Fecha

Economia e Negócios

Economia e Negócios

Maranhão se destaca novamente no ranking das melhores empresas para trabalhar no Brasil

Diretores e executivos da Equatorial Energia, Celpar e Cemar comemoram o resultado da Cemar  no ranking entre as 150 melhores empresas de todo o Brasil. (fotos divulgação)

 

Mais uma vez um nome no Maranhão foi destaque no cenário nacional. A ÉPOCA negócios e o Instituto Internacional Great Place to Work® (GPTW) acabam de anunciar a lista das 150 melhores empresas para trabalhar de 2018.

A cerimônia de premiação, realizada no Espaço das Américas em São Paulo, nesta segunda-feira, 13, contou com a presença de mais de 1,5 mil pessoas, entre elas os principais executivos das organizações participantes. A Cemar, novamente foi destaque pelo oitavo ano consecutivo, presente na lista que aponta as 150 melhores no Brasil.

Nesse ano, a Cemar já havia sido premiada como a 1ª empresa no ranking da Great Place to Work – Maranhão. Agora, a Companhia figura novamente no cenário nacional na 21º colocação, na categoria Grandes Empresas. A pesquisa avaliou o índice de confiança dos funcionários com relação a liderança, o quanto as pessoas têm orgulho do que fazem, além do relacionamento de camaradagem entre os colegas de trabalho.

O presidente da Cemar Augusto Miranda com a diretora corporativa de Gente e Gestão da Equatorial Energia, Carla Medrado e o presidente da Celpa Nonato Castro

“Para nós, da Cemar, fazer parte do seleto ranking nacional das Melhores Empresas Para Trabalhar – GPTW, significa que, alicerçado em uma gestão transparente, cada colaborador está engajado e comprometido com a construção de um ambiente de trabalho saudável e produtivo. Assim, temos a certeza de que seguiremos firmes rumo ao importante propósito de sermos uma empresa cada vez melhor para a população maranhense, propiciando o desenvolvimento do nosso Estado”, comemora o presidente da Cemar, Augusto Dantas.

 

Modelo de gestão

Sob a gestão da Equatorial Energia há 14 anos, a Cemar mantém as ações de desenvolvimento voltadas aos colaboradores, com o objetivo de contribuir de forma assertiva, trabalhando para ser muito melhor para seus clientes. Essas medidas também impulsionam a melhoraria do clima e a sinergia entre os colaboradores no ambiente de trabalho.

Entre as ações, destacamos a “Ênfase na Meritocracia” como um de seus principais valores e programas internos com a proposta de cuidar e de valorizar os colaboradores. Isso inclui a promoção de capacitações constantes, implantação de Gestão por Competências e Diagnóstico de Clima.

A Equatorial Energia é uma holding com atuação no setor elétrico brasileiro, que opera nos segmentos de geração, transmissão, comercialização, telecom, serviços e distribuição de energia

Leia mais
Economia e Negócios

FIEMA e Assembleia Legislativa em parceria para desenvolver o setor produtivo do Maranhão

No encontro, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Othelino Neto, enfatizou a importância da manutenção do diálogo permanente da classe empresarial com o Poder Legislativo. (fotos divulgação)

 

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão, Edilson Baldez, e dirigentes de sindicatos filiados à FIEMA, visitaram na manhã desta segunda-feira, 26, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB).

O presidente Edilson Baldez destacou a parceria entre FIEMA e Legislativo Estadual. “Foi muito importante esta visita de cortesia, porque tivemos a oportunidade de reafirmar o nosso interesse em manter o diálogo com a Assembleia Legislativa de nosso Estado e dizer da nossa disposição em contribuir para a discussão e o debate dos temas de interesse maior do setor produtivo do Maranhão”, afirmou Edilson Baldez.

Ele destacou ainda que o empresariado, mesmo com todas as dificuldades, busca sempre avançar na luta por melhores indicadores econômicos, que se refletem, também, na melhoria dos indicadores sociais.

“Os empresários dedicam-se na implementação de seus negócios, que são iniciativas que promovem a geração de mais renda e mais emprego para a nossa população. Daí o empenho para que possamos diminuir o nível de importação em nosso Estado. A nossa luta é para que os nossos produtos sejam cada vez mais competitivos e o Maranhão, cada vez mais, possa importar menos e exportar mais”, frisou o presidente da FIEMA.

Além de Edilson Baldez, também participaram da visita o empresário Luiz Fernando Renner, membro do Conselho Consultivo da FIEMA e presidente do ConselhoTemático de Política Industrial e Desenvolvimento Tecnológico da FIEMA, Cláudio Donizete Azevedo, vice-presidente da FIEMA e presidente do Sindicato das Indústrias de Ferro Gusa do Maranhão e do Conselho Temático de Política Econômica e Legislativa da FIEMA, Pedro Robson Holanda da Costa, presidente  do Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria de São Luís e 1º secretário da FIEMA, e Raimundo Nonato Pinheiro Gaspar, presidente do Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Óleos Vegetais e de Produtos Químicos e Farmacêuticos do Maranhão e vice-presidente da FIEMA. A visita contou também com a presença do analista de relações institucionais da FIEMA, Roberto Bastos. (fonte Assessoria de Imprensa/FIEMA)
Leia mais