Fecha

Cultura

Cultura

Mercearia MG-MA, na Ceasa, comemora Dia Nacional da Cachaça com degustações e promoções

Mata-bicho, pinga, cana, branquinha, caiana, bicha, “água que passarinho não bebe”, marvada, etc. Há muitas formas de chamar a cachaça, uma bebida tipicamente brasileira.

Em São Luís, para marcar a comemoração do Dia Nacional da Cachaça, celebrado nesta sexta-feira, 13, o empresário mineiro Abel de Jesus, está com muitas promoções na sua loja MG-MA, na Ceasa, neste fim de semana. Em especial, uma degustação de algumas cachaças, neste sábado, 14, a maioria de procedência mineira, para brindar os clientes da casa.

Tem mais, quem comprar seus produtos num valor acima de R$ 100,00, vai levar de cortesia um pacote de torresmo semi-pronto (também de Minas) ou uma garrafa da mais pura cachaça armazenada em toneis de carvalho (daqueles com capacidade para 200 litros.

A propósito, a loja MG-MA é uma das parceiras do Boteco Sertanejo do Ned, que vai acontecer na próxima sexta-feira, 20, no Grand São Luís Hotel, com um estande de produtos mineiros, em especial a “Bendita Bananinha”, marca própria, uma espécie de bebida alcoólica com sabor suave e doce com aroma exclusivo, o “drink” mais top da atualidade nas baladas jovens da cidade.

Lembrando que a loja do Abel, que funciona de segunda a segunda (de segunda-feira a sexta, das 8h às 18h; sábados, das 7h às 20h e aos domingos, das 8h às 14h), atua também como atacadista abastecendo os grandes bares, botecos e restaurantes da cidade. Vale conferir.

A cachaça é uma bebida com uma carga simbólica muito grande para a cultura e identidade brasileira.
Origem da Comemoração

A data, instituída em junho de 2009, foi uma iniciativa do Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac). A partir de 13 de setembro de 1661 a bebida passou a ser oficialmente liberada para a fabricação e venda no Brasil.
Esta legalização, no entanto, só foi possível após uma revolta popular contra as imposições da Coroa portuguesa, conhecida como “Revolta da Cachaça”, ocorrida no Rio de Janeiro.

Até então, a Coroa portuguesa impedia a produção da cachaça no país, pois o seu objetivo era substituir esta bebida pela bagaceira, uma aguardente típica de Portugal.

O Brasil produz aproximadamente 1,2 bilhões de litros de cachaça por ano e o maior produtor de cachaça industrial no Brasil é o estado de São Paulo, seguido de Pernambuco, Ceará, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraíba. Por sua vez, Minas e Rio lideram a produção de cachaça artesanal.

A cachaça brasileira é exportada para mais de 60 países, sendo a Alemanha responsável por aproximadamente 30% da sua importação.

Leia mais
Cultura

Prefeitura confirma realização da Feira do Livro de São Luís para o mês de outubro

O prefeito Edivaldo Holanda Junior, entre o secretário de Cultura, Marlon Botão, e o vice-prefeito Júlio Pinheiro, no lançamento  do maior evento do setor literário do Maranhão, ano passado. (foto arquivo)

 

“A 13ª Feira do Livro de São Luís – FeliS, maior evento literário do Maranhão, já tem data marcada. O evento vai acontecer de 11 a 20 de outubro no Multicenter Sebrae”, disse o prefeito Edivaldo Holanda Junior em suas redes sociais na noite de sexta-feira, 30.

O anúncio é, sem dúvida, uma boa notícia visto que a FeliS é uma importante ação da gestão do prefeito Edivaldo de fomento à leitura e que impulsiona o comércio livreiro de São Luís. Este ano a feira tem como patrono o escritor Aluísio Azevedo.

Entre as atrações, todas gratuitas, estão palestras com escritores nacionais e locais, lançamentos de livros, rodas de conversa, mesas redondas e conferências, seminários, plenárias, bate-papos literários, workshops, oficinas e minicursos, intervenções artísticas, espetáculos teatrais, performances poéticas, contações de histórias, apresentações culturais, exposições, pocket shows e visitas de escritores a escolas da rede pública. Milhares de títulos estarão à venda no local. Ano passado o volume de venda chegou a R$ 1,6 milhão.

Espera-se este ano repetir o sucesso dos anos anteriores em volume de negócio e movimento de pessoas nas atividades pensadas para atrair o público de todas as idades. Em 2018, cerca de 160 mil pessoas visitaram o evento. A FeliS soma-se a muitas outras ações nessa área colocadas em prática pelo prefeito Edivaldo, a exemplo projeto Contadoras de História, vencedor do Troféu Baobá de Literatura, um reconhecimento nacional pela importante iniciativa de incentivo à leitura. Com certeza, essa será uma grande festa literária.

Leia mais
Cultura

Atenção artistas, bandas e DJs: resultado da seleção para o 2º Festival das Rendas sai neste domingo

O line-up da 2ª edição do Festival das Rendas vai contar com 2 atrações nacionais, entre elas a cantora carioca Letrux (foto divulgação)

 

Faltam menos que dois dias para sair o resultado da seletiva de bandas/artistas e DJs do 2º Festival das Rendas, que ocorrerá no Viva Raposa, mais conhecido como Cais da Raposa, no dia 7 de setembro de 2019. O resultado vai ser divulgado neste domingo, 18, às 16h, no Programa Plugado do radialista Pedro Sobrinho.

O objetivo da seleção é estimular a presença e a participação dos artistas maranhenses em um espaço de amplo destaque, promovendo arte e experiência musical no município de Raposa. “O Festival das Rendas vai oferecer às bandas e artistas do Maranhão a oportunidade de tocar ao vivo em um dos palcos, ao lado de artistas nacionais, dentro da programação oficial. Promover a circulação de artistas da nova música brasileira e o intercâmbio com a cena local será um dos pontos altos do festival. ”, afirmou VINAA, idealizador e produtor do festival.

Mais sobre o Festival das Rendas

Realizado pela Catirina Produções, o 2º Festival das Rendas é um evento criado para celebrar a música, a economia criativa, o turismo e a gastronomia, como também valorizar o saber tradicional das rendeiras da região.  O mundo das rendeiras e a sua representatividade dentro da cultura maranhense são o grande mote do evento, que também prima pela diversidade e afeto na construção de uma nova realidade.

Com apoio da Budweiser, CVC, Quadrante e Prefeitura da Raposa, a segunda edição será realizada no dia 7 de setembro de 2019, no Viva Raposa, conhecido como o cais do município que fica há aproximadamente 28km de São Luís.

O festival tem como principais pilares: a economia criativa e estímulo à produção; o empreendedorismo feminino e a diversidade; a sustentabilidade e o respeito ao meio ambiente. Por ser realizado no feriado do Dia da Independência do Brasil, estão sendo aguardados turistas que além de conhecer a tradicional renda de bilro, a gastronomia e as chamadas fronhas maranhenses, poderão conhecer mais de perto a cena musical local e nacional.

“Além de promover um evento de música, queremos proporcionar uma grande experiência, valorizando principalmente o saber e o empoderamento das rendeiras da Raposa, que são as protagonistas desse projeto, e, de outras empreendedoras e empreendedores da região. Nossa programação contempla ainda ações formativas a serem realizadas antes, durante e pós festival, além de outras ações de intervenção urbana, pautadas na coletividade, criatividade e sustentabilidade. Nosso objetivo não é apenas o Festival, mas todo seu legado à cidade da Raposa. ”, afirmou Luana Appel, produtora do festival.

Idealizado pelo cantor e compositor VINAA, o Festival das Rendas teve sua primeira edição realizada em 2018, na Casa d’Arte Centro de Cultura.

Leia mais
Cultura

Prefeitura de São Luís divulga resultado da Chamada Pública para a Galeria Trapiche

O equipamento cultural é utilizado pela gestão do prefeito Edivaldo para promover a valorização da cultura, da arte e dos artistas (foto divulgação)

 

A Prefeitura de São Luís acaba de divulgar resultado da Chamada Pública de Ocupação da Galeria Trapiche. Três exposições foram selecionadas para entrar em cartaz na Galeria Trapiche de setembro a dezembro de 2019, além de uma como cadastro de reserva. A Chamada Pública nº 05/2019 da Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), foi aberta gratuitamente para todo o país, com o objetivo de selecionar propostas para exposições no campo das artes visuais. O resultado pode ser conferido no site da Prefeitura, www.agenciasaoluis.com.br, na página de Editais.

“A Chamada Pública de Ocupação da Galeria é uma oportunidade ímpar para artistas locais e nacionais exporem seus trabalhos. Autores maranhenses e de vários estados brasileiros já expuseram obras de diversas modalidades artísticas. Essa troca de experiências enriquece o cenário cultural ludovicense e faz com que a Galeria cumpra o seu papel como equipamento municipal de cultura”, destaca a diretora da Galeria, Camila Grimaldi.

Os trabalhos selecionados foram ‘Vestígios de um nascimento’, de Simona Luchian, ‘O mundo de Raoni Arte’, de Raoni de Aquino, e de ‘Olhar que ecoa’, de Mário de Jesus. Além disso, ‘O sistema que nos é configurado’, de Pedro Henrique Oliveira Costa, foi escolhida como exposição reserva.

As propostas escolhidas foram avaliadas nas categorias qualidade e contemporaneidade, relevância estética e conceitual, originalidade, bem como a adequação da proposta às instalações da Galeria Trapiche. Cada exposição terá duração entre 20 a 30 dias corridos. As obras constantes da exposição não poderão ser retiradas antes do encerramento da mostra.

No caso de proposta individual, dependendo da necessidade de agenda, a galeria poderá abrigar mais de uma exposição, desde que indicado pela Comissão de Seleção. As obras encaminhadas para a exposição estão acompanhadas de ficha técnica (autor, título, data, dimensões em cm – altura x largura x profundidade, técnica e material) e anotações específicas para sua conservação e manutenção durante a exposição.

Leia mais
Cultura

Osmar Filho, Weverton Rocha e vereadores prestigiam Arraiais de São Luís

O presidente da Câmara Municipal, Osmar Filho, e o senador Weverton Rocha, ambos do PDT, prestigiaram, na noite desta última quinta-feira, 27, Arraiais instalados nas mais diversas regiões de São Luís.
Os pedetistas, que estavam com suas esposas (Clara Gomes e Samya Rocha) e filhos, participaram do tour acompanhados de vários vereadores, como Nato Júnior (PP), Raimundo Penha (PDT), Paulo Victor (PTC), Bárbara Soeiro (PSC) e Concita Pinto (Patriotas), além de outras lideranças políticas, como o deputado estadual Dr. Yglésio (PDT); e os suplentes de deputado e vereador, Marcos Caldas (PTB) e Pintinho da Itamaraty (PSDB).
A primeira parada aconteceu no Arraial do Ipem, onde a comitiva encontrou-se com o governador Flávio Dino (PC do B), que ressaltou a parceria proveitosa e institucional firmada entre Governo, Prefeitura e Poder Legislativo Municipal.
“Governo, Prefeitura e Câmara, presidida pelo amigo Osmar, estão irmanados e trabalhando juntos pelo desenvolvimento de São Luís”, disse.
Em seguida, os parlamentares prestigiaram o Arraial da Praça Maria Aragão, onde foram recebidos pelo secretário municipal de Cultura, Marlon Botão.
“O São João do Maranhão consagrou-se, de vez, como o melhor do Brasil. Isso é fruto do trabalho e parceria entre Governo e Prefeitura. Os Arraiais estão bem organizados, lotados de famílias que estão podendo desfrutar de uma programação maravilhosa”, disse Osmar Filho, que recebeu inúmeras manifestações de apoio e carinho dos brincantes.
A comitiva também prestigiou os Arraiais do Convento das Mercês, da Liberdade e do Largo do Santo Antônio – estes dois últimos organizados com os apoios do casal Concita Pinto e Jota Pinto e do vereador Honorato Fernandes (PT), respectivamente.
“É um grande prazer poder prestigiar nossas festas juninas. Agradeço o presidente Osmar e os vereadores que formaram esta comitiva. Estamos juntos, unidos por São Luís”, afirmou Weverton.
Leia mais
Cultura

Feira da Cohama se prepara para nova edição do evento dia 13 de julho

A Feira da Cohama também tem um caráter cultural, uma vez que os empreendedores locais carregam consigo suas tradições, saberes e modos de produzir os seus artesanatos.

 

Felizes com o sucesso do evento, as empreendedoras Ivana e Pollyana Piorski Balata já se preparam para a nova edição da Feira da Cohama, que vai acontecer no próximo dia 13 de julho, das 15h às 21h, com a participação de cerca de 60 lojistas e apoio da Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa).

A feira é montada na Praça da Caixa Dágua, na Cohama, com barracas desmontáveis e padronizadas, não causando nenhum problema de mobilidade urbana nem de ocupação permanente ao local.

“É uma feira que está crescendo aos poucos, onde a ideia é deixá-la ao estilo da feira hippie de Belo Horizonte, que começou na Praça da Liberdade e atualmente está na Av. Afonso Pena todos os domingos”, explica Ivana Balata.

 
São 146 lojistas cadastrados, que se revezam em grupos de 60 devido a capacidade do espaço.

 

O objetivo da ação é estimular e trabalhar a capacidade empreendedora dos artesãos, lojistas locais, comidas típicas e produtos hortifrúti, além de impulsionar as vendas dos produtos desses empreendedores maranhenses, gerando renda e empregos, numa época em que todo o país passa por uma grave recessão.

Na Feira, são comercializados alimentos, artesanato, perfumaria, acessórios, sapatos, semi jóias, bijuterias, roupas, bolsas, entre outros produtos
Leia mais
Cultura

Osmar Filho prestigia brincadeiras juninas e participa de ações no Itapiracó e Gapara

Presidente da Câmara participou do batizado do Pirilampo e prestigiou outras brincadeiras juninas. (fotos divulgação)

 

O vereador e presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT), participou, neste fim de semana, de uma ampla agenda que incluiu visitas a vários arraiais e brincadeiras juninas; além de ações educativas realizadas nos bairros Itapiracó e Gapara.

Sempre acompanhado da sua esposa, Clara Gomes, Osmar, na sexta-feira, prestigiou o arraial do Instituto de Previdência e Assistência do Município (IPAM), atendendo convite do vereador Raimundo Penha, também do PDT.

O pedetista, em seguida, deslocou-se para o Ceprama, onde acompanhou e confirmou apoio ao Encontro de Gigantes, tradicional evento que reúne os principais grupos de Bumba Boi que participam do São João do Maranhão.

“Sou apaixonado pela cultura do nosso estado, especialmente pelas festas juninas, que encantam com alegria através das nossas músicas, brincadeiras e alegria contagiante do público”, afirmou o vereador/presidente.

No sábado, Osmar participou, pelo segundo ano consecutivo, o batizado do Boi Pirilampo, na Cohab.

O presidente da Câmara, devido ao amor que nutre pelas festas juninas e cultura maranhense, foi escolhido, mais uma vez, para ser padrinho do tradicional batalhão, que este ano completou 23 anos de atividades.

“O Osmar Filho é um político jovem, um gestor dinâmico que implementou uma forma moderna de administrar o Parlamento de nossa cidade. Além disso, é um apaixonado pela cultura popular maranhense, um incentivar de todas as agremiações folclóricas do nosso Maranhão”, disse o presidente do Pirilampo, Renato Dionísio.

Osmar esteve na AP do Itapiracó, onde dialogou com os moradores e plantou mudas de Ipês.

 

Neste domingo, Osmar Filho esteve, no período da manhã, na Área de Preservação Ambiental do Itapiracó, onde aconteceu uma ação de plantio de dezenas de mudas de Ipês doadas pela prefeitura. O objetivo foi promover a revitalização da flora e fauna, além de envolver a população, de maneira a conscientizá-la de que também é responsável pela sustentabilidade da reserva.

A ação foi uma iniciativa do Legislativo Municipal, em parceria com o Fórum de Defesa da APA do Itapiracó (FAI) e a Comissão de Meio Ambiente e Qualidade (COM-VIDA), uma nova forma de organização na escola que se baseia na defesa do meio ambiente, com a participação de estudantes, professores, funcionários, diretores e comunidade.

Ela foi pensada após uma audiência pública realizada na Câmara de Vereadores por iniciativa de Osmar Filho, na última segunda-feira (05), dia dedicado mundialmente ao meio ambiente, para debater os problemas ambientais existentes na reserva.

Leia mais
Cultura

Com apoio da Fribal, Cesar Nascimento lança clipe “Ilha de Fé”

A tradicional decoração do Centro Histórico de São Luís com bandeirinhas, que ganhou a inovação de um mosaico que decora o céu, serve de pano de fundo de algumas imagens do clipe. (foto divulgação)

 

Com o patrocínio da Fribal, já está disponível no YouTube e outras plataformas digitais, o videoclipe da nova música de César Nascimento, “Ilha de Fé”.

A composição tem parceria com o compositor, poeta e cantor brasiliense radicado em Petrópolis (RJ), Marcio Negócio e chega para abrilhantar a abertura dos festejos juninos de São Luís.

Cesar Nascimento com Ned no centro histórico

A canção faz referências a maior manifestação cultural do Estado em São Luís, a Ilha Magnética do arroz de cuxá, ao reggae à beira do mar, ao tambor de crioula e do bumba-meu-boi. Agora, a Ilha da Fé de Santo Antônio, São João, São Pedro e São Marçal.

Destaque para as lindas imagens do fotógrafo maranhense Meireles Junior, outro embaixador das nossas belezas naturais. César Nascimento foi acompanhado por Edinho Bastos (Violões e guitarras), Moisés Motta (Bateria) e sua esposa Renata Gaspar (vocais). A produção e vocais é de Ikro. Confira aqui o clipe de Cesar Nascimento

Leia mais
Cultura

Cemar divulga resultado da primeira etapa do Edital de seleção de projetos 2019.

O São João do Maranhão em parceria com o Governo do Estado é um dos projetos apoiados pela Cemar. (Foto Kayo Sousa)

 

A Companhia Energética do Maranhão por meio do seu Programa de Responsabilidade Socioambiental  acaba de divulgar, o resultado da primeira etapa do Edital para Seleção de Projetos Culturais e Esportivos, para a concessão de patrocínios da Companhia por meio das Leis Estaduais de Incentivo à cultura e esporte.

A Cemar recebeu mais de 300 projetos, que passaram pelo Comitê interno para avaliação final. A divulgação dos projetos aprovados por meio do Edital de Seleção de Projetos Culturais e Esportivos da Cemar 2019 se dará em 2 etapas.

A lista completa dos projetos culturais selecionados nesta primeira etapa, já está disponível para consulta no site da Companhiawww.cemar116.com.br e também nas redes sociais: Cemar116. Em breve a segunda lista de contemplados será divulgada.

Desde o ano de 2012, quando a Cemar começou a patrocinar projetos por meio das Lei Estaduais de Incentivo, mais de 100 projetos já foram executados com patrocínio da Cemar.

Para Jeane Pires, Analista de Responsabilidade Social da Cemar, avaliar tantos projetos é uma grande responsabilidade “Foram horas de dedicação para entender e considerar os aspectos de cada proposta. O Comitê da Cemar avaliou, ponderando as principais estratégias da Companhia e relevância para o Estado. Também consideramos a nossa forte identidade como apoiadora do São João do Maranhão e o orçamento para a Lei de Incentivo no ano de 2019 e assim chegamos a este resultado”.

Só no ano de 2018 a Cemar apoiou cerca de 60 projetos, sendo investidos aproximadamente R$ 18 milhões. Isso reforça o empenho da Cemar em fornecer mais que energia de qualidade, fortalecendo a identidade cultural do nosso Estado

Leia mais
Cultura

Maranhão poderá ter mais um bem reconhecido como Patrimônio Cultural

Avança pedido de Registro das Matrizes Tradicionais do Forró como Patrimônio Cultural do Brasil. (foto divulgação)

 

É de origem maranhense, do município de Pedreiras, o autor de Pisa na Fulô, conhecida em todo o Brasil. Quando escreveu a canção ainda na década de 50 em parceria com Silveira Junior e Ernesto Pires, João do Vale, de voz forte e vida humilde não poderia imaginar que a canção se tornaria um dos hinos do forró tradicional.

Se estivesse vivo, um dos compositores mais representativos da cultura nordestina poderia contribuir para a pesquisa do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) que investigará a complexidade das Matrizes Tradicionais do Forró na sua terra natal, o Maranhão. É que o Estado estará contemplado nesse estudo, sendo uma das etapas do processo de Registro para avaliação do bem como Patrimônio Cultural do Brasil.

O início dessa fase terá como marco o Seminário Forró e Patrimônio Cultural a ser realizado entre os dias 8 a 10 de maio, em Recife (PE).

O evento gratuito e aberto ao público reunirá forrozeiros, artistas, músicos, artesãos, e dançarinos, além de gestores públicos e culturais, produtores e pesquisadores de todo o Nordeste e de Estados com forte presença nordestina, que há décadas acolhem e ajudam a fortalecer as Matrizes Tradicionais do Forró, como São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Espírito Santo.

E para que o dossiê resultante da pesquisa contemple a história, os atuais desafios e as perspectivas de continuidade das práticas sociais que formam as Matrizes Tradicionais do Forró, o Departamento de Patrimônio Imaterial (DPI/Iphan) buscará a participação ativa das comunidades e atores sociais que mantém viva a tradição no país. As inscrições já estão abertas.

O espaço promoverá trocas de experiências sobre o que consideram importante para o reconhecimento e a continuidade dessa forma de expressão tão representativa da cultura brasileira. “Esse Seminário é de extrema importância para o forró como forma de expressão por falar de maneira tão profunda da cultura nordestina e que vem se renovando no tempo, mantendo-se como força viva da disseminação pelo Brasil e pelo mundo”, destaca Kátia Bogéa, presidente do Iphan.

Na pauta estão debates importantes para a compreensão do forró como um Patrimônio Cultural a exemplo da valorização e sustentabilidade da manifestação; das ações de preservação; de políticas públicas, dentre outros.

A programação buscará também compreender as formas de transmissão dos saberes relacionados, por meio de oficinas e aulas dos mestres sobre os diferentes instrumentos musicais, os ritmos e as danças que constituem as Matrizes do Forró.

Haverá também espaços para apresentações e interações musicais entre músicos e dançarinos por meio de palcos abertos e um show de encerramento especial na tradicional casa de forró recifense, Sala de Reboco, que reunirá os participantes do Seminário na noite da sexta-feira, dia 10 de maio e será aberto ao público. Confira a programação.

A pesquisa se estenderá até meados de 2020 e resultará no dossiê de Registro a ser analisado pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural que deliberará se o bem receberá o reconhecimento como Patrimônio Cultural do Brasil.

 

Forró no Maranhão

Na capital São Luís, o forró é pulsante em diversas épocas do ano e principalmente nas festividades de São João. Já no interior, acontece anualmente a festa do Forró em Pedreiras, em homenagem a João do Vale. Em Lucindo, povoado do município de Porção de Pedras, a Festa é dos Sanfoneiros, onde reúne tocadores de todo o Estado. É o explica a coordenadora do Fórum de Forró de Raiz no Maranhão, a cantora Alexandra Nicolas. “O forró tradicional no Maranhão tem sido observado com um olhar mais atencioso e a novidade é que seremos a sede de um Encontro do Fórum Nacional do Forró que acontecerá em outubro, quando também faremos o Festival Pisa na Fulô, nosso primeiro festival de forró”. (fonte Assessoria de Comunicação Iphan )

Leia mais
Cultura

Maranhão concorre com 33 projetos culturais no edital da Oi Futuro

O edital busca estimular novas linguagens artísticas, apoiando criações que proponham e promovam arte, ciência e tecnologia. (Foto Divulgação)

 

O Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados encerrou inscrições para o edital deste ano com 33 projetos do Maranhão no páreo.

O programa reafirma o compromisso da Oi com a cultura brasileira, investindo e apoiando projetos de diversas naturezas que já atraíram mais de 8 milhões de pessoas de todo o país, desde 2003.

Nesses 16 anos de atuação, foram mais de 2.500 projetos culturais apoiados pelo Oi Futuro.

O processo de seleção conta com uma comissão de avaliação independente, composta por especialistas de distintos campos do conhecimento e de origem regional diversa, e envolve também a participação de profissionais do Oi Futuro e da Oi. O resultado será divulgado no site do Oi Futuro, em data a ser definida.

Leia mais
Cultura

Documentário “O Tesouro” traz à tona a doutrina de Santo Daime

O vídeo tem a pretensão de desmistificar o preconceito sobre o “chá do Santo Daime” (fotos arquivo)

 

O documentário “O Tesouro”, do jornalista e documentarista Mivan Gedeon, tem pré-estreia nesta segunda-feira, 25, às 19h, no Centro de Iluminação Cristã Estrela Brilhante Raimundo Irineu Serra (www.estrelabrilhante.org), em Paço do Lumiar.

Quem marcar presença vai ter a oportunidade de conhecer, no local do pré-lançamento, o cenário do documentário, que tem 22 minutos de duração, e  conta a história do maranhense Daniel Serra, que após conviver por 50 anos ao lado do seu tio, o fundador da doutrina do Santo Daime, Raimundo Irineu Serra, retorna ao Maranhão para fundar a mesma doutrina no estado onde os dois nasceram.

O jornalista e documentarista Mivan Gedeon acompanhou este período em que seu Daniel retornou ao Maranhão, ajudando nos primeiros passos de fundação de sua sede, documentando e registrando em imagens e textos os primeiros passos dele em busca do seu maior tesouro, seu sonho, que foi  fundar um Centro para representar a doutrina do tio.

O jornalista e documentarista Mivan Gedeon entrevistando Daniel Serra, fundador do Centro de Iluminação Cristã Estrela Brilhante Raimundo Irineu Serra.

 

Com imagens arquivos e captadas pelo jornalista durante este período (2007 a 2011) e o retoque das imagens dos fotógrafos Marcos Maia e Jerferson Stader, foi possível a construção desta instigante história, de um senhor que cativava a todos com cinco minutos de conversa.

Daniel Faleceu em 19 de outro de 2011 e até hoje seu espaço é frequentados por milhares de seguidores, simpatizantes e curiosos de várias cantos do país e do mundo. O vídeo não pretende abordar a temática da bebida, mas sim da história deste personagens folclórico do Maranhão, tanto o fundador da doutrina do Santo Daime, que era maranhense, como seu sobrinho, que retornou ao estado para representá-lo no seu estado.

O Estrela Brilhante é um instituição religiosa dos princípios doutrinários do Santo Daime, fundado nos anos 30.

 

A pré-estreia do documentário acontece na sede fundada pelo seu Daniel Serra, no município de Paço do Lumiar, durante o 10 Festival Ecumênico Estrela Brilhante, que todo ano reúne milhares de seguidores e simpatizantes desta bebida sagrada, usada em seus rituais. “O Tesouro” também estará na mostra competitiva do 42° Festival Guarnicê de Cinema, que acontece de 14 a 21 de junho deste ano, em São Luís.

Leia mais
Cultura

Projeto “Dança Aqui”, do Centro Cultural da Vale, será lançado nesta sexta-feira

O projeto irá atender oito grupos, sendo quatro em cada semestre. (foto divulgação)

 

O Centro Cultural Vale Maranhão (CCVM) lança, nesta sexta-feira, 8, o programa Dança Aqui, que abre seus espaços aos sábados para grupos de dança de rua da Ilha ensaiarem e aprimorarem suas coreografias ao longo de 4 meses.

As inscrições vão de 9 de março a 9 de abril deste ano e os interessados em participar do programa podem acessar o regulamento no site www.ccv-ma.org.br e enviar as informações solicitadas pelo e-mail [email protected].

Serão aceitas inscrições também por vídeo. Basta gravar um vídeo com todas as informações da ficha de inscrição. Daí é só enviar pelo whatsapp (98) 98517 6828.

É importante que sejam enviados também vídeos e-ou fotos de apresentações do grupo, para gente conhecer o trabalho.

Apresentação no YouTube

O CCVM irá oferecer equipamentos de projeção, som e luz, uma pequena ajuda de custo para transporte e oficina com coreógrafo convidado que visa trazer contribuições para o trabalho dos grupos. Ao final da temporada de ensaios, os grupos receberão apoio para realizar uma apresentação, que será gravada e veiculada no canal do CCVM no Youtube.

Para coordenar o projeto foi convidado o bailarino Calu Zabel, que acompanhará o desenvolvimento dos grupos. Ele explica o trabalho que pretende desenvolver: “queremos identificar perfil, necessidades e interesses de cada grupo para criarmos as atividades de apoio que irão acontecer ao longo do período de ensaios e culminarão as apresentações finais”.

Leia mais
Cultura

Todos os detalhes do edital da Cemar para projetos via Lei de Incentivo a Cultura e ao Esporte

Para tornar real o sonho de seu projeto, as inscrições deverão ser realizadas até o dia 15 de março. (foto divulgação)

 

A Cemar, por meio do seu Programa de Responsabilidade Socioambiental, lançou nesta segunda-feira, 11, o Edital para Seleção de Projetos Culturais e Esportivos 2019, aprovados na Lei Estadual de Incentivo para todo o Maranhão.

Na edição 2019, a Companhia receberá os projetos já aprovados na Lei Estadual de Incentivo a Cultura ou Esporte (que possuem o certificado de mérito), ou aqueles que já deram entrada nas secretarias estaduais.

Então, se você possui uma ideia de projeto no campo cultural ou esportivo, procure as Secretarias Estaduais de Cultura ou de Esporte e dê entrada no seu projeto. Em seguida baixe o Edital da Cemar e inscreva-se!

 

 Como participar?

Os patrocínios da Cemar ocorrem por meio da Lei Estadual de Incentivo e contemplam projetos que tenham atividades culturais e esportivas. Por este motivo só são aceitos projetos que tenham certificado de mérito cultural ou esportivo emitido pelas Secretarias Estaduais de Cultura ou Esporte. Caso o projeto ainda não tenha o certificado é necessário dar entrada nas secretarias para poder participar!

 

Quem pode inscrever um projeto?

Apenas pessoas jurídicas que possuam uma ideia de projeto social que envolva esporte ou cultura. A Lei de Incentivo não permite que pessoas físicas sejam proponentes.

 

Como fazer a inscrição?

De posse do certificado de mérito ou do protocolo de entrada deste certificado, o proponente deve acessar o site da Cemar:www.cemar116.com.br, clicar no banner “Edital de Seleção de Projetos 2019” entre 11 de fevereiro e 15 de março, ler o edital e anexar os seguintes dados solicitados:

 

1-    Preencher o formulário;

2-    Anexar a planilha orçamentária;

3-    Anexar o projeto em PDF ou Word (o mesmo projeto entregue na Secretaria ao dar entrada no certificado de mérito);

4-    Anexar o Plano de Mídia;

5-    Opcional: Anexar portfólio do projeto (caso tenha).

 

Como os projetos são escolhidos?

Após o período de inscrição, os projetos passarão pela análise do Comitê interno da Companhia para avaliação final e todos os selecionados serão divulgados no site da Cemar. Os patrocínios são destinados a projetos aprovados por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte e à Cultura, que estiverem em conformidade com as condições e exigências estabelecidas no edital da Cemar.

Para Jeane Pires, Analista de Responsabilidade Social da Cemar, o edital possibilita que tenhamos uma diversidade de projetos. “Nosso objetivo é democratizar o acesso aos recursos das leis de incentivo e dar oportunidades para que mais pessoas consigam financiamento. Assim, a cada ano proporcionamos acesso ao esporte e à cultura com mais qualidade e a muito mais pessoas.”

Em 2018 a Companhia recebeu 318 projetos por meio do Edital de Seleção para Projetos Esportivos e Culturais e foram selecionados 41 projetos e deste total 28 são culturais e 13 esportivos.  Só em projetos esportivos e culturais a Cemar já investiu mais de R$65 milhões de reais. Ao longo dos anos, a Cemar, empresa que se preocupa com os maranhenses, se consolidou como uma das empresas que mais investe em cultura e esporte no Estado, contribuindo de forma significativa para a identidade do Maranhão.

Leia mais
Cultura

Espetáculo “Flauta Mágica” celebra  21 anos do “Ópera Para Todos” neste sábado na Maria Aragão

A educadora Ceres Murad, que celebra os 21 anos do projeto Ópera para Todos, com a apresentação da ópera A Flauta Mágica, de Mozart (Foto Danielle Vieira)

 

Neste sábado, 1º de dezembro, às 19h, o projeto “Ópera para Todos”, concebido e dirigido por Ceres Murad, apresenta no palco da Praça Maria Aragão, o espetáculo “A Flauta Mágica”, comemorando 21 anos de existência.

Com patrocínio da Cemar, a exibição da bela ópera será aberta ao público de todas as idades, como forma de democratizar a cultura.

Em cena, alunos das turmas de alfabetização das escolas municipais Maria Alice Coutinho, José Sarney e Luiz Pinho Rodrigues, que juntamente com alunos do Colégio Dom Bosco encenarão as aventuras do príncipe Tamino para libertar a bela princesa Pamina, usando uma flauta mágica.

 

Sobre o projeto “Ópera para Todos”

Na metodologia de vanguarda criada pela educadora Ceres Murad para alfabetizar com mais qualidade as crianças, a ópera é utilizada como porta de entrada para despertar o pensamento crítico, estimulação emocional e intelectual que se refletem na alta qualidade do processo de ensino – aprendizagem da leitura e da escrita.

O resultado é a produção de textos com mais significado, criticidade e visão de mundo ampliada que estão reunidos em um livro de reescrita narrativa do libreto da ópera estudada produzido pelos alunos após sua alfabetização.

E após um ano vivenciando esse rico processo, a culminância do projeto que é pioneiro e premiado nacionalmente, é a encenação da ópera pelas turmas da alfabetização. Os alunos dançam, tocam e representam a ópera estudada em um espetáculo que ganha ares de super produção com os belos cenários criados pelo arquiteto Roosevelt Murad.

 

Leia mais
Cultura

Sandra de Sá e Flávia Bittencourt terão bate papo com a imprensa nesta sexta na Fribal

A cantora Sandra de Sá terá participação no super show de Flávia Bittencourt para gravação do seu DVD “Eletobatuque” nesta sexta-feira, 26, na Lagoa da Jansen. (fotos divulgação)

 

O Empório Fribal da Península da Ponta Dareia será palco nesta sexta-feira, 26, das 9h às 10h, da coletiva de imprensa das cantoras Sandra e Sá e Flávia Bittencourt.

Em pauta, o novo projeto do DVD Eletrobatuque, que Flávia Bittencourt vai gravar com participação especial de Sandra de Sá, na Concha Acústica da Lagoa, em show beneficente.

Esse vem a ser o quinto trabalho da cantora, que já lançou o CD “No Movimento”, o DVD “Leve” e  ainda os discos Sentido e Todo Domingo. Todos muito elogiados pela crítica e público.

Na gravação do DVD Eletrobatuque, Flávia vai utilizar sons eletrônicos misturados às influências brasileiras, europeias e latinas; mostrando assim sua ampla versatilidade como musicista.

Esse projeto conta com o patrocínio da Fribal e do Governo do Maranhão, via Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

Todos os detalhes desse novo trabalho e a parceria com Sandra de Sá serão explicados nesse bate papo com a imprensa, que terá como pano de fundo o belo mural do artista Eduardo Kobra na Fribal da Península.

Leia mais
Cultura

Cemar divulga projetos selecionados pela Lei de Incentivo a Cultura e ao Esporte 2018

A atleta de natação maranhense Julia Nina será uma das patrocinadas pela Cemar via Lei de Incentivo. (fotos divulgação)

 

A Cemar  acaba de divulgar os projetos contemplados, na áreas de cultura e esporte, pela Lei de Incentivo, viabilizada em parceria com o Governo do Estado. Dos 318 projetos inscritos no Edital de Seleção para Projetos Esportivos e Culturais 2018, aberto de 19 de março a 13 de abril, 41 projetos foram selecionados e deste total 28, culturais e 13, esportivos.

Todos os projetos que estavam com certificado de mérito ou protocolo de entrada nas secretarias foram avaliados criteriosamente durante os últimos meses (de abril a junho).

Os patrocínios são destinados a projetos aprovados por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte e à Cultura, que estiveram em conformidade com as condições e exigências estabelecidas no edital da Cemar.

A lista completa dos projetos selecionados de acordo com cada categoria, já está disponível para consulta no site da Cemar:  www.cemar116.com.br.

 

Cemar é mais cultura e esporte

 

De 2012 a 2017 foram cerca de R$ 65 milhões em projetos culturais e esportivos por meio das leis de incentivo, sendo cerca de R$ 31 mi em projetos esportivos e R$ 34 mi em projetos culturais.

Atletas do CEDEMAC- Centro Desportivo Maranhense de Cegos, contemplados com patrocínio da Lei

Na cultura, a companhia prima pela valorização da cultura local (São João, grupos de bumba-meu-boi), incentivo aos artistas maranhenses (Djalma Chaves, Nosly), formação de plateia com espetáculo teatral em praças públicas (Caravana Pão com Ovo, que anualmente alcança cerca de 80 mil pessoas no Estado), publicações (Senhores Cantadores, Amos e Poetas, A Corrida dos Jabutis), Natal (Natal de Todos, Brilha São Luís).

No campo esportivo, a Cemar apoia projetos sociais em São Luís e em outros municípios (São Mateus, Pindaré, Barreirinhas), Campeonato Maranhense de Futebol, Sampaio Basquete, Centro Desportivo de Cegos do Maranhão, Inclusive Praia, Júlia Nina, Tóquio 2020 e tantos outros.

Aqui a lista completa dos contemplados:

Leia mais
Cultura

Clima junino vai tomar conta da 4ª edição do Emaranhartes neste sábado, na galeria da Santê

Nesta edição do Emaranhartes toda família vai poder aproveitar e curtir o clima do São João em São Luís e, sobretudo, valorizar a cultura e as produções locais. (foto divulgação)

 

Os festejos juninos prometem dar o tom maior da 4ª edição do Emaranhartes, neste sábado, 9, das 15h às 22h, no estacionamento da Galeria do Zuki Sushi e Loja Santê, na Avenida dos Holandeses, no Calhau.

O movimento cultural tem como meta promover a valorização da cultura maranhense, por meio da arte, moda e gastronomia.

Toda a programação (divulgada na página oficial da Emaranhartes e no evento “Emaranhartes 4ª edição”, ambos no Facebook; e no Instagram @emaranhartes) é gratuita, composta por atrações musicais, discotecagem, grupos folclóricos e exposições de produtores e fornecedores locais.

Mas uma coisa se pode adiantar; no local, o público terá a sua disposição artesanato, ilustração, moda, gastronomia e muita diversão.

Lembrando que o Emaranhartes foi idealizado por 4 jovens empreendedores que, mediante a experiência em outros eventos dentro e fora do Estado e paixão pelo Maranhão, decidiram fomentar a valorização das produções maranhenses, economia criativa e estimular o mercado local.

Sua finalidade é apresentar a riqueza cultural e o pluralismo do que é realizado dentro da nossa cidade, trazendo à tona e fortalecendo a ideia de que ainda há muito a se conhecer e explorar por aqui.

Nesta edição, na abertura do período junino e num sábado, a ideia é novamente proporcionar um dia repleto de alegria, descobertas, diálogos e construção de novas amizades e parcerias.

Leia mais
Cultura

Lançado o 6º edital para seleção de Projetos Culturais e Esportivos da Cemar

Apresentação do projeto incentivado “Diz a Lenda – educação e cultura nas escolas”, que já chegou a mais de 6 mil crianças que tiveram acesso às lendas maranhenses por meio de paper toys, teatro e música. (foto divulgação)

 

A Companhia Energética do Maranhão – Cemar por meio do seu Programa de Responsabilidade Socioambiental acaba de publicar o Edital para Seleção de Projetos Culturais e Esportivos 2018, que visa a concessão de patrocínios para projetos esportivos e culturais aprovados nas Leis Estaduais de Incentivos via ICMS a serem realizados no estado do Maranhão.

As inscrições já estão disponíveis no site www.cemar116.com.br e estão abertas para todo Maranhão somente até 13 de abril. Não há limite para as quantidades de projetos inscritos.

As inscrições no processo de seleção são totalmente gratuitas, e devem ser realizadas por meio do formulário disponível no site. No ato da inscrição devem ser anexados:

-Projeto;

-Planilha orçamentária;

Certificado de mérito ou protocolo de entrada do projeto nas respectivas secretarias (esporte ou cultura)

 

Após o período de inscrição, os projetos passarão pela análise do Comitê interno da Companhia para avaliação final. Os patrocínios são destinados a projetos aprovados por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte e à Cultura, que estiverem em conformidade com as condições e exigências estabelecidas no edital da Cemar.

Para Jeane Pires, Analista de Responsabilidade Social da Cemar, o edital possibilita que tenhamos uma diversidade de projetos. “Nosso objetivo é democratizar o acesso aos recursos das leis de incentivo e dar oportunidades para que mais pessoas consigam financiamento. Assim, a cada ano proporcionamos acesso a esporte e cultura com mais qualidade e a muito mais pessoas”

Cemar é mais cultura e esporte

Desde o ano de 2012, quando a Cemar começou a patrocinar projetos por meio da Lei Estadual de Incentivo, mais de 100  projetos tiveram a oportunidade de realizar suas ações, devido ao apoio disponibilizado pela Cemar. A iniciativa da Companhia em patrocinar estes projetos, é de possibilitar que mais pessoas tenham acesso ao esporte e à cultura de uma maneira mais democrática.

no ano de 2017 a Cemar apoiou 44 projetos, sendo 26 de cultura e 18 de esporte. Foram investidos mais de R$ 13 milhões em projetos incentivados.

Para Roouse Tesla do “Éguas! Paper Toy” e idealizadora do projeto “Diz a Lenda – educação e cultura nas escolas” esta é uma grande oportunidade para quem deseja potencializar um projeto educativo, cultural ou esportivo. “Nós inscrevemos o Diz a Lenda por duas vezes, e em 2017 fomos contemplados com o incentivo da Cemar. O projeto já chegou a mais de 6 mil crianças de escolas públicas que tiveram acesso às lendas maranhenses por meio de paper toys, teatro e música. O patrocínio da Cemar é de grande importância e sem ele não conseguiríamos realizá-lo”, relata Roouse.

Leia mais
Cultura

Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados tem novo prazo para inscrições

Nos 12 anos de atuação, o Oi Futuro se tornou o espaço onde as muitas formas de arte convergem e as tecnologias do nosso tempo são um campo infinito para experimentação e para a investigação artística. (foto divulgação)

 

O Oi Futuro acaba de anunciar a prorrogação das inscrições para o Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados, que seguem abertas até dia 19 deste mês, às 17h (horário de Brasília), por meio do site do Oi Futuro (www.oifuturo.org.br). Com isso, produtores culturais terão uma semana a mais para inscrever suas propostas.

O programa destina recursos para financiamento total ou parcial de projetos aprovados em leis estaduais de incentivo à cultura seguindo duas linhas de seleção: uma para iniciativas de todo o país e outra voltada para a programação dos espaços culturais do Oi Futuro no Rio de Janeiro.

A edição deste ano traz o convite para proposição de ideias que contemplem a integração original do Museu das Telecomunicações com seus públicos, incluindo geração de conteúdo pelos visitantes. Outra novidade é a abertura a propostas de ocupação criativa do mais novo programa do Oi Futuro, o LabSonica, laboratório de pesquisa e experimentação no campo do som e suas combinações com a imagem.

O Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados investe e apoia projetos de diversas naturezas que já atraíram mais de 7 milhões de pessoas de todo o país, desde 2003.

Leia mais
Cultura

Tudo pronto para a reabertura do Teatro Arthur Azevedo nesta sexta-feira

A programação em comemoração ao bicentenário do Teatro Arthur Azevedo estará aberta ao público nos dias 9, 10, 15, 16 e 17 deste mês. (foto divulgação)

 

É grande a expectativa para a reabertura do Teatro Arthur Azevedo (TAA) nesta sexta-feira, 8.  Comandada pelo governador Flávio Dino e o secretario de Estado Cultura e Turismo, Diego Galdino, a programação vai começar às 20h e terá na plateia autoridades, artistas, intelectuais, escritores, imprensa e gente da sociedade.

Na noite, duas atrações muito especiais: a estreia do espetáculo João do Vale – O Musical e a exposição alusiva aos 200 anos do Teatro Arthur Azevedo.

O espetáculo João do Vale – O Musical, produzido desde o início do ano, promete marcar em grande estilo a reinauguração do TAA. Os ensaios finais estão a todo vapor. A direção é assinada pelo carioca Vinícius Arneiro e a direção musical pelo músico Luiz Júnior.

A dramaturgia é de Felipe Correa e o elenco é composto pelos artistas Vicente Melo (João do Vale), Tiago Andrade (Zé Keti), Gisele Vasconcellos (Nara Leão), Millena Mendonça (Domingas), James Pierre (Luis Gonzaga), Juliana Cutrim (Dorinha), Marconi Rezende (Chico Buarque) e Victor Silper (Luis Vieira).

O espetáculo fará turnê nacional em 2018, mas antes o elenco se apresentará na cidade de Pedreiras, terra do músico maranhense. “Uma digna e honrosa homenagem ao poeta do povo que levou ao Brasil a simplicidade e força do Maranhão de forma brilhante”, ressaltou o diretor do TAA, Celso Brandão.

Exposição e noite de autógrafos

A exposição alusiva aos 200 anos do Teatro Arthur Azevedo acontecerá nas dependências do Teatro. O público prestigiará uma grande homenagem a Apolônia Pinto, atriz nascida dentro do TAA em 1854 no Camarim nº 1. No local, serão encontradas figuras, objetos e livros a respeito da vida da atriz.

Também serão expostas gravuras da coleção do escritor e dramaturgo Arthur Azevedo, no Salão Nobre, além de outras peças que compõem o acervo do TAA. Também será realizado o lançamento do livro Teatro Arthur Azevedo: 200 Anos, com textos de personalidades da cultura maranhense como escritores, ex-diretores do teatro, atores, bailarinos, músicos, entre outros.

Leia mais