Fecha

Cultura

Cultura

Maranhão poderá ter mais um bem reconhecido como Patrimônio Cultural

Avança pedido de Registro das Matrizes Tradicionais do Forró como Patrimônio Cultural do Brasil. (foto divulgação)

 

É de origem maranhense, do município de Pedreiras, o autor de Pisa na Fulô, conhecida em todo o Brasil. Quando escreveu a canção ainda na década de 50 em parceria com Silveira Junior e Ernesto Pires, João do Vale, de voz forte e vida humilde não poderia imaginar que a canção se tornaria um dos hinos do forró tradicional.

Se estivesse vivo, um dos compositores mais representativos da cultura nordestina poderia contribuir para a pesquisa do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) que investigará a complexidade das Matrizes Tradicionais do Forró na sua terra natal, o Maranhão. É que o Estado estará contemplado nesse estudo, sendo uma das etapas do processo de Registro para avaliação do bem como Patrimônio Cultural do Brasil.

O início dessa fase terá como marco o Seminário Forró e Patrimônio Cultural a ser realizado entre os dias 8 a 10 de maio, em Recife (PE).

O evento gratuito e aberto ao público reunirá forrozeiros, artistas, músicos, artesãos, e dançarinos, além de gestores públicos e culturais, produtores e pesquisadores de todo o Nordeste e de Estados com forte presença nordestina, que há décadas acolhem e ajudam a fortalecer as Matrizes Tradicionais do Forró, como São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Espírito Santo.

E para que o dossiê resultante da pesquisa contemple a história, os atuais desafios e as perspectivas de continuidade das práticas sociais que formam as Matrizes Tradicionais do Forró, o Departamento de Patrimônio Imaterial (DPI/Iphan) buscará a participação ativa das comunidades e atores sociais que mantém viva a tradição no país. As inscrições já estão abertas.

O espaço promoverá trocas de experiências sobre o que consideram importante para o reconhecimento e a continuidade dessa forma de expressão tão representativa da cultura brasileira. “Esse Seminário é de extrema importância para o forró como forma de expressão por falar de maneira tão profunda da cultura nordestina e que vem se renovando no tempo, mantendo-se como força viva da disseminação pelo Brasil e pelo mundo”, destaca Kátia Bogéa, presidente do Iphan.

Na pauta estão debates importantes para a compreensão do forró como um Patrimônio Cultural a exemplo da valorização e sustentabilidade da manifestação; das ações de preservação; de políticas públicas, dentre outros.

A programação buscará também compreender as formas de transmissão dos saberes relacionados, por meio de oficinas e aulas dos mestres sobre os diferentes instrumentos musicais, os ritmos e as danças que constituem as Matrizes do Forró.

Haverá também espaços para apresentações e interações musicais entre músicos e dançarinos por meio de palcos abertos e um show de encerramento especial na tradicional casa de forró recifense, Sala de Reboco, que reunirá os participantes do Seminário na noite da sexta-feira, dia 10 de maio e será aberto ao público. Confira a programação.

A pesquisa se estenderá até meados de 2020 e resultará no dossiê de Registro a ser analisado pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural que deliberará se o bem receberá o reconhecimento como Patrimônio Cultural do Brasil.

 

Forró no Maranhão

Na capital São Luís, o forró é pulsante em diversas épocas do ano e principalmente nas festividades de São João. Já no interior, acontece anualmente a festa do Forró em Pedreiras, em homenagem a João do Vale. Em Lucindo, povoado do município de Porção de Pedras, a Festa é dos Sanfoneiros, onde reúne tocadores de todo o Estado. É o explica a coordenadora do Fórum de Forró de Raiz no Maranhão, a cantora Alexandra Nicolas. “O forró tradicional no Maranhão tem sido observado com um olhar mais atencioso e a novidade é que seremos a sede de um Encontro do Fórum Nacional do Forró que acontecerá em outubro, quando também faremos o Festival Pisa na Fulô, nosso primeiro festival de forró”. (fonte Assessoria de Comunicação Iphan )

Leia mais
Cultura

Maranhão concorre com 33 projetos culturais no edital da Oi Futuro

O edital busca estimular novas linguagens artísticas, apoiando criações que proponham e promovam arte, ciência e tecnologia. (Foto Divulgação)

 

O Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados encerrou inscrições para o edital deste ano com 33 projetos do Maranhão no páreo.

O programa reafirma o compromisso da Oi com a cultura brasileira, investindo e apoiando projetos de diversas naturezas que já atraíram mais de 8 milhões de pessoas de todo o país, desde 2003.

Nesses 16 anos de atuação, foram mais de 2.500 projetos culturais apoiados pelo Oi Futuro.

O processo de seleção conta com uma comissão de avaliação independente, composta por especialistas de distintos campos do conhecimento e de origem regional diversa, e envolve também a participação de profissionais do Oi Futuro e da Oi. O resultado será divulgado no site do Oi Futuro, em data a ser definida.

Leia mais
Cultura

Documentário “O Tesouro” traz à tona a doutrina de Santo Daime

O vídeo tem a pretensão de desmistificar o preconceito sobre o “chá do Santo Daime” (fotos arquivo)

 

O documentário “O Tesouro”, do jornalista e documentarista Mivan Gedeon, tem pré-estreia nesta segunda-feira, 25, às 19h, no Centro de Iluminação Cristã Estrela Brilhante Raimundo Irineu Serra (www.estrelabrilhante.org), em Paço do Lumiar.

Quem marcar presença vai ter a oportunidade de conhecer, no local do pré-lançamento, o cenário do documentário, que tem 22 minutos de duração, e  conta a história do maranhense Daniel Serra, que após conviver por 50 anos ao lado do seu tio, o fundador da doutrina do Santo Daime, Raimundo Irineu Serra, retorna ao Maranhão para fundar a mesma doutrina no estado onde os dois nasceram.

O jornalista e documentarista Mivan Gedeon acompanhou este período em que seu Daniel retornou ao Maranhão, ajudando nos primeiros passos de fundação de sua sede, documentando e registrando em imagens e textos os primeiros passos dele em busca do seu maior tesouro, seu sonho, que foi  fundar um Centro para representar a doutrina do tio.

O jornalista e documentarista Mivan Gedeon entrevistando Daniel Serra, fundador do Centro de Iluminação Cristã Estrela Brilhante Raimundo Irineu Serra.

 

Com imagens arquivos e captadas pelo jornalista durante este período (2007 a 2011) e o retoque das imagens dos fotógrafos Marcos Maia e Jerferson Stader, foi possível a construção desta instigante história, de um senhor que cativava a todos com cinco minutos de conversa.

Daniel Faleceu em 19 de outro de 2011 e até hoje seu espaço é frequentados por milhares de seguidores, simpatizantes e curiosos de várias cantos do país e do mundo. O vídeo não pretende abordar a temática da bebida, mas sim da história deste personagens folclórico do Maranhão, tanto o fundador da doutrina do Santo Daime, que era maranhense, como seu sobrinho, que retornou ao estado para representá-lo no seu estado.

O Estrela Brilhante é um instituição religiosa dos princípios doutrinários do Santo Daime, fundado nos anos 30.

 

A pré-estreia do documentário acontece na sede fundada pelo seu Daniel Serra, no município de Paço do Lumiar, durante o 10 Festival Ecumênico Estrela Brilhante, que todo ano reúne milhares de seguidores e simpatizantes desta bebida sagrada, usada em seus rituais. “O Tesouro” também estará na mostra competitiva do 42° Festival Guarnicê de Cinema, que acontece de 14 a 21 de junho deste ano, em São Luís.

Leia mais
Cultura

Projeto “Dança Aqui”, do Centro Cultural da Vale, será lançado nesta sexta-feira

O projeto irá atender oito grupos, sendo quatro em cada semestre. (foto divulgação)

 

O Centro Cultural Vale Maranhão (CCVM) lança, nesta sexta-feira, 8, o programa Dança Aqui, que abre seus espaços aos sábados para grupos de dança de rua da Ilha ensaiarem e aprimorarem suas coreografias ao longo de 4 meses.

As inscrições vão de 9 de março a 9 de abril deste ano e os interessados em participar do programa podem acessar o regulamento no site www.ccv-ma.org.br e enviar as informações solicitadas pelo e-mail [email protected].

Serão aceitas inscrições também por vídeo. Basta gravar um vídeo com todas as informações da ficha de inscrição. Daí é só enviar pelo whatsapp (98) 98517 6828.

É importante que sejam enviados também vídeos e-ou fotos de apresentações do grupo, para gente conhecer o trabalho.

Apresentação no YouTube

O CCVM irá oferecer equipamentos de projeção, som e luz, uma pequena ajuda de custo para transporte e oficina com coreógrafo convidado que visa trazer contribuições para o trabalho dos grupos. Ao final da temporada de ensaios, os grupos receberão apoio para realizar uma apresentação, que será gravada e veiculada no canal do CCVM no Youtube.

Para coordenar o projeto foi convidado o bailarino Calu Zabel, que acompanhará o desenvolvimento dos grupos. Ele explica o trabalho que pretende desenvolver: “queremos identificar perfil, necessidades e interesses de cada grupo para criarmos as atividades de apoio que irão acontecer ao longo do período de ensaios e culminarão as apresentações finais”.

Leia mais
Cultura

Todos os detalhes do edital da Cemar para projetos via Lei de Incentivo a Cultura e ao Esporte

Para tornar real o sonho de seu projeto, as inscrições deverão ser realizadas até o dia 15 de março. (foto divulgação)

 

A Cemar, por meio do seu Programa de Responsabilidade Socioambiental, lançou nesta segunda-feira, 11, o Edital para Seleção de Projetos Culturais e Esportivos 2019, aprovados na Lei Estadual de Incentivo para todo o Maranhão.

Na edição 2019, a Companhia receberá os projetos já aprovados na Lei Estadual de Incentivo a Cultura ou Esporte (que possuem o certificado de mérito), ou aqueles que já deram entrada nas secretarias estaduais.

Então, se você possui uma ideia de projeto no campo cultural ou esportivo, procure as Secretarias Estaduais de Cultura ou de Esporte e dê entrada no seu projeto. Em seguida baixe o Edital da Cemar e inscreva-se!

 

 Como participar?

Os patrocínios da Cemar ocorrem por meio da Lei Estadual de Incentivo e contemplam projetos que tenham atividades culturais e esportivas. Por este motivo só são aceitos projetos que tenham certificado de mérito cultural ou esportivo emitido pelas Secretarias Estaduais de Cultura ou Esporte. Caso o projeto ainda não tenha o certificado é necessário dar entrada nas secretarias para poder participar!

 

Quem pode inscrever um projeto?

Apenas pessoas jurídicas que possuam uma ideia de projeto social que envolva esporte ou cultura. A Lei de Incentivo não permite que pessoas físicas sejam proponentes.

 

Como fazer a inscrição?

De posse do certificado de mérito ou do protocolo de entrada deste certificado, o proponente deve acessar o site da Cemar:www.cemar116.com.br, clicar no banner “Edital de Seleção de Projetos 2019” entre 11 de fevereiro e 15 de março, ler o edital e anexar os seguintes dados solicitados:

 

1-    Preencher o formulário;

2-    Anexar a planilha orçamentária;

3-    Anexar o projeto em PDF ou Word (o mesmo projeto entregue na Secretaria ao dar entrada no certificado de mérito);

4-    Anexar o Plano de Mídia;

5-    Opcional: Anexar portfólio do projeto (caso tenha).

 

Como os projetos são escolhidos?

Após o período de inscrição, os projetos passarão pela análise do Comitê interno da Companhia para avaliação final e todos os selecionados serão divulgados no site da Cemar. Os patrocínios são destinados a projetos aprovados por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte e à Cultura, que estiverem em conformidade com as condições e exigências estabelecidas no edital da Cemar.

Para Jeane Pires, Analista de Responsabilidade Social da Cemar, o edital possibilita que tenhamos uma diversidade de projetos. “Nosso objetivo é democratizar o acesso aos recursos das leis de incentivo e dar oportunidades para que mais pessoas consigam financiamento. Assim, a cada ano proporcionamos acesso ao esporte e à cultura com mais qualidade e a muito mais pessoas.”

Em 2018 a Companhia recebeu 318 projetos por meio do Edital de Seleção para Projetos Esportivos e Culturais e foram selecionados 41 projetos e deste total 28 são culturais e 13 esportivos.  Só em projetos esportivos e culturais a Cemar já investiu mais de R$65 milhões de reais. Ao longo dos anos, a Cemar, empresa que se preocupa com os maranhenses, se consolidou como uma das empresas que mais investe em cultura e esporte no Estado, contribuindo de forma significativa para a identidade do Maranhão.

Leia mais
Cultura

Espetáculo “Flauta Mágica” celebra  21 anos do “Ópera Para Todos” neste sábado na Maria Aragão

A educadora Ceres Murad, que celebra os 21 anos do projeto Ópera para Todos, com a apresentação da ópera A Flauta Mágica, de Mozart (Foto Danielle Vieira)

 

Neste sábado, 1º de dezembro, às 19h, o projeto “Ópera para Todos”, concebido e dirigido por Ceres Murad, apresenta no palco da Praça Maria Aragão, o espetáculo “A Flauta Mágica”, comemorando 21 anos de existência.

Com patrocínio da Cemar, a exibição da bela ópera será aberta ao público de todas as idades, como forma de democratizar a cultura.

Em cena, alunos das turmas de alfabetização das escolas municipais Maria Alice Coutinho, José Sarney e Luiz Pinho Rodrigues, que juntamente com alunos do Colégio Dom Bosco encenarão as aventuras do príncipe Tamino para libertar a bela princesa Pamina, usando uma flauta mágica.

 

Sobre o projeto “Ópera para Todos”

Na metodologia de vanguarda criada pela educadora Ceres Murad para alfabetizar com mais qualidade as crianças, a ópera é utilizada como porta de entrada para despertar o pensamento crítico, estimulação emocional e intelectual que se refletem na alta qualidade do processo de ensino – aprendizagem da leitura e da escrita.

O resultado é a produção de textos com mais significado, criticidade e visão de mundo ampliada que estão reunidos em um livro de reescrita narrativa do libreto da ópera estudada produzido pelos alunos após sua alfabetização.

E após um ano vivenciando esse rico processo, a culminância do projeto que é pioneiro e premiado nacionalmente, é a encenação da ópera pelas turmas da alfabetização. Os alunos dançam, tocam e representam a ópera estudada em um espetáculo que ganha ares de super produção com os belos cenários criados pelo arquiteto Roosevelt Murad.

 

Leia mais
Cultura

Sandra de Sá e Flávia Bittencourt terão bate papo com a imprensa nesta sexta na Fribal

A cantora Sandra de Sá terá participação no super show de Flávia Bittencourt para gravação do seu DVD “Eletobatuque” nesta sexta-feira, 26, na Lagoa da Jansen. (fotos divulgação)

 

O Empório Fribal da Península da Ponta Dareia será palco nesta sexta-feira, 26, das 9h às 10h, da coletiva de imprensa das cantoras Sandra e Sá e Flávia Bittencourt.

Em pauta, o novo projeto do DVD Eletrobatuque, que Flávia Bittencourt vai gravar com participação especial de Sandra de Sá, na Concha Acústica da Lagoa, em show beneficente.

Esse vem a ser o quinto trabalho da cantora, que já lançou o CD “No Movimento”, o DVD “Leve” e  ainda os discos Sentido e Todo Domingo. Todos muito elogiados pela crítica e público.

Na gravação do DVD Eletrobatuque, Flávia vai utilizar sons eletrônicos misturados às influências brasileiras, europeias e latinas; mostrando assim sua ampla versatilidade como musicista.

Esse projeto conta com o patrocínio da Fribal e do Governo do Maranhão, via Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

Todos os detalhes desse novo trabalho e a parceria com Sandra de Sá serão explicados nesse bate papo com a imprensa, que terá como pano de fundo o belo mural do artista Eduardo Kobra na Fribal da Península.

Leia mais
Cultura

Cemar divulga projetos selecionados pela Lei de Incentivo a Cultura e ao Esporte 2018

A atleta de natação maranhense Julia Nina será uma das patrocinadas pela Cemar via Lei de Incentivo. (fotos divulgação)

 

A Cemar  acaba de divulgar os projetos contemplados, na áreas de cultura e esporte, pela Lei de Incentivo, viabilizada em parceria com o Governo do Estado. Dos 318 projetos inscritos no Edital de Seleção para Projetos Esportivos e Culturais 2018, aberto de 19 de março a 13 de abril, 41 projetos foram selecionados e deste total 28, culturais e 13, esportivos.

Todos os projetos que estavam com certificado de mérito ou protocolo de entrada nas secretarias foram avaliados criteriosamente durante os últimos meses (de abril a junho).

Os patrocínios são destinados a projetos aprovados por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte e à Cultura, que estiveram em conformidade com as condições e exigências estabelecidas no edital da Cemar.

A lista completa dos projetos selecionados de acordo com cada categoria, já está disponível para consulta no site da Cemar:  www.cemar116.com.br.

 

Cemar é mais cultura e esporte

 

De 2012 a 2017 foram cerca de R$ 65 milhões em projetos culturais e esportivos por meio das leis de incentivo, sendo cerca de R$ 31 mi em projetos esportivos e R$ 34 mi em projetos culturais.

Atletas do CEDEMAC- Centro Desportivo Maranhense de Cegos, contemplados com patrocínio da Lei

Na cultura, a companhia prima pela valorização da cultura local (São João, grupos de bumba-meu-boi), incentivo aos artistas maranhenses (Djalma Chaves, Nosly), formação de plateia com espetáculo teatral em praças públicas (Caravana Pão com Ovo, que anualmente alcança cerca de 80 mil pessoas no Estado), publicações (Senhores Cantadores, Amos e Poetas, A Corrida dos Jabutis), Natal (Natal de Todos, Brilha São Luís).

No campo esportivo, a Cemar apoia projetos sociais em São Luís e em outros municípios (São Mateus, Pindaré, Barreirinhas), Campeonato Maranhense de Futebol, Sampaio Basquete, Centro Desportivo de Cegos do Maranhão, Inclusive Praia, Júlia Nina, Tóquio 2020 e tantos outros.

Aqui a lista completa dos contemplados:

Leia mais
Cultura

Clima junino vai tomar conta da 4ª edição do Emaranhartes neste sábado, na galeria da Santê

Nesta edição do Emaranhartes toda família vai poder aproveitar e curtir o clima do São João em São Luís e, sobretudo, valorizar a cultura e as produções locais. (foto divulgação)

 

Os festejos juninos prometem dar o tom maior da 4ª edição do Emaranhartes, neste sábado, 9, das 15h às 22h, no estacionamento da Galeria do Zuki Sushi e Loja Santê, na Avenida dos Holandeses, no Calhau.

O movimento cultural tem como meta promover a valorização da cultura maranhense, por meio da arte, moda e gastronomia.

Toda a programação (divulgada na página oficial da Emaranhartes e no evento “Emaranhartes 4ª edição”, ambos no Facebook; e no Instagram @emaranhartes) é gratuita, composta por atrações musicais, discotecagem, grupos folclóricos e exposições de produtores e fornecedores locais.

Mas uma coisa se pode adiantar; no local, o público terá a sua disposição artesanato, ilustração, moda, gastronomia e muita diversão.

Lembrando que o Emaranhartes foi idealizado por 4 jovens empreendedores que, mediante a experiência em outros eventos dentro e fora do Estado e paixão pelo Maranhão, decidiram fomentar a valorização das produções maranhenses, economia criativa e estimular o mercado local.

Sua finalidade é apresentar a riqueza cultural e o pluralismo do que é realizado dentro da nossa cidade, trazendo à tona e fortalecendo a ideia de que ainda há muito a se conhecer e explorar por aqui.

Nesta edição, na abertura do período junino e num sábado, a ideia é novamente proporcionar um dia repleto de alegria, descobertas, diálogos e construção de novas amizades e parcerias.

Leia mais
Cultura

Lançado o 6º edital para seleção de Projetos Culturais e Esportivos da Cemar

Apresentação do projeto incentivado “Diz a Lenda – educação e cultura nas escolas”, que já chegou a mais de 6 mil crianças que tiveram acesso às lendas maranhenses por meio de paper toys, teatro e música. (foto divulgação)

 

A Companhia Energética do Maranhão – Cemar por meio do seu Programa de Responsabilidade Socioambiental acaba de publicar o Edital para Seleção de Projetos Culturais e Esportivos 2018, que visa a concessão de patrocínios para projetos esportivos e culturais aprovados nas Leis Estaduais de Incentivos via ICMS a serem realizados no estado do Maranhão.

As inscrições já estão disponíveis no site www.cemar116.com.br e estão abertas para todo Maranhão somente até 13 de abril. Não há limite para as quantidades de projetos inscritos.

As inscrições no processo de seleção são totalmente gratuitas, e devem ser realizadas por meio do formulário disponível no site. No ato da inscrição devem ser anexados:

-Projeto;

-Planilha orçamentária;

Certificado de mérito ou protocolo de entrada do projeto nas respectivas secretarias (esporte ou cultura)

 

Após o período de inscrição, os projetos passarão pela análise do Comitê interno da Companhia para avaliação final. Os patrocínios são destinados a projetos aprovados por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte e à Cultura, que estiverem em conformidade com as condições e exigências estabelecidas no edital da Cemar.

Para Jeane Pires, Analista de Responsabilidade Social da Cemar, o edital possibilita que tenhamos uma diversidade de projetos. “Nosso objetivo é democratizar o acesso aos recursos das leis de incentivo e dar oportunidades para que mais pessoas consigam financiamento. Assim, a cada ano proporcionamos acesso a esporte e cultura com mais qualidade e a muito mais pessoas”

Cemar é mais cultura e esporte

Desde o ano de 2012, quando a Cemar começou a patrocinar projetos por meio da Lei Estadual de Incentivo, mais de 100  projetos tiveram a oportunidade de realizar suas ações, devido ao apoio disponibilizado pela Cemar. A iniciativa da Companhia em patrocinar estes projetos, é de possibilitar que mais pessoas tenham acesso ao esporte e à cultura de uma maneira mais democrática.

no ano de 2017 a Cemar apoiou 44 projetos, sendo 26 de cultura e 18 de esporte. Foram investidos mais de R$ 13 milhões em projetos incentivados.

Para Roouse Tesla do “Éguas! Paper Toy” e idealizadora do projeto “Diz a Lenda – educação e cultura nas escolas” esta é uma grande oportunidade para quem deseja potencializar um projeto educativo, cultural ou esportivo. “Nós inscrevemos o Diz a Lenda por duas vezes, e em 2017 fomos contemplados com o incentivo da Cemar. O projeto já chegou a mais de 6 mil crianças de escolas públicas que tiveram acesso às lendas maranhenses por meio de paper toys, teatro e música. O patrocínio da Cemar é de grande importância e sem ele não conseguiríamos realizá-lo”, relata Roouse.

Leia mais
Cultura

Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados tem novo prazo para inscrições

Nos 12 anos de atuação, o Oi Futuro se tornou o espaço onde as muitas formas de arte convergem e as tecnologias do nosso tempo são um campo infinito para experimentação e para a investigação artística. (foto divulgação)

 

O Oi Futuro acaba de anunciar a prorrogação das inscrições para o Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados, que seguem abertas até dia 19 deste mês, às 17h (horário de Brasília), por meio do site do Oi Futuro (www.oifuturo.org.br). Com isso, produtores culturais terão uma semana a mais para inscrever suas propostas.

O programa destina recursos para financiamento total ou parcial de projetos aprovados em leis estaduais de incentivo à cultura seguindo duas linhas de seleção: uma para iniciativas de todo o país e outra voltada para a programação dos espaços culturais do Oi Futuro no Rio de Janeiro.

A edição deste ano traz o convite para proposição de ideias que contemplem a integração original do Museu das Telecomunicações com seus públicos, incluindo geração de conteúdo pelos visitantes. Outra novidade é a abertura a propostas de ocupação criativa do mais novo programa do Oi Futuro, o LabSonica, laboratório de pesquisa e experimentação no campo do som e suas combinações com a imagem.

O Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados investe e apoia projetos de diversas naturezas que já atraíram mais de 7 milhões de pessoas de todo o país, desde 2003.

Leia mais
Cultura

Tudo pronto para a reabertura do Teatro Arthur Azevedo nesta sexta-feira

A programação em comemoração ao bicentenário do Teatro Arthur Azevedo estará aberta ao público nos dias 9, 10, 15, 16 e 17 deste mês. (foto divulgação)

 

É grande a expectativa para a reabertura do Teatro Arthur Azevedo (TAA) nesta sexta-feira, 8.  Comandada pelo governador Flávio Dino e o secretario de Estado Cultura e Turismo, Diego Galdino, a programação vai começar às 20h e terá na plateia autoridades, artistas, intelectuais, escritores, imprensa e gente da sociedade.

Na noite, duas atrações muito especiais: a estreia do espetáculo João do Vale – O Musical e a exposição alusiva aos 200 anos do Teatro Arthur Azevedo.

O espetáculo João do Vale – O Musical, produzido desde o início do ano, promete marcar em grande estilo a reinauguração do TAA. Os ensaios finais estão a todo vapor. A direção é assinada pelo carioca Vinícius Arneiro e a direção musical pelo músico Luiz Júnior.

A dramaturgia é de Felipe Correa e o elenco é composto pelos artistas Vicente Melo (João do Vale), Tiago Andrade (Zé Keti), Gisele Vasconcellos (Nara Leão), Millena Mendonça (Domingas), James Pierre (Luis Gonzaga), Juliana Cutrim (Dorinha), Marconi Rezende (Chico Buarque) e Victor Silper (Luis Vieira).

O espetáculo fará turnê nacional em 2018, mas antes o elenco se apresentará na cidade de Pedreiras, terra do músico maranhense. “Uma digna e honrosa homenagem ao poeta do povo que levou ao Brasil a simplicidade e força do Maranhão de forma brilhante”, ressaltou o diretor do TAA, Celso Brandão.

Exposição e noite de autógrafos

A exposição alusiva aos 200 anos do Teatro Arthur Azevedo acontecerá nas dependências do Teatro. O público prestigiará uma grande homenagem a Apolônia Pinto, atriz nascida dentro do TAA em 1854 no Camarim nº 1. No local, serão encontradas figuras, objetos e livros a respeito da vida da atriz.

Também serão expostas gravuras da coleção do escritor e dramaturgo Arthur Azevedo, no Salão Nobre, além de outras peças que compõem o acervo do TAA. Também será realizado o lançamento do livro Teatro Arthur Azevedo: 200 Anos, com textos de personalidades da cultura maranhense como escritores, ex-diretores do teatro, atores, bailarinos, músicos, entre outros.

Leia mais
Cultura

Confira aqui toda a programação do IV Festival Internacional de Folclore e Turismo que acontece neste fim de semana

A finalidade do evento é fortalecer o rico folclore maranhense, por meio de intercâmbio com culturas de outras cidades e países.

 

São Luís será agitada neste fim de semana com a realização do IV Festival Internacional de Folclore e Turismo, promovido pela prefeitura da cidade, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult). A abertura será nesta sexta-feira, 22, às 20h30, na Praça Maria Aragão, numa iniciativa da World Association of Performing Arts (WAPA) e Council Internacional Dance (CID), órgãos ligados à Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco).

Além da Unesco, realizam o Festival a Comissão Nacional de Folclore e Comissão Municipal de Folclore e Brilho da Ilha Produções. As secretarias de Estado de Esporte e Lazer e de Desenvolvimento Social também são parcerias do evento que tem apoio do Shopping da Ilha, Livraria Amei e Valparaíso Acqua Park.

A programação inclui apresentações artísticas, seminários e palestras entre os grupos, promovendo o intercâmbio artístico e cultural entre os povos.

São Luís sediará pela quarta vez o evento, que terá participação das delegações internacionais de Cuba, Polônia, Estados Unidos, Paraguai e Colômbia e as delegações nacionais dos estados do Pará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Ceará, Rio de Janeiro e Maranhão, além da presença de 15 representantes da  Unesco. (fonte Prefeitura de São Luís)

 

Grupos participantes e programação

 

GRUPOS CULTURAIS
Cuba – Compañia de Danzas Folkloricas Cubanas Somos
Colômbia – Ballet Folklorico Bochica
Estados Unidos – Xocoyote
Polônia – Folkloricas Dance Lany de Pozinan
Paraguai – Puente kijha Jeroki
Ceará – CIA Txai de Danças Populares
Pará – Bfam – Ballet Folclórico da Amazônia
Paraíba – Pisada do Sertão
Rio Grande Do Norte – Bois de Reis Sete Estrelas
Rio de Janeiro – Grupo Fera Show

PROGRAMACÃO

SEXTA-FEIRA (22/09)

Praça Maria Aragão, às 20h30

SÁBADO (23/09)
Praça Maria Aragão, às 20h30
Espigão Costeiro de São José De Ribamar, às 19h

DOMINGO (24/09)
Missa das Nações na Igreja Rosário dos Pretos, na Rua do Egito, às 10h
Feirinha São Luís, na Praça Benedito Leite, no Centro Histórico, às 11h

26, 27 e 28/09
Shopping Da Ilha, às 19h

27 e 28/09
Seminário Estadual “Cultura, Educação e Turismo: Desafios para o Século XXI”, promovido pela Wapa/ Unesco, na Livraria Amei, no São Luís Shopping, às 14h30

SÁBADO (30/09)
Baile das Nações na Casa de Arte Barrica, com a participação do Bicho Terra e o Boi Brilho da Ilha.

Leia mais
Cultura

Artesanato maranhense é presença de destaque em feira nacional em Olinda

Cazumbás e miniaturas do bumba-boi entre outras peças do rico artesanato maranhense poderão ser encontrados na Fenearte, que acontece em Olinda (PE), até dia 16.

 

Produtos de fibra de buriti, azulejaria, biojoias e instrumentos de matriz africana são alguns  exemplos do artesanato maranhense que os visitantes da 18ª Feira Nacional do Artesanato (Fenearte) poderão encontrar no estande do Maranhão.

O evento já está acontecendo e prossegue até o dia 16, no Centro de Convenções de Pernambuco (Olinda), com participação de expositores nacionais e internacionais. A participação de seis artesãos maranhenses e  trabalho de outros que enviaram suas criações por procuração no evento é promovida pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Sectur), Programa Mais Artesanato e apoio do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB). Estrategicamente localizado no corredor 5 do PAB, o artesanato será exposto de forma atrativa, privilegiando a identidade cultural do Estado.

A Fenearte é considerada uma das mais importantes vitrines do artesanato nacional e internacional. Para se ter ideia, na edição de 2016 contou com o investimento de 5 milhões de reais, gerando 3 mil vagas de empregos temporários, mesmo estando o Brasil em um cenário de crise. (Fonte Governo do Estado do Maranhão)

Leia mais
Cultura

Sai a lista dos filmes selecionados para a edição 2017 do Cine Ceará

Isis Valverde está no elenco de Malasartes e o Duelo com a Morte”,  uma comédia sobre as aventuras de um personagem tradicional do folclore ibero-americano. (foto divulgação)

 

O 27° Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema, que acontece de 5 a 11 de agosto em Fortaleza, acaba de divulgar a lista de filmes selecionados para as mostras competitivas ibero-americana de longa-metragem e brasileira de curta-metragem. Os filmes foram escolhidos dentre mais de mil inscritos, dos quais 260 longas de 17 países e 853 curtas de 25 estados do Brasil, sendo 97 do Ceará. Nesta edição participam sete longas e 14 curtas. O festival é apoiado pelo programa de Patrocínios Culturais Incentivados do Oi Futuro.

Dentre os destaques na mostra competitiva ibero-americana de longa-metragem estão dois filmes brasileiros que fazem sua première mundial no festival cearense: “Malasartes e o Duelo com a Morte”, de Paulo Morelli, superprodução da O2 Filmes com o maior número de efeitos especiais da história do cinema no país, com Jesuíta Barbosa, Isis Valverde, Julio Andrade, Leandro Hassum e Vera Holtz no elenco; e “Pedro sob a cama”, de Paulo Pons (Vingança), com Letícia Sabatella e Fernando Alves Pinto.

Também estão na disputa cinco longas que serão exibidos no Brasil pela primeira vez: “Santa e Andrés” (Cuba/França), de Carlos Lechuga, que venceu 11 prêmios em festivais, incluindo melhor filme, atriz (Lola Amores) e roteiro no Festival de Guadalajara, no México, e o XI Prêmio Julio Alejandro de Roteiro, no SGAE; o chileno “Uma mulher fantástica”, de Sebastián Lelio (Glória), que conquistou o Urso de Prata de roteiro e o Prêmio Teddy no Festival de Berlim; o argentino “Ninguém está olhando”, de Julia Solomonoff, que venceu o prêmio de melhor ator (Guillermo Pfening) no Festival de Tribeca, em Nova York, “O homem que cuida” (República Dominicana/Porto Rico/Brasil), de Alejandro Andújar, que participou do Festival de Roterdã, e “Últimos dias em Havana” (Cuba/Espanha), de Fernando Pérez, premiado melhor filme latino-americano no Festival de Málaga.

Dentre os curtas brasileiros, destaque para “Vênus – Filó a fadinha Lésbica”, de Sávio Leite, exibido na mostra Panorama do Festival de Berlim, na Alemanha; “Mehr Licht!”, de Mariana Kaufman e “Valentina”, de Estevão Meneguzzo, exibidos no Festival de Edimburgo, na Escócia. Além de cinco curtas cearenses: “A Balada do Sr. Watson”, “Caleidoscópio”, “Do Que Se Faz De Conta”, “Memórias do subsolo ou o homem que cavou até encontrar uma redoma” e “Vando Vulgo Vedita”.

Na competitiva de longas serão agraciados com o troféu Mucuripe os vencedores nas categorias Melhor Filme, Direção, Fotografia, Edição, Roteiro, Som, Trilha Sonora Original, Direção de Arte, Ator e Atriz. Concorrem ao troféu Mucuripe na competitiva de curtas os eleitos pelo júri nas categorias de Melhor Curta-Metragem, Direção, Roteiro e Produção Cearense. Convidado do festival, o jornalista Rodrigo Fonseca assina a curadoria dos longas junto a Margarita Hernández, coordenadora geral do Cine Ceará, e Wolney Oliveira, diretor do festival. Na curadoria dos curtas, estão a professora e cineasta Beatriz Furtado e o cineasta e programador de cinema Salomão Santana.

Leia mais
CulturaMúsicaNOITE

“Mix In Brasil” é a mais nova banda da cidade

Mairla Oliveira, Carlos Berg e Ruan Nogueira se juntam a outros músicos e intérpretes com vasta experiência nos espaços noturnos locais, para formar uma banda que traz como diferencial o estilo “sampler” (programações e loops ) e uma dupla  (um homem e mulher) que canta e toca instrumentos  durante suas apresentações.

 

É hoje, às 22h, no Satisfaction Premium Bar, na Ponta do Farol, a estreia da mais nova e descolada banda da cidade. É a “Mix in Brasil” que apresenta na sua formação a vocalista e percursionista  Mairla Oliveira, o vocalista e compositor Carlos Berg, o baterista Ruan Nogueira, o contrabaixista  Aurélio Bona  e o guitarrista Jamilson Denys.

A banda chega para conquistar o público pela originalidade, criatividade musical e um repertório que resgata e valoriza a verdadeira musicalidade brasileira, e, com um mix e novas roupagens, dar um brilho diferencial a músicas consagradas.

Mairla Oliveira, a talentosa vocalista e percussionista do grupo, conta que a banda possui repertório variado para que agrade aos diferentes eventos, já que se enquadra na categoria de “banda de baile”, sendo seu principal foco as festas de formatura, casamento e 15 anos.

Mas que nem por isso vai deixar de aceitar convites para casas noturnas e até eventos empresariais.

Entre os estilos tocados pelo grupo estão: MPB, pop rock, bossa, reggae, Jovem Guarda, caribenho, samba rock, temas dos anos 60, 70 e 80, internacional, mambo, temas infantis, funk, pagode, samba, axé, lambada, sertanejo, swingueira, arrocha e forró pé de serra.

Então, vamos lá, hoje, prestigiar essa galera? Garanto que vocês não vão se arrepender.

Leia mais
CulturaMúsica

Maranhense abre show de Gilberto Gil no Festival Internacional de Jazz de Montreal


Rommel Ribeiro nasceu sob uma boa estrela – a estrela da música e do talento. Aqui no Maranhão, seus avós, pai e irmã foram todos artistas. Ele só tinha de seguir o seu caminho. E está fazendo isso muito bem.

 

Outra boa notícia vem de bem longe para encher os maranhenses de orgulho.  Lembram do Rommel Ribeiro? Aquele jovem músico que há cerca de sete anos mora no Canadá, se aventurando na carreira de cantor, compositor e guitarrista?

Pois é, o cara está, cada vez mais, chegando lá. Agora ganhando uma nova oportunidade com sua participação no Festival Internacional de Jazz de Montreal, abrindo o show do também brasileiro Gilberto Gil, dia 23 próximo, no chiquérrimo Théâtre Maisonneuve, daquela cidade.

Lembrando: Rommel Ribeiro nasceu em 1987, em São Luís do Maranhão, e, aprendeu ainda bem jovem a tocar violão e vários instrumentos de percussão brasileiros.

Este aprendizado rapidamente deu frutos: ele venceu sua primeira competição musical quando tinha apenas 14 anos.

O tempo passou e em 2006, ele desembarca no Canadá, onde se entrosou muito bem no meio musical, formou um grupo e acabou sendo convidado para uma série de festivais de prestígio, como o de Montreal e Ottawa, festivais de jazz internacionais, grooves globais, festival de Toronto e Ottawa Bluesfest.

Toda essa experiência tem dado a Rommel uma grande maturidade e uma maior abertura internacional. Ele agora está acompanhado de um trio formado por Araos chilenos, Ángel na bateria e Mark canadense, no baixo.

Rommel  aperfeiçoou sua arte e seu próprio  estilo emerge;  uma mistura de música popular brasileira e reggae, afrobeat, funk e jazz, com letras em francês, português, espanhol e inglês. É isso aí garoto.

Leia mais
CulturaDecoraçãoGastronomiaTurismo

Feira do Artesanato fica aberta até este domingo

A FAM 2012 apresenta o artesanato da Austrália, Itália, Bolívia, África do Sul, chocolates, queijos e vinhos de Gramado (RS) e muitas outras novidades.

 

Arte, criatividade e inovação estão presentes na variedade de produtos expostos, até este domingo, na 3ª Feira do Artesanato Mundial (FAM), no Espaço Renascença.

Organizada pela Charph Promoções e Eventos,  a feira fica aberta das 15h às 22h; com atraentes sugestões para presentear neste próximo Natal. Detalhe: crianças até 12 anos, idosos a partir de 60 anos e portadores de deficiência não pagam.

Lembrando também que a 3ª FAM oferece estacionamento gratuito na área privativa do Espaço Renascença.

Entre as novidades à venda estão os doces árabes Konefa e Baklaw, feitos com pistaches, nozes, castanhas e amendoins; os autênticos chapéus do Panamá, roupas e peças para cama, mesa e quarto infantil feitos com renda renascença, mesas sírias para jogos de cartas, dama e xadrez e muito mais. Vale conferir.

Os famosos chapéus do Panamá modelos Hollywood e Indiana Jones, são confeccionados com 100% Palha Toquila e os tamanhos variam de 56 a 63”, disse Ramires. São chapéus para jovens e adultos. Os preços variam a partir de R$ 40,00.

Além dos autênticos chapéus do Panamá, a 3ªFeira do Artesanato Mundial bate recorde de vendas com os trabalhos do Vandu Quadros (SP) e Serra da Capivara (PI).

Vale a pena apreciar os criativos artesanatos do Japão, Senegal, Brasil, Equador, Peru, Índia, Egito, Indonésia. Também à venda pratos, canecas e peças em cerâmicas vitrificadas, produzidas por artesãos de Ribeirinho (PI).

Leia mais
CulturaMúsicaTelevisão

Maranhão de olho no The Voice neste domingo

Maranhense de Imperatriz, Breno Silva começou sua carreira musical há um ano e há cerca de três meses gravou o primeiro trabalho, o CD promocional gospel com sete músicas intitulado “Sou Só Teu”. (Foto divulgação)

 

Aí, galera, vai ser imperdível (aliás, como sempre foi) a edição deste domingo, 11, do The Voice Brasil, na Rede Globo (TV Mirante), logo após Temperatura Máxima, às 14h20, horário local.

Um motivo especial para deixar a praia de lado e ficar ligado na telinha é fazer aquela torcida pelo cantor maranhense, Breno Silva, disputando uma vaga para a próxima fase do programa. Junto com ele, participarão os representantes da Bahia,  Ju Moraes e Danilo Dyba, de Santa Catarina.

Com estilo que lembra artistas norte-americanos (a voz puxada é peculiar), o carisma e a simplicidade se tornam o trunfo do cantor Breno Lima para fazer bonito nas semifinais do programa.

Aos 22 anos, o cantor imperatrizense se declara um vencedor por superar as primeiras fases do The Voice, mas faz questão de ressaltar que pretende ir ainda mais longe.

Quem também garantiu um lugar para as semifinais foi a goiana Mayara Prado e, que, com certeza, terá uma grande torcida do público maranhense, na sua próxima apresentação dia 25.

Afinal ela está radicada há vários anos na cidade e já se considera uma ludovicense. Portanto, sucesso para ela também.

Leia mais
CulturaDançaMúsicaNOITE

Cedric Myton nesta sexta no “Reggae Festival”

O veterano e espetacular cantor jamaicano Cedric Myton  é atração no “Palco Rei”, nesta sexta-feira, no Maranhão Roots Reggae Festival, promovido pelo Sistema Mirante.

 

Fim de semana chegando e o blog está sabendo que toda a galera bacana de São Luís vai prestigiar e curtir de montão o Maranhão Roots Reggae Festival, que acontece a partir de amanhã, prosseguindo até domingo, 11, no Cais da Alegria, no Anel Viário.

E na programação desta sexta-feira, 9, entre nomes nacionais e internacionais, está uma das lendas do reggae, o cantor Cedric Myton, um dos primeiros integrantes da célebre “The Gongos”, banda vocal de reggae da Jamaica formada em meados dos anos 1970 e que, após um período de separação, está ativa até os dias atuais.

Na opinião no nosso expert no assunto, o Dj locutor e produtor do programa Reggae Point, Waldiney, da Mirante FM, “Cedric Myton é um artista muito admirado por possuir uma bela voz e ser um dos cantores preferidos entre os maranhenses”.

Assim como outros jamaicanos, diz ele, sua história musical percorre as habilidades de vocalista, percussionista, guitarrista, chegando a produtor musical.

As suas canções começaram a ser executadas nas radiolas de reggae da ilha nos anos 80 e os discos mais populares são “Congo Ashanti” e “Face the Music”, os quais servirão de base para a sua participação no Maranhão Roots Reggae Festival.

 Será um show inédito, acompanhado da banda maranhense Capital Roots. Veja abaixo toda a programação.

Leia mais
ComportamentoCulturaGastronomia

Gastronomia maranhense em mostra na UFMA

Da rica gastronomia regional, a culinária maranhense é um capítulo a parte. Um destaque é o arroz de cuxá que pode ser saboreado com uma pescada frita ou uma torta de caranguejo ou camarão.

 

Como parte da IV Semana do Hoteleiro, que está acontecendo esta semana na Cidade Universitária da UFMA, vai rolar, nesta sexta-feira, 9, a III Mostra da Gastronomia Maranhense, que traz como tema “400 Anos de Diversidade Cultural e Gastronômica”.

Muito legal, não? A iniciativa partiu dos alunos da disciplina de “Gastronomia Aplicada”, ministrada pela professora Marilene Sabino, do Departamento de Turismo e Hotelaria.

Durante o evento vai acontecer mesa-redonda e degustações da culinária regional, graças a parcerias com restaurantes conceituados de São Luís.

Uma boa oportunidade para o público conhecer mais sobre a culinária local, os pratos tradicionais e os novos desdobramentos da cozinha maranhense.

Quem quiser já pode se inscrever no Núcleo de Projetos e Pesquisas em Hotelaria ou no Núcleo de Pesquisa e Documentação em Turismo, pagando o valor simbólico de R$ 5,00.

O evento será montado no auditório central da UFMA, das 10h às 12h, e a degustação, vai acontecer no anexo do restaurante universitário (Kitaro Mix), a partir das 12h. O público-alvo será os profissionais da área e contará com a participação de toda comunidade acadêmica.

Leia mais