Fecha

Ecologia

Ecologia

Antônio Garcez apresenta projeto de lei que incentiva a adoção de animais de rua

Animais sem lar e sem tutores são um problema social e ambiental, pois são focos de doenças e maus tratos. (foto divulgação)

 

O vereador Antônio Garcez (PTC) protocolou projeto de lei, na Câmara Municipal de São Luís, instituindo o Programa Adote um Animal de Rua na Cidade de São Luís (Adolar), que visa tornar a adoção uma política pública no controle e combate de doenças, maus tratos e comércio ilegal de animais.

O projeto requer a criação de um órgão voluntário para cadastro dos adotantes e dos animais, que servirá para controle e fiscalização, a fim de garantir que os mesmos estejam sendo bem tratados.

Como forma de incentivo, o projeto disponibiliza 3 quilos de ração, durante três meses, possuindo como pré-requisito para recebimento do benefício, o cadastro junto ao órgão voluntário.

De acordo com o artigo 4º do projeto, caso comprovado que o tutor esteja cometendo maus tratos ao animal, deverá pagar multa de 45% do seu salário do mês corrente, além de perder a tutela do animal.

A implantação do programa, custeamento e disponibilização de coletes e crachás de identificação para os fiscais voluntários, ficará a cargo da Prefeitura de São Luís, em parceria com a Secretária Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa).

“A superpopulação de animais abandonados é uma realidade, especialmente, em grandes centros urbanos. Animais sem lar e sem tutores são um problema social e ambiental, pois são focos de doenças, reviram lixo em busca de alimentos, podem atacar pessoas, correm risco de morte por atropelamento e, por consequência, causam acidentes. Além de serem vítimas de envenenamentos, sofrer maus tratos e passarem frio, fome e sofrimento”, explicou Antônio Garcez.

Leia mais
CidadaniaEcologiaMúsicaQualidade de vida

Virada Sustentável agita a Lagoa em dezembro

O belo cartão postal da Lagoa da Jansen será agitado, em dezembro, com uma extensa programação esportiva, artística e cultural em nome da sustentabilidade. (Foto Fernando Cunha)  

 

Esporte, cultura, música,  juventude e ecologia. É isso aí e muito mais que vai rolar na “1ª Virada Sustentável do Maranhão”, que vai acontecer nos dias 15 e 16 de dezembro, na Lagoa da Jansen.

A iniciativa é da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais do Maranhão (Leia-se Victor Mendes), em clima de campanha para abrir as cabeças sobre o tema do momento: sustentabilidade.

A grande campanha educativa difusa e, ao mesmo tempo, evento cultural-esportivo, terá mais de 24 horas de duração, com a realização de atividades ambientais, culturais e esportivas gratuitas.

Enfim, um evento que vai possibilitar a população e as diversas instituições convidadas a reflexão sobre a necessidade de ações da sociedade civil, dos poderes públicos, das entidades não-governamentais e da iniciativa privada voltadas à sustentabilidade.

O Parque Ecológico da Lagoa da Jansen foi criado pelo Decreto Estadual nº 4.878, de 23 de junho de 1988, e está localizado entre os bairros do São Francisco, Ponta D’Areia, Renascença I e II, e Ponta do Farol. (Foto Divulgação)

 

Veja abaixo a programação prévia do evento:

 

Data: 15 de dezembro (SÁBADO)

07h – Concentração dos organizadores- perto das quadras poliesportivas da Lagoa da Jansen, na Ponta D’Areia.

08h – Solenidade de Abertura da Virada Ambiental Sustentável-Banda do 24 BC /Discurso das autoridades e leitura da programação e orientações aos participantes;

9h30– 12h30– Início dos torneios esportivos – etapa classificatória (beach soccer, basquete e voleibol);

09h30– 11h30

* Palestra sobre consumo e resíduos seguida de oficina de artesanato com reciclável (10 pessoas)

* Palestra sobre consumo e resíduos seguida de oficina de brinquedos com reciclável(15 pessoas)

* Palestra sobre unidades de conservação e proteção da Lagoa da Jansen

* Palestra sobre Recursos Hídricos e Bacias Hidrográficas

10h30- Show – Instrumental Pixinguinha

10h às 21h –Feira de Economia Solidária

– Exposição de práticas e experiências de responsabilidade socioambiental empresarial no “Espaço Empresarial Sustentável”;

12h – Distribuição de lanches aos participantes das oficinas;

15h – Apresentação –Grupo de Dança

16h às 18h- Exibição de filmes ambientais – Mostra – Cine Tela Verde e Filmes Maranhenses do Festival Guarnicê de Cinema;

16h30 – 17h30- Corrida do SESINHO (público-alvo: crianças);

18h30 – 19h30 -Corrida noturna;

17h às 18h -Teatro ecológico com interação musical;

19h30 – 23h – Shows da Virada;

19h30 – Abertura – música instrumental;

20h30– Show Manu Bantu;

21h30 – Show Tribo de Jah;

Data: 16 de dezembro (DOMINGO)

8h – 9h- Cãominhada com AMADA, na Lagoa da Jansen,

9h – 11h – Torneios esportivos– etapa final (beach soccer, basquete e voleibol)

8h30 às 11h30

*Palestra sobre consumo sustentável e resíduos, seguido da oficina de criação de instrumentos musicais com reciclável (15 pessoas)

* Massagem ayuvédica e orientação nutricional ao grande público;

* Início da distribuição de folders educativos;

* Oficina sobre combate a queimadas e desmatamento;

* Oficina de criação da Com-Vida e Agenda 21 nas escolas;

Leia mais
BelezaComportamentoEcologiaFotografiaTurismo

Ensaio pré-wedding: Luciana & Ivaldo, Carolina

Carolina é conhecida pelas suas diversas cachoeiras. A cidade é o ponto de apoio para a visita ao Parque Nacional da Chapada das Mesas, onde se localizam diversas cachoeiras e canyons. (Fotos Eduardo Brandão)

 

Uma das tendências em casamento mais apreciadas pelos noivos mais românticos e, porque não dizer, aventureiros; são os ensaios fotográficos, que podem ser produzidos antes ou depois da cerimônia.

É um momento muito gostoso e divertido que aproxima o casal e gera lindas fotos, daquelas que a gente vê e revê milhões de vezes.

No caso dos pombitos Luciana Portela e Ivaldo Santos Vidigal, que vão casar dia 27 de outubro próximo, a ideia – sugestão do fotógrafo Eduardo Brandão, como uma boa oportunidade para conhecer o casal que vai fotografar na cerimônia – foi maravilhosa.

Saíram os três numa potente Nissan Frontier, 4×4, cabine dupla, para uma viagem de 14 horas, de São Luís até Carolina, a cidade escolhida para o ensaio.

Carolina, localizada no sul do estado do Maranhão, à margem direita do rio Tocantins, aliás, é a cara do casal, que gosta de desafios e contato de primeiro grau com a natureza.

Cachoeiras, trilhas ecológicas e mergulhos em rios de águas cristalinas marcaram a pauta do ensaio, repleto de cenas descontraídas e românticas. Vamos conferir mais algumas fotos?

 

O primeiro programa do casal: um passeio a Pedra Caída, a cachoeira que reina absoluta na região. O lugar é fascinante e conta com estrutura (bar, restaurante), para um dia inteiro de descobertas e diversão.

São inúmeras as paisagens que uma viagem à Carolina podem oferecer ao visitante. Quando se trata de um casal, às vésperas do casamento, tudo fica melhor e mais especial ainda. Acima fotos dos noivos, à carater, com vestido de noiva, veú, bouquet e tudo mais. Em outros cliques, eles passeando em alguns pontos turísticos da bela cidade. No final, a síntese de todo o ensaio, retratado nas havaianas, alianças e no bouquet.

Leia mais
EcologiaModaQualidade de vida

Paulo Zulu mais uma vez no “SLZ Fashion”

O modelo Paulo Zulu é uma das grandes atrações do “SLZ Fashion 2012”, que começa nesta terça, 25, no Shopping da Ilha, apresentando muitas novidades.

 

Contagem regressiva para a edição do São Luís Fashion Week (SLZ Fashion) 2012, desta vez com super estrutura montada pela “Caco de Telha”, produção de Edilson Ferreira, Rafaela Albuquerque e Fernanda Almeida, ocupando o descoladíssimo espaço do Shopping da Ilha.

Muito já se falou sobre o que vai ser essa “repaginada” edição do evento, mas o blog tem o prazer de “repicar” a presença pela segunda vez na passarela do surfista, empresário, ator, modelo (eterno, como diz Oton Lima) Paulo Zulu, a quem tive o prazer de conhecer desde o início de sua carreira, aqui em São Luís, desfilando em produções de Edilson Ferreira, nos anos 90.

E foi com nosso “Edi” e Serginho Mattos (hoje agência 40 graus) que também tive o privilégio de visitá-lo no carnaval no início dos anos 2000, ao lado de sua mulher, a então modelo Cassiana Mallman, na Guarda do Embaú, em Santa Catarina; onde começava a plantar a semente da “Zululand Pousada”, hospedaria cuja finalidade é proporcionar lazer e qualidade de vida aos seus visitantes.

Pois é. Será um prazer receber Paulo Zulu, hoje em plena forma aos 47 anos. Não só pela sua simpatia e elegância de pessoa, mas também como um devoto da boa saúde e de hábitos ecologicamente corretos,  grande exemplo de vida para a nova geração.

Paulo Zulu, que desta vez vai desfilar pela griffe Lacoste (aliás de quem é contratado), esteve no “SLZ Fashion” de 2009, no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, ao lado de nomes como Carol Castro, Carolina Magalhães e da nossa queridíssima Daniela Sarahyba.

 

Nas fotos acima: Zulu desfilando na edição 2009 do SLZ Fashion, no Centro de Convenções. Em seguida, ele na vida natureza da Guarda de Embau (SC) com a mulher Cassiana e os filhos Patrick (de 9 anos) e Derick (de 7 anos).

Leia mais
DecoraçãoEcologiaEmpreendedorismoTecnologia

Florense is Green é eleito melhor site do mundo

Os franqueados da Florense no Maranhão, Fátima, Ernando e Ramon Cavalcante comemoram a conquista do prêmio internacional de web, o “FWA” conquistado pelo site Florense is Green, que destaca ações de sustentabilidade da empresa.

 

A vanguarda da Florense em produtos e serviços acaba se refletindo em todo seu entorno, transcendendo o segmento da alta decoração para entrar nas mais diversas áreas, incluindo a comunicação.

Pois é. O site Florense is Green foi eleito o melhor site do mundo do dia 26 de julho pelo Favorite Website Awards (FWA), um dos “web awards” (prêmio de internet) de maior prestígio do planeta.

Inicialmente foram avaliadas qualidade e criatividade; depois, por votação popular de uma semana, superando os 70% de votos necessários para entrar numa lista de finalistas.

Finalmente, foi avaliado por um painel de profissionais das principais agências digitais do mundo, tendo como critérios: Criatividade, Originalidade, Design, Conteúdo e Personalidade.

Os melhores trabalhos ganham o cobiçado SOTD – Site Of The Day. O site Florense is Green aborda com muita criatividade, inovação e interatividade todos os aspectos relacionados ao compromisso da Florense com a sustentabilidade, num show de web design.

Por aqui, quem comemora a notícia são os franqueados da Florense Fátima, Ramon e Ernando Cavalcante. Parabéns.

Leia mais
EcologiaEducaçãoMúsica

Tony Garrido e Tribo de Jah fazem show “limpeza” domingo na Praça Maria Aragão

Conhecido por seu trabalho como vocalista do grupo Cidade Negra, o cantor Toni Garrido é uma das atrações deste domingo, 1º de julho, na Praça Maria Aragão, por conta da campanha “Limpa Brasil”. Também vai subir ao palco, a nossa maravilhosa Tribo de Jah, que, de forma independente, faz shows e divulga seus discos por todo o Brasil e exterior.

 

Duas boas notícias que prometem agitar este domingo, 1º de julho. A campanha “Limpa Brasil Let’s Do It! Somos Todos Catadores”, que tem por finalidade conscientizar os cidadãos sobre a destinação correta do lixo e organizar mutirões de limpeza em cidades brasileiras, chega a São Luís.

A segunda é que, por conta dela, vai rolar uma big programação cultural na Praça Maria Aragão, a partir das 16h, com shows da banda Tribo de Jah, Toni Garrido e duas outras atrações locais.

O evento, que tem o apoio da Prefeitura de São Luís, tem ainda a participação do projeto “Escritório na Praia”, desenvolvido pelo Instituto Maranhense de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (IMARH), com apoio do Oi Futuro, instituto de responsabilidade social da Oi.

São Luís é a primeira cidade do Nordeste a receber o movimento “Limpa Brasil! Let`s do it!”, que vai acontecer a partir das 8h, de domingo, na Av. Litorânea (em frente a Barraca do Henrique).

A ação envolve tanto a coleta de lixo na Av. Litorânea como a formação inicial para 60 novos vendedores ambulantes e oficinas de reciclagem com o lixo e de pipas de sacolas plásticas.

O desafio do “Escritório na Praia” é percorrer com a coleta de lixo setorizada os seis quilômetros de extensão da Av. Litorânea.

Serão distribuídos sacos e luvas aos voluntários e ao final da ação os participantes receberão ingressos para o show com a banda Tribo de Jah e Tony Garrido, às 15h30, na Praça Maria Aragão.

Detalhe: o movimento “Limpa Brasil”, com apoio da prefeitura, vai estar presente em todos os bairros de São Luís.

 

O Movimento “Limpa Brasil” que acontece domingo em São Luís, a primeira capital nordestina a aderir ao movimento e já aconteceu em 14 cidades brasileiras e em 140 países, terá como ponto de partida uma ação de coleta de lixo neste bar, na Litorânea, no Calhau.

Leia mais
Ecologia

Maranhão de olho nos crimes ambientais

 

O Maranhão marca presença na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio +20, com uma das maiores comitivas nacionais. Ao todo115 pessoas fazem parte do grupo maranhense organizado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA).

 

Sabiam que uma das ferramentas em defesa do meio ambiente mais interessantes lançadas na Rio +20 partiu do Maranhão.Verdade. Trata-se do OSM (Olhos sobre o Maranhão).

Um aplicativo pioneiro criado para smartphones que permite fotografar crimes ambientais e enviar a foto digital do delito diretamente para o departamento de fiscalização da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA).

No órgão ambiental a denúncia será triada e permitirá que os fiscais cheguem mais rapidamente ao local onde foram praticados os delitos ambientais. Isso porque a foto ao ser feita gera uma espécie de mapa com a longitude a latitude do local onde foi visualizado o crime ambiental.

Quando a fiscalização da denúncia não for da competência administrativa da SEMA a secretaria a encaminhará para o órgão que tem esse dever.

Inicialmente esse aplicativo, pioneiro no país, no combate aos crimes ambientais, está disponível para smartphones. Foi inscrito primeiramente na plataforma IOS, o que permite que seja utilizado por pessoas que possuam iPhone e iPed,mas em breve será inscrito em outra plataforma.

Isso permitirá que mais cidadãos tenham acesso ao aplicativo e possam ajudar a denunciar os mais diversos tipos de crimes ambientais atuando também como fiscais da natureza.

O aplicativo dará mais agilidade à SEMA na hora de localizar os crimes ambientais e de mobilizar os fiscais. Para dar conta do aumento no número de denúncias que chegarão ao órgão, a partir da utilização desse aplicativo e, principalmente, fiscalizá-las, A SEMA já está se estruturando.

 

Também chamam à atenção do público na Rio+20 os planos de combate às queimadas, o plano de combate à desertificação e o Projeto “Potencialidade do Estado do Maranhão para a implantação de parques híbridos de energia eólica e solar desenvolvido pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), fruto de doze linhas de pesquisas, coordenado pelo professor pós doutor Hamilton Jesus Santos Almeida.

Leia mais
EcologiaTurismo

Turismo verde e economia criativa pautam debates na “Rio+20 e Você” no sábado

O presidente do Skal Rio de Janeiro, Fábio da Luz Rodrigues; e a presidente do Skal Internacional do Brasil, a maranhense Ana Carolina Medeiros, no primeiro Encontro de Cúpula Skal sobre Economia Criativa e Turismo Verde, realizado no último sábado, 16, no Museu do Universo, no Rio de Janeiro (Foto Panrotas).

 

O dia 16 de junho, sábado passado, na Rio+20 e Você, foi marcado pelo debate de assuntos relacionados ao desenvolvimento sustentável no setor turístico com a realização do primeiro Encontro de Cúpula Skal sobre Economia Criativa e Turismo Verde, no Museu do Universo (Planetário da Gávea), no auditório Sérgio Menge.

O debate contou com a participação de autoridades políticas, empresários e lideranças setoriais, tudo sob comando do Skal Internacional do Brasil, associação que agrupa 120 mil dos mais importantes nomes do turismo mundial.

A abertura do encontro ficou por conta da presidente do Skal Internacional do Brasil, Ana Carolina Medeiros, do presidente do Skal Rio de Janeiro, Fábio da Luz Rodrigues, da presidente do Instituto Humanitare, Sheila Pimentel, e do diretor do Skal Internacional, Isaac Haim, que deram as boas vindas aos presentes e ressaltaram a importância do relacionamento entre o turismo e a sustentabilidade.

 “Foi uma grande satisfação participar deste megaevento, que agrupou várias iniciativas preocupadas com a economia criativa”, disse Ana Carolina Medeiros, durante o seu discurso.

Por volta das 11h, deu-se início o Painel Institucional Corporativo, que foi composto pela chefe Geral da Economia Criativa da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD, sigla em inglês), da ONU.

A partir daí, começaram as apresentações de cases de sucesso por representantes das iniciativas públicas e privadas convidadas, que comprovaram a relevância do turismo em sempre andar de mãos dadas com práticas e ações sustentáveis.

Entre os casos, estavam os prêmios de sustentabilidade do Skal Internacional, citados pelo representante no Brasil da Green Globe Certification, Derik Lobo, e o desafio do megaevento Rio+20, citado pelo diretor Comercial da Terramar, operadora oficial da Rio+20, Rogério Frizzi.

Além deles, a gerente do Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística de Iguaçu, Thaisa Praxedes, falou sobre o trabalho de promoção local e da gestão e operação do Complexo Turístico de Itaipu.

 Por sua vez, o coordenador de Projetos da Superintendência de Inovação Social da Secretaria de Estado de Ciência Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, Cícero Henrique, citou diversos cases da Rede CVT (Centro Vocacional Tecnológico) com foco no turismo.

Leia mais
Ecologia

Movimento em favor do uso racional da água

Com uma tecnologia inovadora, uma tela d’água de 600m², criada a partir de uma bomba submersa, será instalada na Lagoa. Serão exibidos curtas-metragens, animações, clipes musicais, fotografias, além de conteúdos relacionados à sustentabilidade

 

Que tal participar de festival cultural para conscientizar a população sobre o uso racional da água? Uma boa não.
Assim será o “Aqualume”, promovido pelo Movimento CYAN, da Ambev, que acontecerá paralelamente à Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável Rio+20, desta sexta-feira, 15, a 24 próximo, às margens da Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro.
O objetivo do “Aqualume” é aproximar a população da discussão sobre o destino dos recursos naturais, tema que é um dos pontos de debate mais aguardados para a Conferência.
O evento será aberto ao público e funcionará das 19h às 23h. Aos domingos, 17 e 24/6, haverá atrações especiais para as crianças a partir das 16h. São esperadas cerca de cinco mil pessoas por dia. A programação do “Aqualume” conta ainda com apresentações musicais, teatrais e circenses e atividades educativas.

 

 

Leia mais
Ecologia

Rio+20 vai agitar a vida cultural da cidade

A exposição “A Terra Vista do Céu” reúne, no centro do Rio de Janeiro, 130 imagens de grandes dimensões tiradas de helicópteros, revelando um novo olhar sobre o nosso mundo.

Uma programação recheada de atividades culturais tem o objetivo de contribuir para a conscientização e discussões ambientais fomentadas por ocasião da Rio+20, a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, que será realizada na cidade desta quarta-feira, 13, até o próximo dia 22.

Exposições, festival e mostra de cinema com debates e estreias mundiais de filmes são algumas das opções que prometem sensibilizar e mobilizar a população, unindo cultura e sustentabilidade.
A Rio+20 marca os 20 anos de realização da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Eco 92) e deverá contribuir para definir a agenda do desenvolvimento sustentável para as próximas décadas.

A exposição de fotos ao ar livre “A Terra Vista do Céu”, do fotógrafo e ativista francês Yann Arthus-Bertrand, estará aberta ao público gratuitamente até o dia 24 de junho, na praça da Cinelândia.

Com mais de 130 imagens tiradas em helicópteros nos últimos 20 anos (11 delas da Cidade Maravilhosa e inéditas), a mostra revela tanto as belezas do mundo inteiro quanto a degradação da natureza, causada pelas ações do homem. A exposição é uma iniciativa do Consulado Geral da França no Rio de Janeiro em parceria com a Prefeitura do Rio.

Já a exposição “Oceanos” apresenta no Centro Cultural Correios, até o dia 1º de julho, 35 fotos inéditas do fundo do mar captadas pela equipe de realização do filme “Océans”, de Jacques Perrin e Jacques Cluzaud – longa coproduzido pela Disneynature, ganhador do César 2011 de melhor documentário (prêmio considerado o “Oscar” francês). A exposição é uma realização da Aliança Francesa, com patrocínio da Fondation Total.

O documentário  “Amazônia eterna”, do cineasta Belizário França, defende que é possível unir desenvolvimento da região à conservação das riquezas do lugar. O filme, que vai abrir a mostra The GoodPlanet Film Festival, dia 18 próximo,  também exibe projetos de sustentabilidade realizados na floresta amazônica.

A partir de sábado, 16, o GoodPlanet Film Festival traz para o Cine Odeon mostra de filmes com temáticas ambientais, com destaque para duas estreias mundiais: “Amazônia Eterna”, documentário dirigido pelo brasileiro Belisario Franca, e “Planeta Oceano”, de Yann Arthus-Bertrand e Michael Pitiot.

Todos os filmes do festival tratam de questões fundamentais para o futuro do planeta numa linguagem acessível e com belas imagens, sem deixar de ser contundente. Serão seis dias dedicados a seis temas: Sustentabilidade urbana, Água, Florestas, Oceanos, A luta contra as alterações climáticas e Objetivos para o Desenvolvimento do Milênio.

Além dos filmes, a mostra contará com palestrantes como Shalini Vajjhala, da Agencia de Proteção Ambiental dos Estados Unidos; Jean Jacques Moineville, Diretor Executivo de Operações da Agência Francesa de Desenvolvimento; e o Príncipe Albert II de Mônaco, além de representantes de organizações do setor.

A The GoodPlanet é uma fundação presidida por Yann Arthus-Bertrand cuja missão é estimular o debate público sobre os desafios do desenvolvimento sustentável, além de promover projetos solidários que atuem de forma positiva contra as mudanças climáticas e ambientais.

O filme “Amazônia Eterna”, de Belisario Franca, é destaque do GoodPlanet Film Festival trazendo uma nova visão sobre as possibilidades de convivência harmônica entre a exploração da economia verde e a manutenção do ecossistema amazônico. O documentário apresenta nove projetos com propostas bem sucedidas do uso da floresta de maneira sustentável, beneficiando diretamente a população local e promovendo boas parcerias econômicas.

Atividades como agricultura, pesca, pecuária e extrativismo são desvendadas sob o respaldo de especialistas, entre eles o economista Sérgio Besserman, a ambientalista Bertha Becker, e o ecologista Virgilio Viana, além do depoimento de amazônidas.

E, ainda na seara do cinema, o Cinesul 2012 – Festival Ibero-Americano de Cinema e Vídeo promove a sua mostra ambiental, entre os dias 12 e 15 de junho. Este ano, essa temática conta com 15 filmes – seis longas metragens de documentários, um curta de ficção e oito curtas de documentário – com temas que variam entre mineração, populações indígenas, agrotóxicos e outros.

O Brasil marca presença com dez produções, entre elas os longas de documentário “O Abrigo” e “Sagrada Terra Especulada – a luta contra o setor Noroeste”; Panamá e Espanha são representados cada um por um longa documentário, a Argentina apresenta um curta e a Guatemala, dois.

A mostra será exibida no CCBB como parte da programação do centro para a Rio +20. A 19ª edição do Cinesul traz 69 produções de países latino-americanos e da Península Ibérica para competição nas categorias ficção e documentário de longas e médias e curtas-metragens. O festival acontece no Rio de 12 de junho a 1º de julho, no Centro Cultural Banco do Brasil, Centro Cultural Correios e Instituto Cervantes. O patrocínio é do Banco do Brasil e dos Correios.

EVENTOS

Exposição A Terra Vista do Céu
Local: Praça da Cinelândia
Período: de 27 de abril a 24 de junho de 2012
Entrada franca e classificação livre

Exposição Oceanos
Local: Centro Cultural Correios
Endereço: Av. Visconde de Itaboraí, 20, Centro – Rio de Janeiro
Período: de 17 maio a 1° de julho de 2012
Visitação: terça a domingo, de 12h às 19h
Entrada franca e classificação livre

GoodPlanet Film Festival
Local: Cine Odeon
Período: de 16 junho a 21 de junho de 2012
Entrada franca

Amazônia Eterna
Local: Cine Odeon, dentro do GoodPlanet Film Festival
Exibição: dia 18 de junho, às 20h, seguida de debate
Entrada franca

Cinesul 2012 – Mostra Ambiental
Local: CCBB – sala de cinema 2
Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
Período: de 12 a 15 de junho de 2012
Entrada franca

Leia mais
Ecologia

São Luís pode ganhar jardim zoológico

 

Um parque aquático é uma das metas do tão necessário projeto

Pois é. O Estado do Maranhão é o único no Brasil que não possui zoológicos, bioparques, etc., o que não deixa de ser lamentável para os apreciadores locais da mãe natureza.

Mas essa espera pode estar com os dias contados. Já está a caminho do gabinete da governadora Roseana Sarney um projeto sugerindo a instalação de um Sistema Bioparque na capital, voltado para as áreas sociais e ambientais, o que, proporcionará várias oportunidades para a população de um modo geral.

O agrônomo José Nilson Maciel é um apaixonado por animais

Um dos grandes entusiastas nessa luta é o engenheiro agrônomo José Nilson Maciel, presidente da Associação Maranhense dos Criadores de Animais Silvestres – AMAS, que conta que o projeto oferece duas sugestões de instalação: o Parque Estadual do Bacanga (Sítio do Físico) e o Parque Estadual do Rangedor.

Para ele, a função dos zoológicos deixou de ser apenas uma mera exposição de animais e tornou-se muito mais complexa com a preocupação pelo bem estar e preservação das espécies, incentivando a reprodução e educação ambiental.

O Sistema Bioparque, proposto, sugere que os animais vivam em semi-liberdade (não existem jaulas), que além de nos oferecer uma visão agradável (sem a presença e anteparos que agridem a interação homem – animal – natureza); permite ainda o consórcio de várias espécies.

Segundo José Nilson Maciel, várias empresas, entidades e outros; estão interessados em parcerias para custear sua implantação com recurso a fundo perdido por se tratar de atividade de interesse público.
Manter uma população de animais vivos da fauna e a maior diversidade possível da flora nativa, para educação e recreação do público, bem como para pesquisas biológicas e antropológicas; são algumas das metas do Bioparque, como também instalar em sua área de abrangência uma Estação Biológica, para investigações da região e pesquisas correlatas.

Eis aqui mais algumas metas do Bioparque:

Jardim zoológico – semi-liberdade
Jardim botânico
Laboratório de pesquisa animal
Laboratório de pesquisa vegetal
Pesquisa antropológica
Centro de Pesquisa com mangue – UEMA
Centro de Pesquisa com caranguejo nativo – UEMA
Preservação de animais (reprodução e repovoamento)
Preservação de plantas (jardim clonal – banco de clones)
Centro de triagem de animais apreendidos
Produção de mudas medicinais – Farmácia Viva – UFMA
Produção de mudas ornamentais
Produção de mudas para reflorestamento
Herbário de mudas tropicais
Produção de mudas nativas – reposição de mata ciliar de rios
Treinamento de mão-de-obra para as atividades do Bioparque
Museu da Indústria do Maranhão
Revitalização de toda a área do Parque Estadual do Bacanga
Turismo antropológico
Turismo ecológico
Turismo náutico
Revitalização Floresta Amazônica do Bioparque do Bacanga
Visitação ao Sítio do Físico
Visitação ao cemitério indígena “Sambaquis”
Parque infantil e Parque de Diversões
Aquário Marinho
Parque Aquático (piscinas, toboáguas, etc.)
Arborismo
Trilhas para passeios
Orquidário com laboratório para criação de novas espécies
Escola de treinamento para técnicos ambientais
Pet shop
Confecção e comercialização de artesanato
Centro de Estudos Avançados do Peixe Nativo
Batalhão Florestal
Camping
Pousada ecológica
Praça de alimentação
Concha acústica para shows

 

O Sítio do Físico, no Bacanga, é um dos locais para a instalação do parque
Leia mais
Ecologia

Programa ecologicamente correto

Entrada principal do Parque Botânico da Vale

Quem é ecologicamente correto não pode perder por nada esse programa. Verdade. Para quem já conhece o Parque Botânico da Vale, então, é mais uma boa oportunidade de voltar lá nesta sexta-feira, 1º. Vai ser inaugurada por lá a Trilha dos Sentidos, um novo espaço de lazer que foi adaptado para estimular o contato sensorial com a natureza.

E também para proporcionar melhorias na qualidade de vida daqueles que passeiam pelo local. Na inauguração oficial, bem cedinho, às 9h, vai ter tipo uma recepção para convidados especiais e a imprensa, depois a Trilha dos Sentidos estará toda a disposição das pessoas da comunidade.

Tem mais: a Trilha Sensorial foi pensada como forma de estimular a inclusão social de pessoas com deficiência, oferecendo uma estrutura adequada para esse público. Esta é a quarta trilha que o parque disponibiliza para seus visitantes e, assim como as demais, é uma ótima opção para aqueles que desejam fazer um passeio diferente e buscam maior contato com a natureza. Durante o percurso, os visitantes poderão interagir com diversos elementos presentes na floresta, tais como árvores e frutos.

 

Crianças encantadas com a vegetação do local
Leia mais