Fecha

CINEMA

CINEMA

Confira aqui sugestões de filmes para assistir pelo “Dia Internacional da Mulher”

“Oito Mulheres e um Segredo” é um dos filmes da programação da NOW, em homenagem ao mês da Mulher com programação especial. (foto divulgação)

 

Fortes, guerreiras, apaixonadas, mães e executivas são alguns dos papéis assumidos pelas mulheres não só na vida real, mas também em filmes. E para curtir e aproveitar cenas com estas super-heroínas, o NOW selecionou mais de 50 títulos para comemorar o Dia Internacional das Mulheres. O Especial Mês das Mulheres fica disponível entre os dias 08 e 31 de março, com filmes com 50 % de desconto, para os clientes da NET e Claro.

Entre os títulos de destaque estão dois títulos com Cate Blanchett: Carol, que também tem Rooney Mara em papel de destaque no filme; e Oito Mulheres e um Segredo, que junta outras mulheres poderosas no elenco, como Sandra Bullock, Anne Hathaway, Rihanna, Helena Bonham Carter e Sarah Paulson.

O especial ainda tem Jackie, com Natalie Portman; Para Sempre Alice, que deu à Julianne Moore o OSCAR de Melhor Atriz; o romance A Incrível História de AdalineA Dama Dourada, com Helen Mirren; e A Jovem Rainha, filme que conta a história da rainha coroada da Suécia, interpretada por Malin Buska.

Para acessar basta ir em Cinema > Promoção Mês das Mulheres pelo site nowonline.com.br ou app para dispositivos móveis. Os assinantes com pacote de TV das operadoras também assistem pelo canal 1 do controle remoto.

 

Confira a lista completa de filmes do Especial:

 

 

50 são os novos 30 Garota Exemplar
55 Passos Incriminada
A Dama Dourada Irrepreensível
A Garota do Livro Jackie
A Incrível História de Adaline Limites
A Jovem Rainha Lucy
A Justiceira Mad Max: Estrada da Fúria
A Lista de Honra Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo
A Menina que Roubava Livros Mamma Mia!: O Filme
A Professora Maria Madalena
A Vingança Está na Moda Miami
A Vingança Perfeita Mil Vezes Boa Noite
Agnus Dei Millennium – Os Homens que Não Amavam as Mulheres
Alerta de Fuga Miss Simpatia
Anjos da Noite Miss Simpatia 2: Armada e Poderosa
Anna Karenina Nise – O Coração da Loucura
Anna Karenina: A História de Vronsky O Som de Deus
Apesar de Tudo Oito Mulheres e um Segredo
As Herdeiras Para Sempre Alice
Carol Quatro Amigas e um Jeans Viajante
Contra a Corrente Relações de Família
Daphne Segredos e Mentiras
De Cabeça Erguida Sexy por Acidente
Deixe a Luz do Sol Entrar Tomb Raider: A Origem
Desobediência Uma Razão para Vencer
Erin Brockovich – Uma Mulher De Talento Vida Fácil
Essa é Nossa Terra Vidas à Deriva
Eu, Olga Hepnarová
Leia mais
CINEMA

Cineasta maranhense em Los Angeles também vem para a premiação The Best 2018

Raul Guterres foi premiado recentemente no Raindance Film Festival,  um dos principais festivais independentes da Europa, que já revelou renomados diretores, como o inglês Christopher Nolan. (fotos divulgação)

 

Mais um maranhense com destaque internacional confirma presença dia 20 de dezembro, no Villa Reale Holandeses, para receber a homenagem The Best, do jornalista Nedilson Machado. É o roteirista, produtor, diretor, cineasta e ator, Raul Guterres, 51 anos, atualmente residente em Los Angeles, nos EUA, onde formou-se em cinema pela Universidade da Califórnia, uma das mais renomadas do mundo.

Nascido em São Luís, Raul começou sua carreira na área de TV, cinema e teatro em 1991. Sua obra marcante foi o curta metragem “Mais Uma História no Rio”, produzido em 2008, onde assina a direção, produção e roteiro.

Também foi responsável pela produção do longa “Turistas”, que criou polêmica no cenário do cinema internacional nos últimos anos, por causa da imagem que passou do cenário brasileiro ao mundo. Ele também trabalhou em “Escorpião Rei”, “O Amor Nos Tempos do Cólera” e “Alta Velocidade”.

Raul Guterres é autor do curta-metragem: “Mais Uma História no Rio”, com roteiro próprio produzido e dirigido por ele, tendo como ator principal Daniel de Oliveira (com ele na foto).

 

Sua conquista mais recente foi no Raindance Film Festival, um dos principais festivais independentes da Europa, que aconteceu entre setembro e outubro passado.

Com o filme “7 Miracles“, da empresa chinesa HTC,  no qual Raul Guterres  atuou como roteirista brasileiro, ganhou o prêmio especial, o “Spirit of Raindance: Film of the Festival”, levando a estatueta entre projetos da Oprah, John Legend e Elijah Wood.

O longa é baseado nos sete milagres de Jesus, segundo o evangelho de João. “Era um projeto pessoal da CEO fundadora da empresa, Cher Wang. Ela é cristã, então tinha essa ideia de fazer algo visual, com temas voltados para a religião. O filme surgiu para criar conteúdos para uma nova plataforma de realidade virtual, que é um mercado que está cada vez maior no mundo inteiro”, falou Raul Guterres ao site da jornalista Heloisa Tolipan.

Leia mais
CINEMA

Campanha “Compre e Ganhe Diversão” da Oi oferece convite para o filme “Fala Sério, Mãe!!”

Ingrid Guimarães e Larissa Manoela são as estrelas da comédia de Pedro Vasconcelos. (foto divulgação)

 

A Oi, em parceria com a Downtown Filmes, lança mais uma campanha de “Compre e Ganhe diversão”. Vai ser assim. O cliente que adquirir um aparelho habilitado no plano Oi Mais Controle em redes de varejo Oi, como C&A, Lojas Americanas, Magazine Luiza, entre outras lojas, ganha um convite para assistir ao filme “Fala Sério, Mãe!!” que estreou no último dia 28 de dezembro.

A oferta é válida até o próximo dia 24, ou enquanto durar o estoque de ingressos nas lojas participantes. A campanha é válida para os estados do Ceará, Maranhão e Rio Grande do Norte.

Sobre o filme

No filme, Angela Cristina (Ingrid Guimarães), mãe da adolescente Maria de Lourdes (Larissa Manoela), está tendo a experiência de guiar sua filha durante uma das fases mais complicadas da vida. Ela vive uma montanha-russa de emoções, com medos, frustrações e um caminhão de queixas para descarregar.

Por outro lado, Malu, como prefere ser chamada, também tem suas insatisfações. Teimosa, sofre com os cuidados excessivos e com o jeito conservador da mãe. O filme é inspirado no livro de mesmo nome de Thalita Rebouças.

Leia mais
CINEMA

Golden Shopping inaugura cinema com a presença de Marcelo Faria e a nova versão do filme “Dona Flor e Seus Dois Maridos”

A nova versão do filme “Dona Flor e Seus Maridos”, com Leandro Hassum, Juliana Paes e Marcelo Faria (que estará aqui presente) marca a estreia, para convidados, do cinema premium Kinoplex, no Golden Shopping Calhau. (foto divulgação)

 

O ator de TV e cinema Marcelo Faria e o empresário Luiz Severiano Ribeiro Neto, presidente do Kinoplex, estarão em São Luís nesta quinta-feira, 9, para o coquetel de inauguração no Golden Shopping Calhau, do primeiro cinema premium da região.

O complexo de cinema Kinoplex, que estará aberto para o público nesta sexta-feira, 10, contará com quatro salas de exibição digitais, sendo duas KinoEvolution, espaço exclusivo do Kinoplex, com tela gigante de mais de 180 m². Destaque-se ainda o som e imagem de última geração, e duas salas Platinum, que seguem o conceito VIP da rede, com poltronas superconfortáveis, espaçosas e reclináveis, descanso para os pés e serviços diferenciados.

“Dona Flor” repaginado

O coquetel de inauguração do cinema, a partir das 19h, é exclusivo para imprensa e convidados, onde será possível conhecer, em primeira mão, todo o diferencial do complexo. Na ocasião, será realizada uma sessão exclusiva do filme “Dona Flor e Seus Dois Maridos”, com a presença do ator Marcelo Faria e de Luiz Severiano Ribeiro Neto, presidente do Kinoplex, que virão a São Luís especialmente para esse evento.

Na nova adaptação do clássico homônimo, de autoria de Jorge Amado, “Dona Flor e Seus Dois Maridos” para o cinema, a história de Dona Flor (Juliana Paes), uma professora de culinária de Salvador que se vê dividida entre o amor de dois homens: o malandro Vadinho (Marcelo Faria) e o correto farmacêutico Dr. Teodoro (Leandro Hassum).

Leia mais
CINEMA

Com foco no cinema brasileiro, a Oi e Oi Futuro são grandes parceiras do Festival Maranhão na Tela

O ator Daniel Oliveira, do filme “Sangue Azul”, de Lírio Ferreira, é uma das presenças confirmadas no Festival Maranhão na Tela (foto divulgação)

 

Acontece em São Luís, até o próximo dia 26, no Centro de Criatividade Odylo Costa, filho; Centro Cultural Vale Maranhão e Espaço Chão, o Festival Maranhão na Tela.

Como grandes patrocinadores do evento, estão a Oi e o Oi Futuro que renovam mais uma vez a parceria com evento por acreditar na sua versatilidade, solidez e por ser um dos mais importantes do gênero realizado no estado.

O  Maranhão na Tela, que celebra seus 10 anos com edição especial completa quatro anos de patrocínio da Oi e apoio cultural do Oi Futuro por meio do seu Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados.

A Oi é uma das maiores patrocinadoras da cultura no país e apoia projetos de diversas naturezas que já atraíram mais de 6 milhões de pessoas desde 2003. A Oi, por meio do Oi Futuro, promove, apoia e desenvolve ações inovadoras e colaborativas para melhorar a vida das pessoas e da sociedade.

Com atuação nas frentes de Educação, Cultura, Inovação Social e Esporte, o instituto acelera iniciativas que ampliam o repertório com plataformas de conteúdo, potencializam o desenvolvimento pessoal e coletivo, fomentam experimentações de inovação e estimulam conexões.

Convidados especiais

O Maranhão na Tela têm presença confirmada de convidados especiais, entre eles Daniel Oliveira (ator no filme Sangue Azul, de Lírio Ferreira), Júlio Machado (protagonista de Joaquim, de Marcelo Gomes), Jorge Itapuã Beira Mar (diretor), Carol Benjamim (produtora e roteirista), Patrícia Nidermeier (atriz), Christian Caselli (diretor e produtor), Nizo Neto (ator) e Clara Averbuck, que ministrará uma oficina de criação literária. Toda a progreamação pelo site www.maranhaonatel.com.br

Leia mais
CINEMA

“Os Pobres Diabos” e outras estreias desta quinta-feira nos cinemas

“Os Pobres Diabos” narra as viagens do Gran Circo Teatro Americano pelo sertão nordestino. Na cidade de Aracati, é montada uma peça sobre a crise no inferno. (fotos divulgação)

 

“Os Pobres Diabos”, de Rosemberg Cariry, uma homenagem aos pequenos e pobres circos que perambulavam pelo sertão cearense, é um das estreias nacionais desta quinta-feira, 6. O filme tem participação da distribuidora maranhense Lume, de Frederico Machado, e, em São Luís será exibido no Cinépolis (São Luís Shopping) e no Cine Lume (Office Tower).

A literatura de cordel e aulas com fonoaudióloga serviram de laboratório para a protagonista do filme “Os Pobres Diabos”, Silvia Buarque, que interpreta a atriz circense Creuza. Ela e outros grandes atores, como Chico Diaz, Everaldo Pontes, Gero Camilo, Zezita Matos e Sâmia Bittencourt se uniram a artistas locais de circo para compor a trama.

Também para agitar a programação do mês das férias, está o longa “Homem-Aranha: De Volta Ao Lar”, marcando o início de uma nova franquia com o herói aracnídeo, desta vez dentro do universo cinematográfico MarvelTom Holland é quem assume a máscara, já tendo estreado no personagem em 2016 com uma curta participação em “Capitão América: Guerra Civil”.

Além do herói, também estreia nesta quinta-feira o filme “Soundtrack”, com Selton MelloSeu Jorge e o inglês Ralph Ineson (“A Bruxa”). O filme conta a história de um fotógrafo que viaja para uma estação de pesquisa polar para realizar um trabalho pessoal e, lá, tem um choque cultural com o grupo de cientistas residentes.

“Soundtrack”, como sugere o título, faz um trabalho sensorial cuidadoso para explorar a imagem e o som como elementos independentes e complementares, capazes de provocar no espectador os mais diferentes significados e emoções. Para quem gosta de arte e poesia, é um filme obrigatório. Aqui seguem mais sinopses e fotos das outras produções em cartaz na semana.

As Aventuras do Pequeno Colombo

O longa brasileiro “As Aventuras do Pequeno Colombo” reúne personagens históricos numa grande aventura. Leonardo da Vinci, Cristóvão Colombo e Monalisa saem juntos numa jornada rumo a uma ilha de tesouros, para salvar a família de Colombo da falência. No caminho, porém, eles enfrentam o povo das águas e a fera marinha Nautilus.

Perdidos em Paris

Fiona é uma bibliotecária de uma pequena cidade canadense que recebe uma aflita e angustiada carta de sua tia Marta, uma senhora de 93 anos, que vive sozinha em Paris. Sem pestanejar, Fiona embarca no primeiro avião rumo à capital francesa apenas para descobrir que Martha desapareceu.

Poesia Sem Fim

O filme é baseado na autobiografia do diretor Alejandro Jodorowsky que homenageia através da sua história a herança artística do Chile. Durante a juventude do artista chileno, ele se libertou de todas as suas amarras, como família e limitações, e foi introduzido no principal círculo artístico bohêmio dos anos 1940 no Chile, onde conheceu promissoras pessoas do ramo que se tornariam reconhecidas no século XX.

Cada vez mais longe

Foi na década de 60 que começou o processo de assoreamento da Baía de Sepetiba, e isso por causa da implantação da Zona industrial. Isaura (Branca Messina) e João (Fernando Alves Pinto) vivem na pacata região. Ela faz e desfaz um crochê, alegando que é sua única distração naquele lugar. e ele, pescador, promete trazer todos os peixes do mundo caso ela pare com essa mania. Mas João é obrigado a ir cada vez mais longe nesta busca, e Isaura segue esperando por ele, em meio à solidão.

Leia mais
CINEMA

Cineasta Zelito Viana destaca vida de Ferreira Gullar durante o Guarnicê

Zelito Viana durante o bate-papo sobre o documentário que retrata as obras Ferreira Gullar. (Foto/Lauro Vasconcelos)

 

Em um dos momentos mais esperados do 40º Festival Guarnicê de Cinema deste domingo, 4, quem compareceu ao teatro do Odylo Costa, Filho foi presenteado com o documentário e debate sobre o ícone maranhense Ferreira Gullar. O filme destaca poesias, crônicas e mesmo músicas de autoria de Gullar. Artistas como Marco Nanini, Paulinho da Viola deram voz às obras do escritor maranhense levando o público aos aplausos durante quase todo o documentário.

A estreia do documentário aconteceu durante o terceiro dia de programação do festival e recebeu muitos elogios do público. A apresentação contou com familiares de Ferreira Gullar que se emocionaram durante a exibição. O objetivo da obra é mostrar a inquietação do poeta, o motivo que o levou a  escrever, além de mostrar momentos difíceis de sua vida.

Depois da apresentação fílmica as cores do telão e o silêncio da plateia deram espaço para o debate. A mesa do debate foi composta pelo professor de literatura Rafael Quevedo; a idealizadora do documentário Vera de Paula; o comunicador e mediador Alberto Campos Júnior e o diretor do documentário Zelito Viana. Eles responderam perguntas tanto sobre a produção e vida de Gullar quanto sobre o cenário nacional sem a presença do maranhense.

Leia mais
CINEMA

Dwayne Johnson faz piada com Zac Efron no filme “Baywatch”

Com distribuição da Paramount Pictures, o filme estreia em 15 de junho nos cinemas de todo o país. (FOTO DIVULGAÇÃO)

 

No papel de um ex-nadador olímpico arrogante, Zac Efron é Matt Brody na versão para o cinema de “Baywatch”. Ao se candidatar à vaga de salva-vidas do time liderado por Mitch Buchannon (Dwayne “The Rock” Johnson), ele precisará engolir não só o orgulho, mas muita zoação, como mostra o vídeo divulgado pela Paramount Pictures.

Famoso por conquistar duas medalhas de ouro, Brody enfrenta um momento difícil na carreira de atleta, após ter tomado um porre na véspera de uma importante competição. Sua postura de pop star acaba virando chacota na mão de Mitch e ele ganha apelidos como “New Kids on the Block”, “Backstreet Boys” e “One Direction”. Na trama, mesmo com as desavenças, os dois vão se unir para desmascarar uma conspiração que ameaça o futuro da praia onde trabalham e restabelecer a paz no local.

A produção estreia no dia 15 de junho e também traz no elenco Alexandra Daddario, Priyanka Chopra, Jon Bass, Kelly Rohrbach, Ilfenesh Hadera e Hannibal Buress. A direção é de Seth Gordon (“Quero Matar Meu Chefe”) e o roteiro, de Damian Shannon & Mark Swift e Barry Schwartz. Os produtores são os criadores da famosa série de TV “Baywatch”: Beau Flynn, Ivan Reitman, Michael Berk, Doug Schwartz e Greg Bonann. 

Leia mais
CINEMACultura

Comédia brasileira dá show nas bilheterias

A comédia (em cartaz na rede de cinemas Cinesystem, do Rio Anil Shopping) é inspirada no livro “Casais Inteligentes Enriquecem Juntos” de Gustavo Cerbasi. O filme conta a história de um casal, interpretado por Leandro Hassum e Danielle Winits, que ganha uma fortuna, mas perde tudo.

 

Viva o cinema nacional. O filme “Até que a Sorte nos Separe”, de Roberto Santucci, já ultrapassou a marca de 1 milhão de espectadores, levando 1.051.000 pessoas aos cinemas desde o seu lançamento em 5 de outubro.

O longa, que estreou em 405 salas em todo o país, já havia registrado a maior bilheteria de abertura do ano entre filmes nacionais, no último fim de semana.

Estrelado por Leandro Hassum e Danielle Winits, “Até que a Sorte nos Separe” conta a hilariante história de um casal que ganha uma fortuna na loteria e perde tudo com sua vida de ostentação.

Livremente inspirado no best seller “Casais Inteligentes Enriquecem Juntos”, de Gustavo Cerbasi, o filme tem roteiro assinado por Paulo Cursino e Angelica Lopes. No elenco também estão os atores Kiko Mascarenhas, Rita Elmôr, Ailton Graça e Rodrigo Sant’Anna.

O longa é uma produção da Gullane em coprodução com Paris Filmes, Globo Filmes, RioFilme e Telecine, e tem distribuição da Paris Filmes e da Downtown.

Leia mais
CINEMAMúsica

‘James Bond’ faz 50 anos com coletânea musical

Na história do Cinema: Sean Connery interpretou James Bond “oficialmente” em 6 filmes (entre 1962 e 1971), e uma vez “não oficialmente” em 1983. Já Roger Moore (D) começou a interpretar o agente depois de Connery, e o fez em 7 filmes (entre 1973 e1985), passando a tocha para Timothy Dalton em 1987.

 

Atenção cinéfilos. O ano de 2012 marca o aniversário de 50 anos da icônica franquia de filme de James Bond. E em conjunto com a EON Productions e Metro-Goldwyn-Mayer Studios, a Capitol/EMI orgulha-se de juntar-se a celebração do mundo de 007.

Pois é. “Best of Bond… James Bond” é uma nova coleção comemorativa de músicas digitalmente remasterizadas dos filmes lendários, que será lançada no dia 22 deste mês no Brasil. E, portanto, vai apresentar ao distinto público seus memoráveis temas.

São 23 canções de todos os 22 filmes oficiais de Bond, que estará disponível em CD e digitalmente.

Nesta sexta-feira5, será comemorado o 50º aniversário do lançamento do primeiro filme de Bond, “Dr. No”. Nesse dia é celebrado também o “Dia James Bond”.

A edição de 23 faixas do “Best of Bond… James Bond” apresenta os 22 filmes de Bond, lançados desde 1962, incluindo “James Bond Theme” do John Barry, a Orquestra do “Dr. No”, com uma impressionante arte de capa, mostrando Bond no “Golden Girl” e o 50º logo de aniversário.

O filme de orquestra “John Barry Orchestra” e o filme de amor de Louis Armstrong “On Her Majesty’s Secret Service” de 1969 são incluídos.

Saibam que há 50 anos, uma parte significativa da emoção que antecedia cada nova aventura do espião James Bond eram as revelações da música-tema do filme.

Muitas das maiores estrelas da música tiveram a honra de escrever e gravar novas músicas de 007. Para ver e ouvir a sua música trouxe para a vida os créditos de abertura dos filmes sensuais que reprisavam em pedaços dentro do filme.

Muitos temas de Bond foram grandes hits em todo o mundo. Shirley Bassey em “Goldfinger”, Tom Jones em “Thunderball”, Paul McCartney e Wings em “Live And Let Die”, Carly Simon em “Nobody Does It Better”, Sheena Easton em ” For Your Eyes Only “, Rita Coolidge em “All Time High , Duran Duran em “A View to a Kill”, Garbage’s em “The World Is Not Enough”, Madonna em ” Die Another Day ” e Jack White e Alicia Keys em “Another Way To Die” são apenas alguns dos filmes de Bond que ganharam destaque no “Best Of bond … James Bond”. Vamos esperar para curtir. Vai valer a pena.

Leia mais
CINEMACulturaTurismo

Filmes e debates no final da “Cultura Ativa”

Única ficção brasileira no 59º Festival de Berlim, o thriller “Vingança”, de Paulo Pons, lançado nos cinemas em novembro de 2008, será exibido sábado, 29, na 1ª Mostra Cultura Ativa promovida pelo Sebrae-MA.

 

Quer conhecer melhor a cultura, as artes e até os problemas e dificuldades enfrentados pelo Brasil e o Maranhão? Um painel da realidade do nosso País e nosso Estado pode ser apreciado e repensado a partir de filmes, debates, cursos e documentários que estão rolando no projeto Maranhão na Tela, da 1ª Mostra Cultura Ativa, que volta a agitar este fim de semana o Ceprama.

Graças a iniciativa do Sebrae, você vai poder aproveitar ainda o curso Adaptação Literária, ministrado pela jornalista, curadora literária e produtora executiva, Carolina Benjamin.

O encontro inicia na sexta-feira, 28, e termina no domingo, 30, no auditório do Ceprama, com aulas no horário das 9h às 12h. As inscrições podem ser feitas no primeiro dia de aula, a partir das 8h.

No teatro, uma das mais belas lendas contadas em São Luís será apresentada ao público durante este último fim de semana, no evento. O espetáculo “D. Sebastião, 400 anos depois”, dirigido e produzido pelo prestigiado dramaturgo Tácito Borralho, faz uma grande homenagem à capital maranhense recontando o mito do rei português, D. Sebastião. A apresentação envolve aspectos da cultura popular maranhense, especialmente aquelas de fundo essencialmente religioso

Confira a programação dos filmes a serem exibidos:

28.09 – 19h00

“ENCHENTE”- longa documentário dirigido por Julio Pecly e Paulo Silva – http://www.youtube.com/watch?v=d7g7jcF_iT0

SINOPSE: No dia 13 de fevereiro de 1996, o Rio de Janeiro foi castigado por mais uma enchente. Na comunidade de Cidade de Deus, mais de 80 pessoas morreram e centenas ficaram desabrigadas. Uma tragédia já esquecida pelas autoridades, mas ainda muito viva na memória daqueles moradores.

29.09 -19h00
“VINGANÇA” – longa de FICÇÃO dirigido por Paulo Pons – http://www.youtube.com/watch?v=YW9zVbFzr7s
SINOPSE: Em uma cidade no interior do Rio Grande do Sul vive Camila (Bárbara Borges), a filha de um rico fazendeiro (José de Abreu) que é abandonada na beira de um rio após ser violentada. Meses depois o misterioso Miguel (Erom Cordeiro) chega ao Rio de Janeiro, onde passa a perseguir Carol (Branca Messina). Bruno (Márcio Kieling), o jovem irmão dela, vive na Austrália e está na cidade de férias. Eles vão a uma festa, onde Carol conhece Miguel. Posteriormente Sazão (Miguel Nader), um amigo deles, é golpeado pela costas e cai, desacordado. Nesta mesma noite Camila chega ao Rio de Janeiro, trazendo revelações que modificam as vidas de todos.

Quem visitar o Cultura Ativa também pode saber um pouco mais sobre a história de personalidades da cultura maranhense, por meio de mini-documentários produzidos por jovens que participaram de oficinas do projeto Maranhão na Tela, nas edições de 2008 e 2009, como Antônio Vieira, Dona Teté e Zelinda Lima. A exibição de filmes é outra opção de lazer e conhecimento, por meio da sétima arte.

Com filmes, artesanato, teatro, rodas de conversa, cursos e documentários, chega ao fim neste fim de semana o projeto Maranhão na Tela na 1ª Mostra Cultura Ativa promovida pelo Sebrae-MA, que está sendo realizada no Ceprama (Madre Deus).

Leia mais
CINEMAComportamentoCultura

Shopping tem opção cultural variada no feriadão

“São Luís 400 Anos: Ilha de cores, belezas e contrastes, és morada das artes” , é uma das exposições em cartaz no Rio Anil Shopping em homenagem ao aniversário da cidade.

 

Para quem ficou em São Luís no feriadão, nada melhor que ir ao shopping. Opções de cultura, entretenimento para os adultos e diversão para a criançada é que não faltam.

Uma boa pedida é aproveitar para visitar as exposições que estão em cartaz no Rio Anil Shopping. A exposição ”400 Anos Luz”, do fotográfo Meireles Junior, que reúne uma coletânea de peças fotográficas que retrata o cotidiano ludovicense e de países que tem semelhanças com a capital maranhense,como Portugal, França e Holanda; continua cotadíssima.

“São Luís 400 Anos: Ilha de cores, belezas e contrastes, és morada das artes”, é outra boa opção. A mostra reúne trabalhos de professores de pintura do projeto Morada das Artes que puderam expressar o amor por essa cidade, e incentivar alunos do curso a fazer o mesmo.

Cerca de 20 telas pintadas a óleo trazem detalhes de casarões, ruas e embarcações que compõem o cenário da cidade.

Já a exposição “ São Luís 400 Anos: um recital de imagens”,  reúne o trabalho de 42 foto-clubistas, entre profissionais e amadores, que registraram peculiaridades do cenário arquitetônico, dos casarões seculares a singularidade da cultura local.

Mas tem mais opções: assistir a um bom filme também é uma boa ideia. E para os pequenos segurança e diversão garantida no Spacy Play e no projeto “Brincando com a Galinha Pintadinha” que está instalado na praça de eventos do Rio Anil Shopping até o dia 20.

Pinturas, jogos estimulantes, exercícios educativos aliados a cineminha, quebra-cabeça, dobradura, atividades musicais e reciclagem, uma mistura ideal para envolver a criançada em uma maneira divertida de aprendizado durante o feriado.

Vale visitar também a exposição fotográfica “São Luís 400 – Um recital de imagens”, promovida pelo fotoclube Poesia do Olhar. São mais de 300 fotografias que mostram as belezas de São Luís e homenageiam o quarto centenário da cidade.

Cinema ainda é a maior diversão. E na rede Cinesystem, do shopping, estão em cartaz os maiores lançamentos da semana. Vale conferir.

Leia mais
CINEMACultura

Festival “Cinema Pela Verdade” em São Luís

Apesar das atividades estarem voltadas principalmente aos acadêmicos, o Festival é gratuito e aberto ao público.

 

Atenção cinéfilos da Ilha. A Faculdade São Luís acaba de anunciar que sediará, o Festival Cinema Pela Verdade, que acontecerá de 21 a 23 próximo, às 19h, no auditório Dr. José Vasquez Ver-Vallen, da instituição.

O festival é uma parceria do Instituto Cultura em Movimento (Icem) com o Ministério da Justiça e vem sendo realizado desde maio de 2012 nas principais universidades do país.

Em todos os estados do Brasil, o festival exibe gratuitamente filmes nacionais cujo foco é o período da ditadura militar e suas consequências. Já foram realizadas 135 sessões e mais de 12 mil pessoas participaram do projeto.

O “Cinema pela Verdade” selecionou três documentários que trazem diferentes enfoques sobre o tema: Cidadão Boilsen (2009) de Chaim Litewski; Condor (2007), de Roberto Mader; e Hercules 56 (2006), de Silvio Da-Rin.

Além desses, o projeto também vai contar com a participação especial de mais duas obras: Diário de uma Busca (2010), de Flavia Castro; e Uma longa Viagem (2011), de Lucia Murat, lançamento nacional de 2012.

Após cada exibição, é promovido um debate com acadêmicos, pesquisadores, integrantes de movimentos sociais e culturais, além dos próprios diretores ou equipe de produção dos filmes, onde estudantes e debatedores terão a chance de trocar conhecimento e experiências, fomentando assim a discussão.

No dia 23, o diretor do filme Condor, Roberto Mader, irá participar do debate junto aos participantes do evento.

Confira a Programação:

Dia 21: Hércules 56 – Na semana da independência de 1969 o embaixador americano no Brasil, Charles revolucionário e a libertação de 15 presos políticos, que representam diversas tendências políticas que se opunham à ditadura militar. Banidos do território nacional e com a nacionalidade cassada, eles são levados ao México no avião da FAB Hércules 56. Através de entrevistas com os sobreviventes os fatos desta época são relembrados. Direção: Silvio Da-Rin, 2006. Documentário, 94 minutos.

Dia 22: Uma Longa Viagem – O documentário fala da vida da própria diretora, na época em que era presa política do regime militar e um de seus irmãos, Heitor, rodava o mundo num mergulho delirante no universo das drogas. Direção : Lucia Murat , 2011. Documentário, 97.

Dia 23: Condor – Condor foi o nome dado à cooperação entre governos militares sul-americanos que resultou no seqüestro e assassinato de milhares de pessoas e no exílio de tantas outras. Uma análise contemporânea destes eventos, trazendo uma história de terrorismo de Estado, mas também de pessoas e da procura pela verdade e justiça. Direção: Roberto Mader, 2007. Documentário, 106 minutos.

Leia mais
CINEMACultura

Festival de cinema francês chega a São Luís

O filme “Intocáveis”, de Olivier Nakache e Eric Toledano, será exibido no primeiro dia da edição 2012 do Festival Varilux de Cinema Francês que acontece de 15 a 23 deste mês na cidade.

 

Sucesso em 2011 com mais de 45 mil espectadores, o Festival Varilux de Cinema Francês traz o melhor do cinema da França da atualidade para a cidade em mais uma edição nacional.

Em São Luís, as exibições vão acontecer de 15 a 23 deste mês, na rede Cinesystem Cinemas, no Rio Anil Shopping. Em 2012 o evento cresceu e chegará a 33 cidades brasileiras – um crescimento de mais de 30% em relação ao ano passado – que poderão assistir às exibições de filmes franceses inéditos no Brasil, em mais de 45 salas de cinema.

A programação será simultânea e conta com uma seleção de longas dos mais variados gêneros, da comédia ao thriller. No Rio de Janeiro, sede do Festival Varilux, e em São Paulo, além dos filmes haverá encontros entre artistas convidados e o público.

Na abertura em todas essas cidades será exibido o premiado “Intocáveis” (Intouchables), de Olivier Nakache e Éric Toledano. Com François Cluzet e Omar Sy, o longa foi o fenômeno absoluto de bilheteria na França em 2011, um dos filmes mais vistos na história do cinema francês, levando aos cinemas mais de 20 milhões de pessoas.

Nomes importantes estarão presentes em São Paulo e no Rio de Janeiro. Aclamada pelo seu trabalho no longa “Caramelo”, a diretora e atriz franco-libanesa Nadine Labaki vem ao país para divulgar o seu novo filme, “E agora, aonde vamos?”.

Além de Nadine, as atrizes Agathe Bonitzer, protagonista de “Uma garrafa no mar de Gaza”, Isabelle Candelier, de “Adeus Berthe o enterro da vovó”, e Astrid Bergès- Frisbey, protagonista de “A filha do Pai”. Moussa Touré, diretor senegalês de “O barco da esperança” (La Pirogue), Thierry Binistri diretor de “Uma garrafa no mar de Gaza”, Jean-Pierre Denis, diretor de “Aqui embaixo”, e Khaled Mouzanar, compositor da trilha sonora de “E Agora, Aonde Vamos?”, também estão confirmados.
Entre outros importantes títulos no Festival Varilux estão vários filmes que foram exibidos no último festival de Cannes 2012, como “Adeus Berthe – o enterro da vovó” (Adieu Berthe ou l’enterrement de Mémé), de Bruno Podalydes; “Aliyah” (Alyah), de Elie Wajeman; “O Barco da Esperança” (La Pirogue), de Moussa Touré; e filmes que serão lançados em breve no mercado brasileiro como “E agora, aonde vamos?” (Et maintenant on va ou ?), de Nadine Labaki ; “Uma garrafa no mar de Gaza” (Une bouteille à la mer), de Thierry Binisti ; “Um evento feliz” (Un heureux événement), de Remy Bezançon ; “A Filha do Pai” (La fille du puisatier), de Daniel Auteuil ; “Paris-Manhattan”, de Sophie Lellouche ; “A arte de amar” (L’art d’aimer), de Emmanuel Mouret ; “Polissia” (Polisse), de Maiwenn ; “Titeuf”, de Zep ; “My Way, O Mito Além da Música” (Cloclo), de Florent Emilio Siri ; “A Vida Vai Melhorar” (Une Vie Meilleure), de Cédric Kahn ; e “O Monge” (Le Moine), de Dominik Moll.

AQUI A PROGRAMAÇÃO EM SÃO LUIS (CINESYSTEM CINEMAS, RIO ANIL SHOPPING): AGENDE-SE.

Leia mais
CINEMAComportamento

Rodrigo Santoro quer uma vida certinha no Brasil

“Eu me vejo um dia em casa, no Rio, casado, com filhos” declara Rodrigo Santoro a QUEM Acontece que chegou as bancas nesta quarta-feira.

 

A QUEM Acontece desta semana traz uma entrevista com o ator Rodrigo Santoro, em Los Angeles (EUA). Ele afirmou à revista que, mesmo solidificando sua carreira lá fora, pretende continuar no Brasil.

“Seria muito mais fácil viver em Los Angeles. É mais cansativo em todos os aspectos da vida, mas também é maravilhoso viajar o tempo todo. Eu me vejo um dia em casa, no Rio, casado, com filhos. Cheguei a pensar em me mudar para cá, houve uma pressão, mas nunca cedi.”

Essa escolha, segundo o ator, tem um motivo. “Não consigo viver longe da família, dos amigos. E o Rio está ficando cada vez melhor. A consciência do brasileiro mudou, a mentalidade é outra.

É um momento muito bom, Hollywood, o mundo, todos estão mais interessados em nós. Vamos aproveitar, né?”

Rodrigo falou também do desejo de ser pai e de como seu personagem Alex, do filme “O Que Esperar Quando Você Está Esperando”, impulsionou essa vontade.

“O filme me fez gostar ainda mais de bebês. Adoraria ter um filho um dia. Sempre quis formar uma família. E grande. Tenho muitos primos, adoro essa coisa de reunião de família e acho que minha história vai passar por esse caminho. Ainda não rolou, mas vai, e com a pessoa certa.”

Prestes a estrear no filme “O Que Esperar Quando Você Está Esperando”, com Jenniffr Lopez, o ator falou sobre seu desejo de continuar vivendo no país e de ter uma família.

 

Leia mais
CINEMATurismo

Concurso cultural vai levar vencedor à Escócia

Em parceria com NET, Telecine, VisitBritain e VisitScotland, a promoção oferecerá uma viagem ao cenário da nova animação dos Estúdios Disney Pixar: “Valente” (Imagem acima).


Qual seria o seu maior ato de bravura para defender seus amigos e embarcar nessa viagem? Basta responder a essa pergunta até o dia 31 de julho para concorrer a uma viagem incrível para a Escócia, terra da nova aventura da Disney Pixar, “Valente”.

O vencedor e mais um acompanhante voarão com a British Airways na World Traveller – a classe econômica da companhia aérea do Reino Unido, a segunda maior da Europa – e terão a chance de aproveitar uma série de vantagens exclusivas, incluindo assentos ergonomicamente projetados e um sistema de áudio e vídeo com mais de 200 opções de entretenimento.

Além da passagem aérea com destino à Escócia, o prêmio inclui quatro noites de hospedagem e passeios por Edimburgo, a capital do país.

Os participantes também poderão concorrer a kits exclusivos do filme contendo relógios, chaveiros, livros, bonés, bolsas e capas para iPhone.
A ação faz parte da campanha GREAT, uma iniciativa do governo britânico e apoiada pela British Airways, que busca o fortalecimento dos laços de cultura, comércio, ciências, educação, esporte e turismo entre o Brasil e o Reino Unido.

Com estreia no Brasil prevista para o dia 20 próximo, “Valente” retrata mitos, lendas e histórias românticas em meio a paisagens espetaculares das Highlands (Terras Altas), na Escócia.

Os espectadores terão a chance de ver na telona as mais belas características da região, como árvores dos mais variados tamanhos, vales exuberantes, penhascos escarpados e rochas de formatos peculiares, além de majestosos castelos. Mais informações em: www.netcombo.com.br/netpravc. O resultado será anunciado pelo site no dia 15 de agosto deste ano.

A Escócia é conhecida não só pelo “Brave Heart”, haggis e pelos pastores. A Escócia tem muitos castelos, parques lindos e habitantes muito amigáveis que querem mostrar e ensinar tudo sobre a sua terra, caso você seja contemplado nessa promoção.

Leia mais
CINEMACulturaMúsica

Deborah Secco vai estrelar Joelma no cinema

 

Aqui, loiríssima, a atriz Deborah Secco que pretende abocanhar um novo sucesso no cinema interpretando Joelma, da Calypso. Qualquer semelhança é mera coincidência.

 

Esse filme vou pagar pra ver. A atriz Deborah Secco vai encarnar a breguette cantora Joelma, da banda Calypso, no cinema.

A revelação, já cogitava em vários blogs e sites de fofocas, acaba de ser confirmada pela estrela na edição de julho da revista GLOSS, que traz Deborah Secco estampando a capa.

A atriz, na revista, fala sobre sua nova fase, mais madura, procurando fugir do estereótipo de símbolo sexual. Sobre o novo filme, que deve chegar as telonas em 2013 e que chegou a ter a atriz Mariana Ximenes, como pretensa ocupante do papel, Deborah não dá maiores detalhes.

Tudo que a gente sabe, vem de informações da dupla da Calypso: Chimbinha e Joelma. Segundo eles, o longa-metragem deve-se chamar “Isso é Calypso” e será dirigido por Caco Souza, com roteiro de René Belmonte e Josefina Trotta, com a missão de contar a trajetória dos músicos do Pará, desde o início da carreira até os dias atuais.

Lembrando que a banda Calypso já vendeu, mesmo com tanta pirataria, mais de 10 milhões de CDs. Se vendas de disco servir como indicador de ‘popularidade’, a banda é um belo exemplo de carreira bem sucedida.

 

Leia mais
CINEMATecnologia

Filme “Steve Jobs” tem produção acelerada

O filme sobre a vida de Steve Jobs começou a ser rodado em maio passado e, já pipocam fotos na internet sobre o genial “Steve Jobs”, protagonizado pelo galã hollywoodiano Ashton Kutcher (visto nas fotos). Um filme que certamente vem aí para brigar pelo recorde de bilheteria de todos os tempos.

Já está a pleno vapor em Los Angeles, Estados Unidos, a filmagem da vida de Steve Jobs, inventor, empresário e magnata americano no setor da informática (Apple), falecido em outubro de 2011.

No papel principal, o galã Ashton Kutcher (“Por Amor”, “Jogando com prazer”, “Jogo de Amor em Las Vegas” e “Efeito Borboleta”, entre outros) que foi escolhido, segundo se fala, pela sua semelhança física com Jobs, principalmente na época que o filme pretende relembrar.

E desde já, é a grande a expectativa dos fãs de ambos. Aliás este filme, previsto para estrear em 2013, você não pode perder mesmo.

Para quem tem sangue de empreendedorismo nas veias e sonha em dar a volta por cima na sua atividade profissional ou empresarial, a vida de Steve Jobs precisa ser sempre uma grande referência.
Além de mostrar a vida de Steve Jobs, o empreendedor, o filme, que vai se chamar “Jobs: Get Inspired”, irá mostrar a trajetória da vida de Steve Jobs desde a época em que ele era um hippie meio fedido e doidão.

Provavelmente veremos, em alguma cena, as loucuras e as “bad trips” da vida de Steve Jobs quando ele se envolveu com LSD e outras drogas.
Mas, acima de tudo teremos, no cinema, uma belíssima história de empreendedorismo, tecnologia e inovação, que se confunde com a própria vida de Steve Jobs e da Apple.

Leia mais
CINEMA

Nova safra de filmes para o segundo semestre

Estreia no dia 3 de agosto, o remake de O Vingador do Futuro (Total Recall), cujo primeiro filme teve Arnold Schwarzenegger como protagonista. Na nova versão, Colin Farrel (foto) é um operário de fábrica, Douglas Quaid, que recebe uma proposta para sair de sua rotina maçante: nas suas férias, ele terá memórias implantadas em seu cérebro e imaginará que é um super-espião. Atenção apaixonados por cinema, preparem-se.

Muita ação, ficção e aventura vão dominar a nova safra de filmes com estreia prevista para este segundo semestre. São superproduções americanas todas com sérias pretensões de faturar muito, a exemplo de “Os Vingadores”, que, neste primeiro semestre, agitou as bilheterias, atingindo a marca de US$ 1,4 bilhão em faturamento.

A disputa, portanto, promete ser ainda mais acirrada nos próximos seis meses. Super-heróis como Homem-Aranha e Batman vão dar o ar da graça nas telas e prometem rivalizar com as estrelas da Marvel em faturamento.

Aqui uma lista com as principais produções que estão previstas para estrear nos próximos seis meses no Brasil. Anote as datas na sua agenda, prepare o seu bolso e bons filmes!

O Espetacular Homem-Aranha – Depois de três filmes com grande sucesso nos cinemas, a Sony Pictures decidiu renovar por completo a franquia Homem-Aranha. “O Espetacular Homem-Aranha” vai contar a história de um dos principais heróis da Marvel desde o seu início. O vilão da produção ainda é inédito nos cinemas: o Lagarto. Estreia: 6 de julho.

Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge – O capítulo final da trilogia do Homem-Morcego promete ser épico. Depois de enfrentar vilões como o Coringa e Duas Caras, agora é a vez de Batman bater de frente com Bane e Mulher-Gato. O diretor, Christopher Nolan, já avisou que este é o último filme da série que ele vai dirigir. Estreia: 27 de julho.

Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros – Imagine se o presidente dos Estados Unidos saísse às ruas com uma arma em punho para caçar vampiros? Essa é a trama do curioso “Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros”. A produção, que mistura terror com muitas cenas de ação, ganhou um status diferenciado graças ao seu visual e ao orçamento acima da média para filmes do gênero. Estreia: 31 de agosto.

Os Mercenários 2 – Quando Sylvester Stallone reuniu as principais estrelas dos filmes de ação em uma mesma história, todo mundo ficou animado. Agora, em “Os Mercenários 2”, o ator e diretor repete a dose em uma produção que promete ser explosiva: afinal você verá juntos na tela Arnold Schwarzenegger, Sylvester Stallone, Bruce Willis, Jean-Claude Van Damme e Chuck Norris! Estreia: 31 de agosto.

Resident Evil 5: Retribuição – A franquia baseada no mundo dos games mais bem-sucedida da história do cinema chega ao seu quinto, e talvez último capítulo. A trama de “Resident Evil 5: Retribuição” foge um pouco do que você já viu nos jogos da Capcom, mas ainda assim promete muita ação, zumbis e efeitos especiais. Estreia: 14 de setembro.

Dredd – Outra produção que fez um relativo sucesso na década de 90 foi O Juiz, estrelada por Sylvester Stallone. No filme, que se passa na futurística cidade de Mega City One, o juiz Dredd faz os infratores cumprirem a lei a qualquer custo, nem que para isso seja preciso executá-los sem dó nem piedade. Estreia: 21 de setembro.

007: Operação Skyfall – O espião James Bond volta às telas no vigésimo segundo filme da franquia. Desta vez, Bond terá que defender a sua agência, a MI6, de uma terrível ameaça. Espere por muitas cenas de ação e mulheres deslumbrantes na tela, como é usual nas produções de 007.Estreia: 2 de novembro.

A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 2: Você deve estar se perguntando o que um filme como esse faz em uma lista voltada para os nerds e geeks. Porém, é fácil de explicar. A saga Crepúsculo, com seus quatro filmes até agora, já faturou quase US$ 4 bilhões nas bilheterias e, com certeza, com o último episódio da franquia não será diferente. Acredite, no mês de novembro vai ser impossível não ouvir falar sobre Edward Cullen e Bella Swan. Estreia: 14 de novembro.

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada – Se você gostou de “O Senhor dos Aneis”, prepare-se para voltar à Terra Média em “O Hobbit: Uma Jornada Inesperada”. A produção, que será dividida em duas partes, contará a história de Bilbo Bolseiro, em sua épica missão de retomar a posse do reino dos anões, Erebor, do dragão Smug. Estreia: 14 de dezembro. Fonte: IMDB e Filme B.

Leia mais
CINEMACultura

Cinema brasileiro em Festival de Hollywood

 

Reynaldo Gianecchini e Cleo Pires algumas das presenças brasileiras no evento

 

A quarta edição do Hollywood Brazilian Film Festival contou com a presença de várias personalidades do cinema. Atores brasileiros como Reynaldo Gianecchini, Cleo Pires, Sergio Marone, estiveram na noite de abertura, que ocorreu nesta quarta-feira, 6, no Egyptian Theater, Los Angeles, CA, EUA.

A noite do “red carpet” reuniu 800 convidados, entre artistas, diretores, produtores e pessoas ligadas à sétima arte.
Na ocasião, Cleo Pires recebeu o prêmio Horizon 2012, que é sempre destinado a um talentoso brasileiro, com grande potencial para seguir carreira internacional.
Além dos prêmios dedicados aos artistas, o evento reuniu 22 produções independentes de diretores brasileiros, como Claudio Assis (Febre do Rato) Juliana Rojas e Marco Dutra, (Trabalhar Cansa), Heuvecio Marins (Girimunho – produzido por Sara Silveira) Roberta Marques (Rania), entre outros presentes no evento.
Os convidados curtiram a abertura do evento ao som do pianista Marcelo Cesena. Este é o quarto ano consecutivo em que o Hollywood Brazilian Film Festival acontece.

Idealizado pela brasileira Talize Sayegh, que vive em Los Angeles há 23 anos, o evento segue até dia 10 de junho, com a co-produção da Agência Puzzle, do Grupo One, sob o comando de Guilherme Trementócio, e tem como grande patrocinador o Vale do Rio Doce, Copa Airlines e investidores brasileiros.

O foco do evento é mostrar o talento do cinema brasileiro ao mercado internacional e viabilizar as grandes produções e investimentos no Brasil.

 

Leia mais