temas de interesse do empresariado.

Com transmissão ao vivo e simultânea, a partir das 19h, no Youtube, Instagram e Facebook, o Conexão ACM desta semana tem como tema principal “O Novo Normal nos Bares e Restaurantes”. Participam do debate Gustavo Araújo, da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel/MA); Francisco Neto (dos restaurantes Flor de Vinagreira e Feijão de Corda); Edmilson Diniz, da Vigilância Sanitária Estadual e Luis Walter Muniz, do Sebrae.

A mediação do Conexão ACM ficará por conta presidente do Conselho da Mulher Empresária, Jacira Quariguasi Haickel (leia-se Blue Tree Towers São Luís).

A propósito: A ACM, após mais de 100 dias com seu atendimento presencial na sede da entidade suspenso, como forma de conter a transmissão do novo coronavírus (Covid-19), retomou suas atividades na última segunda-feira, 6, com regime de horário diferenciado, das 8h às 14h, de segunda a sexta-feira.

Leia mais
Economia e Negócios

Endividamento em São Luís alcança marca recorde em junho, diz Fecomércio (MA)

O presidente da Fecomércio MA, José Arteiro da Silva: “reabertura gradual do comércio, nas últimas semanas em São Luís, foi marcada por um fraco desempenho do volume de vendas” (Foto/divulgação)

 

Reflexos da pandemia e as restrições de renda das pessoas em São Luís resultam na aceleração do endividamento e da inadimplência, aponta pesquisa da Fecomércio-MA. O nível de famílias de São Luís que possuem algum tipo de dívida alcançou a maior marca neste mês de junho desde o ano 2011, de acordo com a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), realizada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA).

Com o índice de endividamento registrado em 79,1% das famílias ludovicenses, a pesquisa destaca que a contratação de novas dívidas cresceu +8,06% em relação ao mês de maio e +37,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

Para o presidente da Fecomércio, José Arteiro da Silva, os números mostram que as famílias estão tendo que buscar o crédito para financiar suas despesas correntes e seu nível de consumo. “Restrições na circulação da renda estão sendo observados nos resultados da pesquisa, uma vez que as famílias foram obrigadas a lançar mão de fontes de financiamento, como o cartão de crédito, para manter seu consumo essencial, tal como alimentos, medicamentos, materiais de limpeza, higiene pessoal, entre outros produtos considerados essenciais”, explica o presidente.

Inadimplência

Do total de famílias com dívidas, 31,5% afirmam que possuem pelos menos uma conta em atraso neste mês de junho, ou seja, estão em situação de inadimplência. Esse índice é o maior dos últimos doze meses, apresentando elevação de +17,5% na comparação com o mês anterior e de +3,2% sobre o nível registrado no mesmo período de 2019. Os principais tipos de dívidas apresentadas pelos consumidores ludovicenses neste mês estão concentradas no cartão de crédito (65,5%) e nos carnês de lojas (25,5%).  O tempo médio de atraso dessas dívidas é de 48,6 dias. Atualmente, a pesquisa da Fecomércio-MA estima que a média de parcelamento das dívidas é de 6 meses e o percentual de comprometimento da renda do consumidor com essas dívidas é de 32%.

“A reabertura gradual do comércio, nas últimas semanas em São Luís, foi marcada por um fraco desempenho do volume de vendas. Ainda existe uma preocupação do consumidor quanto ao futuro da sua renda. O aumento da inadimplência e redução da renda dos ludovicenses são fatores que preocupam o comércio nesta retomada das atividades”, finaliza o empresário José Arteiro da Silva.

Leia mais
Economia e Negócios

Ações do Senac contribuirão com a retomada às atividades econômicas no Maranhão

O Senac fará a doação de 6 mil máscaras para reforçar as medidas de proteção individual contra o novo coronavírus (COVID-19). (foto divulgação)

 

Diante da necessidade de retomada às atividades econômicas, o Senac se programa para realizar diversas ações de fortalecimento à reabertura do comércio em todo o Maranhão, considerando as nova regras e formas de funcionamento dessas atividades. Um dos objetivos da instituição é preparar as equipes de trabalho para essa nova realidade, capacitando os funcionários das empresas do comércio de bens, serviços e turismo, com orientações técnicas e protocolos que possibilitem aos mesmos, a realização de tarefas com segurança e riscos mínimos, tanto para eles, quanto para os clientes.

A iniciativa prevê a doação de 6 mil máscaras de proteção e uso individual, produzidas em tecido, nos laboratórios de modelagem do Senac nos municípios de São Luís, Imperatriz, Bacabal, Santa Inês e Timon. Instituições carentes desses municípios serão as principais beneficiadas com a ação.

Programa Senac Comércio

Outra ação de destaque é a oferta de uma programação gratuita de cursos voltada para empresas, com base no Programa Senac Comércio, um conjunto de formações continuadas desenvolvidas para acompanhar as tendências e inovações desta área, e contribuir para a retomada da empregabilidade no setor de comércio, bens, serviços e turismo. “É hora de restabelecer a relação de confiança entre empresas e consumidores, através da oferta de serviços de qualidade baseados em conhecimentos e comportamentos adotados em conformidade com órgãos e autoridades em saúde de âmbito mundial e nacional”, destacou o Diretor Regional do Senac no Maranhão, Ahirton Lopes.

Ao todo, serão 1.485 vagas gratuitas para empresas no Maranhão, nos cursos de “A arte de se comunicar e de vender mais”, “E-commerce: vendendo no comércio eletrônico”, “Estratégias de negociação para vendedor”, “Inteligência emocional e vendas”, “Ferramentas de marketing digital”, “Prospecção de clientes: identifique seus clientes potenciais”, “Boas Práticas para Serviços de Alimentação”, “Técnicas Básicas para Garçom”, e “Técnicas e Protocolos de Sanitização de Ambientes e Instalações em Meios de Hospedagem – protocolos pós-COVID19”. Os cursos possuem curta duração e as cargas horárias variam entre 15h e 42h.

Todas as aulas remotas dos cursos serão desenvolvidas em plataforma digital Google Classroom. Para os cursos, serão beneficiadas empresas de São Luís, Imperatriz, Caxias, Bacabal, Santa Inês, Balsas e Timon.

Leia mais
Economia e Negócios

Maranhão encerra primeiro trimestre com 424 mil desempregados

A taxa de desocupação do Maranhão, no primeiro trimestre de 2020, foi de 16,1%, registrando aumento de 4 pontos percentuais (p.p.) em relação ao trimestre anterior (12,1%). Maiores taxas de desemprego foram observadas na Bahia, 18,7%, Amapá, 17,2%, e Alagoas, 16.5%, enquanto as menores foram observadas em Santa Catarina, 5,7%, e Mato Grosso do Sul, 7,6%. Em números absolutos, a quantidade de pessoas desocupadas no Maranhão aumentou em cerca de 100.000 indivíduos entre o 4° trimestre de 2019 e o 1° trimestre de 2020.

Período Brasil Nordeste Maranhão
1º trim 2020 12,2% 15,6% 16,1%
4º trim 2019 11,0% 13,6 12,1%
1º trim 2019 12,7% 15,3% 16,3%

 

Em todas as UFs, a taxa de desocupação das mulheres foi maior que a dos homens, sendo que, no Maranhão, essa taxa para as mulheres foi de 18,7%, enquanto para os homens foi de 14,7%. A maior taxa de desemprego para as mulheres, dentre as UFs, foi na Bahia, na ordem de 22,3%. No recorte feito sob o critério de cor/raça, as populações preta e parda apresentaram números percentuais mais elevados que a população branca.

 

Recorte territorial Branca Preta Parda
Brasil 9,8% 15,2% 14,0%
Nordeste 13,0% 18,4% 15,9%
Maranhão 13,4% 16,8% 16,7%

 

A taxa composta de subutilização da força de trabalho (percentual de pessoas desocupadas, subocupadas por insuficiência de horas trabalhadas e na força de trabalho potencial em relação a força de trabalho ampliada), no 1º trimestre de 2020, no Maranhão, foi de 41,9%, número menor apenas que o do estado do Piauí, 45,0%. No Brasil, esse indicador apresentou taxa de 24,4%.

Dentro da composição subutilização da força de trabalho estão os desalentados, e, no Maranhão, esse número aumentou em relação ao trimestre anterior. No 1º trimestre de 2020, esse número foi de cerca de 572.000 pessoas. No Brasil, como um todo, havia, nesse mesmo período, cerca de 4.770.000 pessoas em situação de desalento, situação caracterizada fundamentalmente pela desistência de procura por trabalho, embora, caso apareça emprego, a pessoa está à disposição. A Bahia é a UF com maior número de desalentados: 778.000 pessoas. Já o percentual de desalentados (total de desalentados sobre o total da população na força de trabalho e desalentada), chegou, no Maranhão, no 1º trimestre de 2020, a 17,8%, bem maior que a média Brasil, que foi de 4,3%.

Enquanto no 1º trimestre de 2020, do total de pessoas ocupadas no setor privado, no Maranhão, 51,6% não tinham carteira de trabalho assinada, no 4º trimestre de 2019, esse percentual era de 52,4%. Observando o trabalho doméstico, o percentual de empregados sem carteira de trabalho assinada no Maranhão foi de 89,7% no 1° trimestre de 2020, enquanto, no trimestre imediatamente anterior, foi de 87,3%. Construindo um proxy mais geral sobre informalidade, quando além do setor privado e do trabalho doméstico, inclui-se informalidade em outras posições na ocupação, como empregadores e trabalhadores que atuam como conta própria sem CNPJ, além de trabalhador auxiliar familiar, temos os seguintes números para Brasil, Nordeste e Maranhão:

 

Recorte Territorial 1° trim 2020 4º trim 2019
Brasil 41,0% 39,9%
Nordeste 53,8% 52,6%
Maranhão 60,7% 61,2%

 

Para esse indicador, que é um proxy geral de informalidade, o Maranhão (60,7%) teve o segundo maior percentual no ranking dos estados, atrás apenas do Pará (61,4%). A menor taxa percentual foi observada em Santa Catarina, 27,9%. Os ocupados no Maranhão, no 1° trimestre de 2020, totalizaram 1.354.000 na situação de informalidade. No que concerne à taxa de contribuição previdenciária, do total de pessoas ocupadas no Maranhão, 62,2% (1.375.000) não contribuíram no 1º trimestre de 2020 para instituto de previdência. No Brasil, o percentual de ocupados não contribuintes de instituto de previdência foi de 36,4%, formando um contingente de 33.799.000 pessoas.

Os trabalhadores por conta própria no Brasil, no 1º trimestre de 2020, alcançavam 26,2% do total de pessoas ocupadas, redundando um montante de 24.159.000 trabalhadores nessa condição, também conhecida como trabalho autônomo. No Maranhão, esse percentual era de 32,8%, gerando uma força de trabalho nessa posição de 724.000 pessoas. As UFs com maiores percentuais de trabalhadores na condição de conta própria eram Amapá, 39,5%, e Pará, 35,2%. A UF com menor percentual de pessoas nessa posição de ocupação é o Distrito Feral, 19,3% do total de pessoas ocupadas.

No Maranhão, do total de pessoas desocupadas, isto é, que estavam desempregadas, mas que procuraram emprego, no 1º trimestre de 2020, 30,3% estavam a procurar trabalho há dois anos ou mais. Esse percentual, no Brasil, era de 23,9%, e no Nordeste, de 26,5%. Trabalhando com números absolutos, esses 30,3% no Maranhão representavam 129.000 pessoas. No Brasil, 3.075.000 pessoas e no Nordeste, 1.020.000.

O rendimento médio real habitualmente recebido pelas pessoas ocupadas, levando-se em conta todos os trabalhos, no Maranhão, foi de R$1.409,00, montante superior apenas ao registrado no Piauí, que foi de R$1.401,00. No Brasil, esse tipo de rendimento foi de R$2.398,00. Esses números para Maranhão e Brasil apresentaram estabilidade em relação ao 4º trimestre de 2019, embora no caso do primeiro, houve leve tendência de oscilação positiva.

Mais sobre o assunto

De um modo geral, o trabalhador formal aufere renda maior que o informal. Por exemplo, observando o setor privado, o trabalhador com carteira de trabalho assinada auferiu, no 1° trimestre de 2020, no Maranhão, uma renda praticamente superior em cerca de 100% ao rendimento do trabalhador sem carteira de trabalho assinada: R$1.616,00 e R$790,00, respectivamente. No Brasil, essa diferença era de cerca de 50% a favor dos trabalhadores formais do setor privado em relação aos informais: R$R$2.276,00 e R$1.504,00, respectivamente.

A massa de rendimento real habitual proveniente de todos os trabalhos no Maranhão, no 1º trimestre de 2010, alcançou a quantia de R$3,010 bilhões, sendo menor em R$80 milhões ao montante alcançado no trimestre imediatamente anterior, que foi de R$3,090 bilhões.

Leia mais
Economia e Negócios

Assessoria de investimentos do Maranhão oferece curso sobre mercado de ações

O curso é uma oportunidade ímpar para investidores entenderem melhor como funciona o mercado de investimentos com quem domina o assunto. (foto divulgação)

 

Pela primeira vez disponível on-line, o curso Opções de Ações, da Alphaways Investments, até então exclusivo para clientes da empresa, irá ao ar amanhã, 14, às 19h, de forma gratuita e aberta a toda a comunidade de investidores do país. O conteúdo será ministrado pelos assessores de investimentos Gustavo Matos e Eric Falcão, grandes nomes do segmento no Maranhão.

Para a Alphaways, no momento de alta volatilidade nos mercados, compartilhar o conhecimento, entender o funcionamento destas operações na bolsa e estar mais preparado para seus próximos movimentos, são fatores primordiais para continuar atingindo boa rentabilidade em seu portfólio de investimentos.

O curso é uma oportunidade ímpar para investidores conhecerem mais sobre o mercado de derivativos, o funcionamento das opções de compra e venda e montagem básica de uma operação estruturada e será ministrado por dois grandes nomes do segmento de investimentos do Maranhão, que integram o time Alphaways.

Gustavo Matos, head de renda variável da Alphaways Investments, um dos maiores especialistas do nordeste em operações estruturadas e Eric Falcão, assessor de Investimentos, MBA Broker Global.

As inscrições para o curso Opções de Ações podem ser feitas, gratuitamente, pelo link: https://bit.ly/cursoopçoes-maio. Como confirmação, o inscrito receberá, uma hora antes do início do evento, um e-mail convite para a sala de aula. As vagas são limitadas.

Leia mais
Economia e Negócios

Rede Airton Ótica inaugura loja em Coroatá (MA) e breve lança projeto de franquia

Com 9 anos no mercado óptico maranhense e 10 lojas abertas, a rede Airton Ótica, se prepara para inaugurar a primeira loja em Coroatá (MA).

Presente em todos os shoppings centers da capital, a rede, comandada pelos empresários Airton Oliveira e Franco Sousa, tem ainda uma filial no bairro Bequimão e duas no interior do Ceará (em Senador Pompeu e Milhã).

Fundada em 15 de janeiro de 2011, a Airton Ótica é especializada em óculos e acessórios voltada para o que há de prático e luxuoso, e investe incansavelmente em inovação, criatividade e atendimento para conquistar seus clientes.

A próxima cartada da empresa é lançar o seu projeto de franquias, e know how para isso não falta. Suas lojas em São Luís e no interior do Ceará, comercializam as marcas de maior charme e prestígio do mercado nacional e internacional, a exemplo de Calvin Klein, Ray-Ban, Web Eyewear, Victor Hugo, Mont Blanc, Bylgari, Ralph Lauren, Dolce Gabbana e até as nacionais como Grazi Eyewear (da atriz global Grazi Massafera) e Ana Hickmann (apresentadora de TV).

Os empresários Franco Sousa e Airton Oliveira ao lado das esposas: Jesuilla e Rosenir, com Janaira Nunes (gerente da loja do Golden Shopping, no centro)
Leia mais
Economia e Negócios

Posse de Cristiano Barroso Fernandes na ACM movimenta esta quarta-feira

Na foto, o novo presidente da ACM, Cristiano Fernandes, com o ex Felipe Mussalém e a nova vice-presidente Magnólia Rolim (foto divulgação)

 

O empresário Cristiano Barroso Fernandes será empossado nesta quarta-feira, 5, como novo presidente da Associação Comercial do Maranhão (ACM) com mandato válido para o triênio 2020/2022.

Ele assume a entidade com a missão de atuar em defesa dos interesses dos associados e do empreendedorismo, ampliando a interlocução da Casa junto aos poderes públicos, entidades de classe e instituições privadas.

A cerimônia de posse da nova diretoria deve reunir associados, convidados e autoridades e entidades representativas do setor empresarial. O ato será realizado no Palácio do Comércio, Praça Benedito Leite, Centro, às 19h.

Fernandes assume o compromisso de fazer um trabalho com foco em inovação e na união de forças.  Ao seu lado, ocupando o cargo de vice-presidente está Magnólia Rolim, do Grupo Rolim, a primeira mulher, nos 165 anos de história da entidade, a assumir tal posição.

Aos 42 anos, Fernandes é administrador, com pós graduação em Gestão Empresarial e mestre em Gestão de Empresas, ele atua no grupo Atlântica, Internacional Marítima e Promo3 Eventos.

Na última gestão da ACM, sob o comando de Felipe Mussalém, Fernandes ocupou a vice-presidência para Assuntos do Comércio, capitaneando grandes projetos.

Já a vice-presidente Magnólia Rolim, atua no setor de revenda de combustíveis, pneus e gás de cozinha. Ela tem formação na área de administração de empresas, MBA em Marketing e Gestão Empresarial pela FGV. É filha do empresário João Rolim e junto com o pai comanda os negócios da família.

Leia mais
Economia e Negócios

Definidos piso salarial e regras para o funcionamento do comércio em 2020

Convenções Coletivas reajustam em 4% os salários dos comerciários de São Luís; comércio pode abrir em feriados. (foto divulgação)

 

A Federação do Comércio Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA) e seus sindicatos patronais filiados juntamente com o Sindicato dos Empregados no Comércio de São Luís assinaram, no dia 23 de janeiro, as Convenções Coletivas de Trabalho (CCT’s), que definem as regras para o comércio ao longo de 2020. Após intensas negociações, os termos foram assinados durante reunião realizada entre entidades que representam empregadores e empregados do comércio de São Luís.

As convenções coletivas estabelecem o salário-base dos comerciários, feriados, horários especiais de funcionamento do comércio em datas comemorativas e as normas para as relações de trabalho, abrangendo todos os estabelecimento do comércio lojista em São Luís.

Para 2020, o documento reajusta em 4% os salários dos empregados comerciários da capital e estabelece o piso salarial da categoria em R$ 1.194,65, sendo que no período de vigência do acordo o salário-base dos comerciários não poderá ser inferior ao salário mínimo nacional acrescido de 10%.

“São realizadas várias reuniões para negociação das Convenções Coletivas, que estabelecem as relações de trabalho entre empregados e empregadores definindo e orientando os direitos e obrigações entre as partes. Em 2020, cumprindo a nossa missão de representar e promover o desenvolvimento das empresas do comércio da nossa cidade, avançamos com a possibilidade dos estabelecimentos comerciais poderem funcionar nos feriados, entre outros benefícios negociados”, destacou o presidente da Fecomércio-MA, José Arteiro da Silva.

Para os empregados que exercem a função de Caixa, a Convenção atribui ainda uma gratificação de 17% sobre o salário-base do operador a título de quebra de caixa, ou seja, valor destinado a cobrir os riscos assumidos pelo empregado que lida com manuseio constante de dinheiro.

Em relação ao horário de funcionamento do comércio, o acordo determina que os estabelecimentos comerciais podem funcionar de segunda-feira a sábado em regime de horário livre, respeitando a jornada semanal de cada funcionário que não pode ultrapassar 44 horas de trabalho.

No caso de prorrogação da jornada, o máximo permitido é de duas horas extras diárias que serão pagas com adicional de 60% sobre o valor da hora normal.

O comércio pode funcionar também aos domingos no horário das 8 às 14 horas para os estabelecimentos de rua e das 13 às 20 horas para os localizados nos shopping centers. No entanto, para o funcionamento aos domingos, as empresas terão que adotar um sistema que impeça que o empregado trabalhe mais do que dois domingos consecutivos.

Feriados

Para este ano a Convenção determina que fica facultativo o funcionamento do comércio de São Luís nos feriados federais, estaduais e municipais, à exceção do dia 1º de maio, Sexta-Feira Santa e no Dia de Comerciário. As empresas que tiverem interesse, podem funcionar nos feriados das 8h às 18h (lojas de rua) e das 10h às 22h (shopping), mediante o pagamento de 100% sobre o valor da hora normal, mais gratificação de R$ 60.

A Convenção Coletiva estabelece ainda, que as empresas que optarem pelo funcionamento nos dias de feriado, recolherão ao Sindicato Profissional, mediante guias por ele distribuída, a importância de R$ 10 por empregado que nesses dias forem convocados para o trabalho.

No período carnavalesco, o comércio funcionará no sábado até às 18 horas, reabrindo somente na quarta-feira de cinzas a partir das 13 horas. As empresas situadas nos Shoppings funcionarão até o sábado às 22 horas, reabrindo na quarta-feira de cinzas a partir das 13 horas. A Convenção Coletiva fixa também que não haverá expediente no comércio na penúltima segunda-feira do mês de outubro, dia 19, dedicado às comemorações do Dia do Comerciário e considerado de repouso remunerado para os empregados.

Benefícios

A Convenção trata também sobre outros benefícios para os empregados do comércio, entre eles o Adicional Noturno, que define que o empregado que trabalhar no horário da noite, das 22 às 5 horas, deverá receber adicional de 30% em relação ao valor da hora normal. Sobre o adicional de insalubridade/periculosidade, a Convenção determina que conforme a classificação da atividade, fica assegurado aos empregados o pagamento de 40%, 20% ou 10% do salário mínimo.

No caso das empresas instituírem o uso obrigatório de uniformes, adornos, calçados ou maquiagens, a Convenção prevê que os estabelecimentos comerciais deverão fornecê-los gratuitamente aos empregados. Além disso, o comerciário terá direito ao abono de até duas faltas semestrais no caso de necessidade de acompanhar consulta médica do filho de até 14 anos. Também podem ser abonados até dois dias consecutivos em caso de falecimento de cônjuge, ascendente, descendente ou irmão; até três dias consecutivos em virtude de casamento; e até cinco dias para o empregado que for pai, no decorrer da primeira semana de nascimento do filho.

Saiba mais

Para os empregadores do comércio, as Convenções Coletivas de Trabalho determinam que as diferenças salariais dos meses de novembro e dezembro de 2019, incluindo o 13º salário, devem ser pagas juntamente com os salários do mês e janeiro.

A Convenção abrange as categorias do comércio lojista, atacadistas de drogas e medicamentos, varejistas de material elétrico e eletrodomésticos, varejista de óticas e joalheiros. Não estão abrangidos os varejistas de medicamentos e varejistas ou atacadistas de gêneros alimentícios. Além disso, o desconto da contribuição sindical deve ser realizado somente sobre o salário dos trabalhadores que autorizarem previamente e expressamente o recolhimento.

As íntegras dos termos de Convenção Coletiva estão disponíveis para consulta no site da Federação do Comércio do Maranhão: www.fecomercio-ma.com.br.

Leia mais
Economia e Negócios

Fecomércio-MA e Seinc realizam com sucesso workshop sobre importação da China

O processo de importação e os caminhos para as empresas maranhenses atuarem nesse negócio foram os principais pontos apresentados durante o Workshop “Como importar da China”, realizado nesta terça-feira, 21, pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA) em pareceria com a Secretaria da Indústria, Comércio e Energia do Estado do Maranhão (Seinc).

Na abertura do curso, o vice-presidente da Fecomércio-MA, Antonio de Sousa Freitas, ressaltou a importância do treinamento para os empresários maranhenses. “O nosso objetivo é criar novas oportunidades de negócios e fomentar o desenvolvimento comercial da nossa cidade e do nosso estado. Este workshop torna-se um importante momento para a identificação e formação desses novos empresários que irão criar pontes entre o Maranhão e o resto do Mundo”, destacou o vice-presidente.

Para iniciar o treinamento, o especialista e consultor na área de negócios com a China e a Ásia, empresário, investidor, escritor e palestrante, Lincoln Fracari, apresentou as principais características de importação da China, os principais produtos e motivos para importar.

Durante a apresentação, o especialista pontuou os benefícios chineses, como a infraestrutura voltada para exportação e a ampla escolha de fornecedores. Além disso, explicou sobre a evolução dos produtos da China e as principais dicas para reduzir erros na escolha dos produtos e a importância de ter conhecimento técnico e comercial da compra.

No segundo módulo do workshop, Lincoln Fracari explicou os motivos para começar a importar da China, destacando sobre os preços e fins comerciais, e a questão da flexibilização. O especialista orientou ainda sobre o que o empresário precisa saber para começar a importar, o fluxo de pagamento em uma compra com a China, como encontrar fábrica e fornecedores e como calcular o preço do produto no Brasil.

“O Workshop busca preparar o empresário maranhense sobre o que ele precisa para começar a importar, com muita informação e base para decidir o momento certo para importação. A realização desse treinamento pela Fecomécio e Secretaria da Indústria e Comércio é uma iniciativa fantástica no sentido de trazer conhecimento aos empresários e abrir portas para o crescimento e desenvolvimento do estado”, explicou o especialista Lincoln Fracari.

O Workshop será realizado nesta quarta-feira também em Imperatriz. “São eventos como esse que demonstram a importância da união para o fortalecimento da classe empresarial maranhense. O workshop é uma união de forças entre a Fecomércio e o governo do Estado por meio da Secretaria da Indústria e Comércio do Maranhão”, destacou Luzia Rezende, secretária adjunta da Micro e Pequena Empresa da Seinc.

Leia mais
Economia e Negócios

Fecomércio e Sindicato dos Vigias e Porteiros assinam Convenção Coletiva

No registro, o presidente da Fecomércio-MA, José Arteiro da Silva e o presidente do Sindicato, José dos Santos Batista. (foto divulgação)

 

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA) e o Sindicato dos Vigias, Porteiros, Fiscais e Similares de Empresas Comerciais do Estado do Maranhão assinaram no início desta semana a Convenção Coletiva de Trabalho da categoria profissional com vigência de novembro de 2019 a outubro de 2020

Na ocasião, o presidente da Fecomércio-MA, José Arteiro da Silva e o presidente do Sindicato, José dos Santos Batista, estiveram reunidos para estabelecer as regras trabalhistas que vão nortear a categoria de vigias e porteiros que atuam em estabelecimentos comerciais no Maranhão.

O documento reajusta em 3% os salários de vigias, porteiros ou fiscais de empresas que estejam instaladas no interior do estado e que tenham até dez empregados, e em 4% para os demais estabelecimentos, alcançando os pisos salariais de R$ 1.126,82 e R$ 1.194,65, respectivamente.

No entanto, a convenção estabelece ainda que durante a sua vigência nenhum empregado poderá receber salário inferior ao salário mínimo acrescido de 5% (empresas com até 10 empregados) ou 10% (empresas com mais de 10 empregados), o que garante um gatilho salarial aos empregados no caso de qualquer alteração ou aumento do salário mínimo implementado pelo governo federal ao logo de 2020.

Sobre a jornada de trabalho, a convenção estabelece 44 horas semanais, podendo ser utilizada a escala de 12 horas diárias de trabalho por 36 horas de descanso para o empregado. Em relação às horas extras, o serviço extraordinário será pago com adicional de 55%, podendo ser dispensado esse acréscimo salarial na hipótese de compensação de horário.

Além disso, o trabalho é considerado extraordinário no dia 9 de junho de 2020, dedicado às comemorações do Dia do Porteiro, e o empregado que trabalhar nesse dia deve receber acréscimo de 55% sobre o valor da hora normal.

Mais benefícios

A Convenção Coletiva trata também sobre outros benefícios para os empregados, entre eles define que o empregado que trabalhar no horário da noite, das 22 às 5 horas, deverá receber adicional noturno de 30%. Sobre o adicional de insalubridade, a Convenção determina que conforme a classificação da atividade, fica assegurado aos empregados o pagamento de 40%, 20% ou 10% do salário mínimo.

No caso das empresas instituírem o uso obrigatório de uniformes, adornos, calçados ou maquiagens, a Convenção prevê que os estabelecimentos comerciais deverão fornecê-los gratuitamente aos empregados. Quanto aos cursos ou reuniões de iniciativa do empregador, eles deverão ser realizados durante a jornada de trabalho, se forem fora do horário normal de trabalho, a empresa fica obrigada a pagar hora extra ao empregado.

Outro ponto tratado no documento é a questão da falta do trabalhador, que terá direito ao abono de até duas faltas para acompanhar filho de até 14 anos ou cônjuge em caso de cirurgias. Também podem ser abonados até dois dias consecutivos em caso de falecimento de cônjuge, ascendente, descendente ou irmão; até três dias consecutivos em virtude de casamento; e até cinco dias para o empregado que for pai, no decorrer da primeira semana de nascimento do filho. (Fonte Jovanna Abreu/Assessoria de Comunicação Fecomércio MA)

Leia mais
Economia e Negócios

Maranhão na frente, mas São Paulo tenta superar missões empresariais para Dubai

Liderada pela Seinc, comitiva maranhense que foi a Dubai/China em 2019 reuniu 54 empresários de vários segmentos no estado. (foto divulgação)

 

Uma reportagem publicada pelo jornal Folha de São Paulo, nesta sexta-feira, 3, manifestou que o Governo de São Paulo tenta superar as missões empresariais promovidas desde 2017 pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc).

A publicação revela que São Paulo aumentou as vagas para empresários interessados em embarcar para Dubai, em fevereiro. No Maranhão, as vagas da Missão Empresarial realizada em outubro de 2019, que além de Dubai, teve como principal destino, a China, – maior parceiro comercial do Brasil – já superavam a estimativa inicial da missão paulista. A missão empresarial maranhense já é considerada uma das maiores do país.

Liderada pelo secretário Simplício Araújo, a missão reuniu 54 empresários dos setores de indústria, educação, atacado, construção civil, mecânica, saúde, comércio, dentre outros. A iniciativa se consolida a cada ano, fomentando uma relação comercial permanente entre empresários maranhenses e outros países, focando na importação de equipamentos e artefatos industriais e na exportação de produtos do estado.

Nas agendas internacionais, os empresários conhecem as principais demandas dos países, realizam visitas técnicas, institucionais e participam de eventos referências no fortalecimento de atividades empreendedoras e que podem possibilitar a abertura de novos mercados para os negócios maranhenses.

Titular da Seinc, Simplício Araújo

“O aumento do interesse dos empresários em participar de ações como essa em outros estados, reforça que o Maranhão está se tornando referência no apoio ao empresariado, com números à frente. A iniciativa fortalece o relacionamento com outros países e colabora para a abertura de muitas outras oportunidades, não só para os empresários que participam. Isso é muito importante para o desenvolvimento dos estados”, afirma o secretário Simplício Araújo.

Na última missão empresarial promovida pela Seinc, Simplício Araújo, em nome do governador Flávio Dino fez o convite a representantes da maior operadora de portos do mundo, a DP World e do Porto Jebel Ali a visitar o complexo portuário e industrial do Porto do Itaqui. A visita foi aceita e será em breve.

Leia mais
Economia e Negócios

Maranhão produz algumas das melhores cachaças do Brasil, segundo ranking divulgado no Estadão

Em Passagem Franca (MA) é produzida a Reserva do Zito, uma cachaça de primeira qualidade, que desponta entre as melhores do Brasil. (foto divulgação)

 

A Cúpula da Cachaça acaba de divulgar a lista com as 250 cachaças  mais queridas do Brasil, resultado de uma consulta popular que contou com mais de 33 mil votantes e um total de 99.102 indicações – cada pessoa podia votar em até três cachaças. Entre elas tem quatro maranhenses; a Reserva do Zito (ouro e prata), produzida em Passagem Franca; e a Vale do Riachão (Carvalho e Jetuitibá), de Sucupira do Riachão. A lista completa você confere abaixo.

A votação, feita exclusivamente pelo site da Cúpula, foi fechada, no dia 28 de novembro. Mais de 970 cachaças – entre as mais de 3,6 mil registradas no País – atraíram pelo menos um voto dos devotos do destilado brasileiro.

A lista resultante desse processo é belíssima. Ela representa a variedade de sabores tão característica da categoria cachaça e comprova como a produção de qualidade cada vez mais se espalha pelo Brasil.

Garrafas para a degustação às cegas no III Ranking da Cúpula da Cachaça (FOTO: Mateus Verzola)

Nada menos que 17 estados de todas as regiões brasileiras estão representados, desde os produtores mais tradicionais, como Minas Gerais e Paraíba, até os que despontam agora em termos nacionais, como Maranhão e Acre. E ainda aparecem na lista Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Espírito Santo, Bahia, Pernambuco, Piauí, Alagoas, Rio Grande do Norte, Pará, Ceará e Goiás.

De Ivoti a Caicó, de Rio das Contas a Abaetetuba, praticamente todo o Brasil está presente entre as 250 cachaças mais queridas do Brasil, desde as branquinhas às envelhecidas por anos em barris de carvalho ou de madeiras brasileiras, como a umburana e a jaqueira.

Os integrantes da Cúpula da Cachaça em ação. No III Ranking da Cúpula da Cachaça (Foto Estadão)
As cachaças mais queridas do Brasil

Confira a lista completa abaixo:

 

CACHAÇA           CIDADE                UF

1000 MONTES 3 AOB STRONG   FARIA LEMOS    MG

1000 MONTES AMERICAN           FARIA LEMOS    MG

1000 MONTES BRUTA    FARIA LEMOS    MG

51 RESERVA RARA           PIRASSUNUNGA             SP

7 CAPELAS          ITAVERAVA        MG

7 ENGENHOS CARVALHO            QUISSAMà       RJ

7 ENGENHOS CEREJEIRA              QUISSAMà       RJ

7 ENGENHOS IMPERIAL               QUISSAMà       RJ

7 ENGENHOS PRATA      QUISSAMà       RJ

ÁGUA DE ARCANJO SINGLE OURO         MAQUINÉ          RS

ÁGUA DE ARCANJO SINGLE PRATA        MAQUINÉ          RS

ALAMBIQUE BRASIL OURO         ORTIGUEIRA      PR

ALAMBIQUE DE MINAS OURO  OURO BRANCO                MG

AMADA               DIAS DÁVILA     MG

ANÍSIO SANTIAGO/ HAVANA    SALINAS              MG

AROMA DA SERRA CARVALHO  AREIA   PB

AROMA DA SERRA CRISTAL        AREIA   PB

AROMA DA SERRA UMBURANA              AREIA   PB

ARRETADA CARVALHO SOBRADO           PB

AUTHORAL         OURO BRANCO                MG

BANDARRA        SALINAS              MG

BARAUNA INÓX              ALHANDRA        PB

BASSI BÁLSAMO              SANTA MARIANA           PR

BASSI OURO      SANTA MARIANA           PR

BASSI PRATA     SANTA MARIANA           PR

BATISTA OURO SACRAMENTO  MG

BATISTA PRATA               SACRAMENTO  MG

BEM ME QUER AMBURANA       PITANGUI           MG

BEM ME QUER OURO    PITANGUI           MG

BEM ME QUER PRATA   PITANGUI           MG

BOAZINHA         SALINAS              MG

BOCAINA            LAVRAS               MG

BOLA DA VEZ OURO       OURO BRANCO                MG

BOLA DA VEZ PRATA      OURO BRANCO                MG

BRASILCHIK AMBURANA             BRAGANÇA PAULISTA  SP

BRASILCHIK BRANCA     BRAGANÇA PAULISTA  SP

BRASILCHIK CARVALHO               BRAGANÇA PAULISTA  SP

CAIALUA PRATA              FORMOSA DE GOIÁS     GO

CANABELLA JEQUITIBÁ PARAIBUNA      SP

CANABELLA OURO         PARAIBUNA      SP

CANABELLA PRATA        PARAIBUNA      SP

CANARINHA      SALINAS              MG

CARAÇUIPE EXTRA PREMIUM   CAMPO ALEGRE              AL

CARAÇUIPE OURO          CAMPO ALEGRE              AL

CARAÇUIPE PRATA         CAMPO ALEGRE              AL

CARAGUATAÍ PRATA     JUSSIAPÉ            BA

CASA BUCCO AMBURANA          BENTO GONÇALVES       RS

CASA BUCCO BÁLSAMO              BENTO GONÇALVES       RS

CASA BUCCO EXTRA PREMIUM                BENTO GONÇALVES       RS

CATARINA RESERVA      DRACENA           SP

CATARINA ÚNICA           DRACENA           SP

CEDRO DO LÍBANO PREMIUM   SÃO GONÇALO DO AMARANTE               CE

CLAUDIONOR   JANUÁRIA          MG

COBIÇADA DA PARAÍBA AMBURANA    SERRARIA           PB

COBIÇADA DA PARAÍBA CRISTAL             SERRARIA           PB

COBIÇADA DA PARAÍBA PREMIUM        SERRARIA           PB

COLOMBINA 10 ANOS  ALVINOPOLIS    MG

COLOMBINA 3 ANOS     ALVINOPOLIS    MG

COLOMBINA CRISTAL    ALVINOPOLIS    MG

COMPANHEIRA ENVELHECIDA 8 ANOS JANDAIA  DO SUL            PR

COQUEIRO OURO           PARATY               RJ

COQUEIRO PRATA          PARATY               RJ

DA TORRE CARVALHO   AMPARO            SP

DA TORRE DESCANSADA (BRANCA)       AMPARO            SP

DA TULHA OURO             MOCOCA            SP

DA TULHA PRATA            MOCOCA            SP

DAMA DA NOITE CARVALHO     LEME DO PRADO             MG

DE LA VEGA       OURO BRANCO                MG

DO ANJO             SANTA RITA DE CALDAS               MG

DO BONITO OURO          OURO FINO       MG

DO BONITO PRATA         OURO FINO       MG

DO CHEFE CARVALHO   OURO BRANCO                MG

DOM BRÉ AMBURANA GUARANI           MG

DOM BRÉ EXTRA PREMIUM CARVALHO               GUARANI           MG

DON JUAN OURO           FRANCISCO BELTRÃO    PR

DONA FILÓ         NATIVIDADE DA SERRA                SP

DOSE CLÁSSICA SÉRIE CRISTAL  ARACRUZ            ES

DOSE CLÁSSICA SÉRIE OURO      ARACRUZ            ES

ENGENHO CENTRAL BLEND        ITIRAPUà           SP

ENGENHO DA CANA OURO        OURO BRANCO                MG

ENGENHO SÃO LUIZ EXTRA AMBURANA             LENÇOIS PAULISTA         SP

ENGENHO SÃO LUIZ EXTRA AMENDOIM             LENÇOIS PAULISTA         SP

ENGENHO SÃO LUIZ EXTRA PREMIUM  LENÇOIS PAULISTA         SP

ESPÍRITO DE MINAS OURO         SÃO TIAGO        MG

FAZENDA SOLEDADE PURA        NOVA FRIBURGO            RJ

FLOR DA MANTIQUEIRA              SANTOS DUMONT          MG

FOGO DA CANA OURO BRAÇO DO TROMBUDO               SC

FORMOSA PRATA           FORMOSA DE GOIAS     GO

FRAZÃO AMBURANA    PITANGUI           MG

GOGÓ DA EMA SUBLIME            SÃO SEBASTIÃO               AL

GOGÓ DA EMA TRADICIONAL   SÃO SEBASTIÃO               AL

GREGÓRIO         ALAGOA GRANDE           PB

HARMONIE SCHNAPS BLEND     HARMONIA       RS

HARMONIE SCHNAPS ENVELHECIDA AMBURANA          HARMONIA       RS

HARMONIE SCHNAPS PRATA    HARMONIA       RS

INDIAZINHA FLECHA DE OURO ABAETETUBA    PA

INDIAZINHA FLECHA DE PRATA                ABAETETUBA    PA

INDIAZINHA FLECHA DE RUBI    ABAETETUBA    PA

IPUEIRA CARVALHO       AREIA   PB

IPUEIRA CRISTAL             AREIA   PB

IPUEIRA UMBURANA    AREIA   PB

ITAJOANA RÓTULO PRETO         TRÊS RIOS           RJ

JECEABA PADRÃO           JECEABA              MG

JECEABA PREMIUM       JECEABA              MG

JIBÓIA  RIO BRANCO     AC

JOÃO MENDES OURO   PERDÕES             MG

JOÃO MENDES PRATA  PERDÕES             MG

LEANDRO BATISTA         IVOTI    RS

LEBLON SIGNATURE MERLET     PATOS DE MINAS            MG

LEGÍTIMA DE MINAS AMBURANA          OURO BRANCO                MG

LEGÍTIMA DE MINAS CARVALHO             OURO BRANCO                MG

LIRA       TERESINA            PI

LUKANA PREMIUM        OURO PRETO    MG

MACENA BRANCA          SÃO VICENTE DE MINAS              MG

MACENA OURO               SÃO VICENTE DE MINAS              MG

MAGNÍFICA ENVELHECIDA         VASSOURAS      RJ

MAGNÍFICA RESERVA SOLEIRA VASSOURAS      RJ

MARGÔ OURO SALES DE OLIVEIRA         SP

MARGÔ PRATA                SALES DE OLIVEIRA         SP

MARGÔ PREMIUM        SALES DE OLIVEIRA         SP

MARIA ANDANTE OURO             PASSA QUATRO               MG

MATO DENTRO PRATA SÃO LUIZ DO PARAITINGA          SP

MATRIARCA BLEND        CARAVELAS       BA

MATRIARCA JAQUEIRA                CARAVELAS       BA

MATRIARCA PRATA       CARAVELAS       BA

MEIA LUA           SALINAS              MG

MENINA BRANCA ABSOLUTA    SERRO  MG

MIDDAS RESERVA DOS PROPRIETÁRIOS              DRACENA           SP

MINEIRIANA ENVELHECIDA AMBURANA            ITABIRA               MG

MINEIRIANA ENVELHECIDA CARVALHO               ITABIRA               MG

MINEIRIANA ENVELHECIDA PRATA        ITABIRA               MG

MIRACEMA ENVELHECIDA          MIRACEMA        RJ

MIRACEMA PRATA         MIRACEMA        RJ

MURANO OURO             ITAVERAVA        MG

MURANO PRATA            ITAVERAVA        MG

NOBRE AMBURANA      SOBRADO           PB

NOBRE BRANCA              SOBRADO           PB

OURO 1  EDIÇÃO ESPECIAL         PAPAGAIOS       MG

OURO 1  VELHA CARVALHO        PAPAGAIOS       MG

OURO MINEIRO               PAPAGAIOS       MG

PARAMIRIN OURO         CHAPADA DIAMANTINA             BA

PARAMIRIN PRATA        CHAPADA DIAMANTINA             BA

PARDIN 3 MADEIRAS     NATIVIDADE DA SERRA                SP

PÁTRIA AMADA OURO MOSSORÓ          RN

PINGUELA PRATA           FORMOSA DE GOIAS     GO

PINISSILINA RESERVA   CANTAGALO     MG

PITÚ GOLD         VITÓRIA DE SANTO ANTÃO        PE

POÇO DA PEDRA BÁLSAMO       CACULÉ               BA

POÇO DA PEDRA JEQUITIBÁ ROSA          CACULÉ               BA

POÇO DA PEDRA PRATA              CACULÉ               BA

PORTAL DA BARACÉIA CARVALHO          TAUBATÉ            SP

PORTAL DA BARACÉIA UMBURANA       TAUBATÉ            SP

POUSO ALTINHO             NATIVIDADE DA SERRA                MG

PREMISSA          SALINAS              MG

PRIMEIRA DE MINAS OURO       FARIA LEMOS    MG

PRINCESA ISABEL AQUARELA    LINHARES           ES

PRINCESA ISABEL OURO              LINHARES           ES

PRINCESA ISABEL PRATA             LINHARES           ES

PROSA MINEIRA OURO AMBURANA     SANTA RITA CALDAS      MG

QUINTA DAS CASTANHEIRAS AMBURANA         CAMANDUCAIA              MG

QUINTA DAS CASTANHEIRAS JEQUITIBÁ             CAMANDUCAIA              MG

REFAZENDA       XANXERÊ            SC

REGUI BRASIL   BRAÇO DO TRUMBUDO               SC

RESERVA DO NOSCO 12 ANOS  RESENDE             RJ

RESERVA DO NOSCO 7 ANOS     RESENDE             RJ

RESERVA DO NOSCO PRATA      RESENDE             RJ

RESERVA DO ZITO OURO             PASSAGEM FRANCA      MA

RESERVA DO ZITO PRATA            PASSAGEM FRANCA      MA

RIO DO ENGENHO ACQUA BENTA           ILHEUS BA

RIO DO ENGENHO RESERVA       ILHEUS BA

SALINAS AMBURANA   SALINAS              MG

SALINAS CARVALHO      SALINAS              MG

SALINÍSSIMA BÁLSAMO              TAIOBEIRA         MG

SAMANAÚ OURO           CAICÓ   RN

SAMANAÚ PRATA          CAICÓ   RN

SANHAÇU CARVALHO   CHÃ GRANDE    PE

SANHAÇU FREIJÓ            CHÃ GRANDE    PE

SANHAÇU ORIGEM        CHÃ GRANDE    PE

SANHAÇU UMBURANA               CHÃ GRANDE    PE

SANTA ROSA INTENSE  VALENÇA            RJ

SANTA TEREZINHA ARTES           MARECHAL FLORIANO  ES

SANTA TEREZINHA SASSAFRÁS SÉRIE GOURMET             MARECHAL FLORIANO  ES

SANTO GRAU CORONEL XAVIER CHAVES            CEL XAVIER CHAVES       MG

SANTO GRAU ITIRAPUà             ITIRAPUà           SP

SANTO GRAU P.X.          ITIRAPUà           SP

SANTO GRAU PARATY  PARATY               RJ

SANTO GRAU VELHA GUARDA ITIRAPUà           ITIRAPUà           SP

SANTO GRAU VELHA GUARDA PARATY                PARATY               RJ

SÃO PAULO CRISTAL AMBURANA           CRUZ DO ESPÍRITO SANTO          PB

SAPUCAIA 18 ANOS       PIRASSUNUNGA             SP

SAPUCAIA CRISTAL        PIRASSUNUNGA             SP

SAPUCAIA X.O.                PIRASSUNUNGA             SP

SAUDADE PURA AMBURANA    MACEIÓ              AL

SAUDADE PURA OURO III MADEIRAS    MACEIÓ              AL

SAUDADE PURA PRATA CLÁSSICA           MACEIÓ              AL

SEBASTIANA 2 BARRICAS            AMÉRICO BRASILIENSE SP

SEBASTIANA CARVALHO SIGLE BARREL                AMÉRICO BRASILIENSE SP

SEBASTIANA CASTANHEIRA       AMÉRICO BRASILIENSE SP

SÉCULO XVIII (RÓTULO AZUL)   CEL XAVIER CHAVES       MG

SÉCULO XVIII (RÓTULO VERMELHO)      CEL. XAVIER CHAVES     MG

SELETA PRATA  SALINAS              MG

SERRA DAS ALMAS CARVALHO RIO DE CONTAS               BA

SERRA DAS ALMAS INÓX             RIO DE CONTAS               BA

SERRA LIMPA OURO      DUAS ESTRADAS             PB

SERRA MORENA OURO                BELO VALE          MG

SERRA MORENA PRATA               BELO VALE          MG

SERRA PRETA PRATA     ALAGOA NOVA                PB

SOLEDADE IPÊ   NOVA FRIBURGO            RJ

SOLEDADE UMBURANA               NOVA FRIBURGO            RJ

TAIO BÁLSAMO               TAIOBEIRAS       MG

TAVERNA DE MINAS AMBURANA           ITAVERAVA        MG

TAVERNA DE MINAS CARVALHO             ITAVERAVA        MG

TAVERNA MINEIRA 3 MADEIRAS             ITAVERAVA        MG

TELLURA AMBURANA   CAMPO DOS GOYTACAZES         RJ

TELLURA JEQUITIBÁ       CAMPO DOS GOYTACAZES         RJ

TELLURA PRATA               CAMPO DOS GOYTACAZES         RJ

TERRAS DE KUBERA        UBERABA            MG

TIÊ OURO            AIURUOCA         MG

TIÊ PRATA           AIURUOCA         MG

TIZIU JAQUEIRA               SALINAS              MG

TRIUMPHO ARTESANAL               TRIUNFO             PE

TRIUMPHO ARTESANAL ENVELHECIDA TRIUNFO             PE

TRIUNFO UMBURANA  AREIA   PB

UNNA   SALINAS              MG

VALE DO RIACHÃO AMBURANA              SUCUPIRA DO RIACHÃO              MA

VALE DO RIACHÃO CARVALHO SUCUPIRA DO RIACHÃO              MA

VALE DO RIACHÃO JEQUITIBÁ   SUCUPIRA DO RIACHÃO              MA

VANDERLEY AZEVEDO BÁLSAMO            ITUIUTABA         MG

VANDERLEY AZEVEDO GOLD      ITUIUTABA         MG

VANDERLEY AZEVEDO PRATA    ITUIUTABA         MG

VECCHIO ALBANO EXTRA PREMIUM      TORRINHA          SP

VECCHIO ALBANO PREMIUM    TORRINHA          SP

VELHA CHICA    IVOTI    RS

VELHOS TEMPOS ENV EM AMBURANA                BARRINHA          SP

VELHOS TEMPOS ENVELHECIDA EM CARVALHO               BARRINHA          SP

VELHOS TEMPOS PRATA              BARRINHA          SP

VIEIRA & CASTRO OURO CARVALHO      RIO DAS FLORES              RJ

VIEIRA & CASTRO PRATA TRADICIONAL               RIO DAS FLORES              RJ

VOLÚPIA DIAMANTE     ALAGOA GRANDE           PB

WEBER HAUS 7 MADEIRAS         IVOTI    RS

WEBER HAUS AMBURANA         IVOTI    RS

WEBER HAUS EXTRA PREMIUM 6 ANOS               IVOTI    RS

WERNECK  TRADICIONAL            RIO DAS FLORES              RJ

WERNECK OURO             RIO DAS FLORES              RJ

WERNECK RESERVA ESPECIAL   RIO DAS FLORES              RJ

WIBA! BLEND DE CARVALHOS   TORRE DE PEDRA             SP

YPIOCA 150        FORTALEZA        CE

YPIOCA 5 CHAVES           FORTALEZA        CE

YPIOCA OURO  FORTALEZA        CE

ZÉ DO CAIXÃO  PIRASSUNUNGA             SP

 

(Fonte https://paladar.estadao.com.br/)

Leia mais
Economia e Negócios

VLI é a melhor empresa para trabalhar no setor de logística e transporte do país 

Ernesto Pousada, presidente da VLI, Luciana Lima, editora-assistente da VOCÊ S/A e VOCÊ RH, Rute Melo Araújo, diretora de Gente e Serviço da VLI, e Renilson Luiz, maquinista da VLI. (Crédito: Flavio Santana)

 

A VLI, companhia de soluções logísticas que integra ferrovias, terminais e portos, conquistou o 1º lugar no ranking setorial do Guia “Melhores Empresas Para Trabalhar”, publicação especial da revista Você S/A, uma referência no setor de carreiras e gestão de pessoas. A premiação ocorreu nesta terça-feira, 19, em São Paulo. Essa é a quinta edição consecutiva que a VLI faz parte das 150 melhores do Brasil.

“Desde o início da VLI focamos no desenvolvimento das pessoas, na criação de um ambiente integrado, saudável e de respeito, que permitisse que os profissionais pudessem crescer junto com a companhia. É motivo de muito orgulho saber que, ano a ano, estamos evoluindo e oferecendo melhores práticas e políticas, investindo em uma cultura que favoreça o sucesso do negócio e a realização pessoal de nossos colegas”, explica a diretora de Gente e Serviços, Rute Melo Araújo.

 

Metodologia

A pesquisa “Melhores Empresas Para Trabalhar” nasceu em 1997 com a proposta de valorizar as empresas que cuidam melhor de seus profissionais. Em parceria com a Fundação Instituto de Administração da USP (FIA-USP), o guia é baseado em uma metodologia abrangente, crítica e rigorosa. Hoje, é considerado um parâmetro de excelência no meio corporativo. Para chegar à seleção das 150 melhores empresas para se trabalhar no Brasil, a revista avalia com base em questionário respondido pelas companhias e conferência das informações por meio de entrevista presencial com empregados escolhidos de forma aleatória pela publicação.

Na edição 2019, segundo apontamentos de empregados da VLI para a pesquisa, as oportunidades criadas internamente para desenvolvimento de carreira fizeram a diferença. A evolução e o engajamento da companhia com questões voltadas para transformação digital e cultural bem como a atenção com diversidade e inclusão também foram aspectos enaltecidos pelos funcionários.

A VLI possui cerca de 7,5 mil empregados com acesso a uma base sólida de educação corporativa. Há cerca de um ano, a companhia inaugurou a Universidade VLI e já dispõe da matriz em Belo Horizonte e de unidades em Divinópolis e Pedro Leopoldo, em Minas Gerais. Assim, a geração de conhecimento, o engajamento dos profissionais e os resultados ficam ainda mais conectados com o plano de negócio e com o futuro.

 

Sobre a VLI

 

A VLI tem o compromisso de contribuir para a transformação da logística no país, por meio da integração de serviços em portos, ferrovias e terminais. A empresa engloba as ferrovias Norte Sul (FNS) e Centro-Atlântica (FCA), além de terminais intermodais, que unem o carregamento e o descarregamento de produtos ao transporte ferroviário, e terminais portuários situados em eixos estratégicos da costa brasileira, tais como em Santos (SP), São Luís (MA) e Vitória (ES). Escolhida como uma das 150 melhores empresas para se trabalhar pela revista Você S/A pelos últimos cinco anos e a melhor do segmento de Serviços de Transporte pela Istoé Dinheiro em 2018, a VLI transporta as riquezas do Brasil por rotas que passam pelas regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste.

Leia mais
Economia e Negócios

Cristiano Fernandes é candidato para as eleições da Associação Comercial do Maranhão (ACM)

Os empresários Cristiano Fernandes e Magnólia Rolim concorrem a presidência da ACM em dezembro. (foto divulgação)

 

Cristiano Barroso Fernandes é o nome confirmado para disputar a presidência da Associação Comercial do Maranhão, que tem seu pleito marcado para o dia 11 de dezembro de 2019.

Cristiano e sua vice-presidente, Magnólia Rolim, já são nomes conhecidos nos trabalhos desenvolvidos na ACM na gestão 2017/2019 do atual presidente Felipe Mussalém.

O jovem empreendedor de 42 anos, que atua no ramo de prestação de serviços, foi unanimidade para encabeçar a chapa intitulada “Juntos + Fortes” – única na disputa. Juntam-se a ele e à Magnólia mais 40 empresários, que prometem somar esforços para fazer a ACM uma entidade ainda mais atuante e participativa.

Leia mais
Economia e Negócios

Empresário Luiz França Lima conta a história de sucesso da Visótica há 27 anos no mercado

Com muitos projetos ainda na ponta da agulha, Luiz França Lima celebra 27 anos da Visótica abrindo novas lojas.

 

Há 27 anos do mercado ótico no Maranhão, a Rede Visótica acaba de inaugurar mais uma moderna loja em São Luís. É a quarta unidade da marca da Rua Grande, ao lado da loja Riachuelo, já se consolidando como uma das maiores redes varejistas do segmento óptico da região. A rede, comandada pelo empreendedor Luiz França Lima, segue seu projeto de expansão também pelo interior do estado, na expectativa de breve abrir mais uma unidade em Barreirinhas, nos Lençóis Maranhenses.

Em São Luís, a Ótica Visótica, fundada em 3 de setembro de 1992, possui uma longa história de sucessos e desafios, com lojas também na Cohab,  Cidade Operária, Tropical Shopping, entre 10 lojas espalhadas pelos bairros da cidade. Ressaltando que ao lado de Luiz França Lima, está sua sócia Francisca Vanilda Bezerra, também idealizadora da empresa, que dispõe ainda de duas filiais em Paço do Lumiar.

Com o des. Luiz Gonzaga Almeida Filho, na Viso Fashion Visótica  na Rua Grande, semana passada.

A nova unidade da Rua Grande possui laboratório digital próprio, trazendo benefícios a clientes, fabricando lentes mais precisas, de alta definição, armações modernas, a preços mais acessíveis, com entrega em até uma hora. Aliás, estão valendo na loja as promoções de inauguração e aniversário de 27 anos, como a “estourou, ganhou”, durante toda a semana de inauguração.

Bom atendimento e modernidade na Visótica

Promoção também de óculos com lentes fotossensíveis que mudam de cor e ficam mais escuras com a presença de radiação ultravioleta, e na ausência desta radiação tendem a ficar tão claras e transparentes como as lentes convencionais incolores.

O Grupo Visótica também entrou no segmento da moda, masculina e feminina, com roupas de qualidade a preços acessíveis. É a Viso Fashion com duas lojas na Rua Grande, ao lado da Visótica, pretendendo ampliar ainda este ano para o segmento infantil.

Para os sócios Luiz França Lima e Vanilda, “a missão da empresa é promover qualidade de vida e inclusão social por meio da melhoria da saúde visual da população, ofertando produtos e serviços com preços acessíveis que gerem conforto e bem estar”. Sucesso.

Para isso, conta com fortes parcerias, preços competitivos e muita qualidade. Além, claro de estar sempre acompanhando as tendências do mercado, participando de feiras nacionais e internacionais, como as de São Paulo, Paris, Milão, Hong Kong, Shanghai, entre outras

Leia mais
Economia e Negócios

CDL e Associação Comercial lançam campanha “Natal Show de Prêmios 2019”

O presidente da CDL São Luís Fábio Ribeiro: às voltas com os preparativos para a edição 2019 da Campanha “Natal Show de Prêmios” (divulgação)

 

Vem aí a segunda edição da campanha promocional de vendas “Natal Show de Prêmios”; uma realização conjunta da CDL São Luís e da Associação Comercial do Maranhão, cujo objetivo é aquecer as vendas no comércio da capital no final do ano.

As empresas já começaram a adquirir os kits de adesão ao Natal Show de Prêmios, com itens de identificação visual e apostam fortemente na estratégia para vender bastante.

O sucesso da primeira edição, realizada em 2018, levou as entidades promotoras a ampliarem o alcance e o volume da campanha, que vai oferecer uma premiação maior esse ano, com dois automóveis Kwid Lite, uma moto Honda 125 CC e quatro TVs smart de 50’, para os clientes que comprarem nas lojas credenciadas; além de prêmios para os vendedores e um lojista.

Leia mais
Economia e Negócios

Grupo Terra Viva inaugura nova sede em São Luís e comemora crescimento

Marcos Silva, CEO do Grupo Terra Viva: “Grupo já chegou a atingir a marca de R$ 300 mil só em vendas pela internet”. (foto divulgação)

 

Para marcar um novo momento de avanços, o Grupo Terra Viva, player de mercado, vai inaugurar, nesta quarta-feira, 28, às 19h,no Centro de São Luís, sua nova sede. Formado pelas empresas Prosema Corretora de Seguros; HS Premium, Consultora de Benefícios, e a Terra Viva, Corretora de Seguros, o grupo utiliza a tecnologia de ponta como principal ferramenta para estar mais perto dos clientes.

O Terra Viva é um grupo especializado em seguros pessoais e patrimoniais, automóveis, riscos gerais e planos de assistência à saúde e odontologia. Está há 19 anos em operação no Maranhão, já se expandindo para outros estados.

De acordo com o CEO do Grupo Terra Viva, Marco Silva, além de São Luís, o Grupo Terra Viva atua em Imperatriz, Parauapebas e Recife.

A tecnologia é uma das fortes aliadas do grupo para melhorar sua competitividade no mercado e é  utilizada como diferencial competitivo de estratégia de vendas para chegar mais perto dos clientes. “O uso de ferramentas tecnológicas nos permitiu melhorar nossa lucratividade, reduzir custos operacionais, aumentar visibilidade e interagir mais facilmente com nossos clientes”, informa Marcos Silva.

O investimento em tecnologia permitiu ao Grupo Terra Viva grandes avanços. Atualmente, conta com um call center para 40 atendentes e profissionais que atuam no sistema home office, o que gera o aumento da produtividade e lucratividade.

O uso da ferramenta Google AdWords permite o crescimento da captação de mais clientes diariamente, prontamente atendidos por profissionais que atuam nos escritórios-sedes, filiais ou home oficces do Grupo Terra Viva. “Essa tecnologia nos permite ampliar o canal de atendimento ao cliente e aos potenciais clientes. As pessoas captam o anúncio por meio do Google e nos ligam. Somos a única corretora do Maranhão com essa tecnologia de ponta”, explica Marco Silva.

Vendas pela internet

O empresário informa que o Grupo já chegou a atingir a marca de R$ 300 mil só em vendas pela internet. “Somos a terceira empresa do Brasil e a segunda do Nordeste a conquistar um alto patamar de vendas pela internet de um produto só utilizando nossa base de call center”, completa o empresário. A maior expertise do rupo é seguro saúde, na área de benefício. A empresa chegou a ter 7 mil CNPJ em sua base de call center.

Leia mais