Fecha
DESENVOLVIMENTO

Agromaratá investe em beneficiamento de milho nas cidades de Caxias e Santa Luzia

O secretário da Seinc, Simplício Araújo, reunidos com a diretoria do Grupo Maratá recentemente em São Luís. (fotos divulgação)

 

Seguem de vento em popa as obras da Agropecuária Maratá Ltda (Agromaratá) em Caxias. Com apoio e trabalho do Governo Flávio Dino, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia e Prefeitura de Caxias, o investimento é 50 milhões de reais e geração de 300 empregos diretos e indiretos naquela cidade.

Lá está sendo implantada a segunda unidade de beneficiamento de milho (a outra é em Santa Luzia), numa área de plantio, correspondente a 50 mil hectares e a previsão em primeiro momento é para uma capacidade inicial de armazenagem de 60 mil toneladas, podendo dobrar futuramente e com o fluxo de recebimento e expedição de grãos de 300 toneladas/hora e de secagem de 180 toneladas.

Além disso, o projeto na cidade se diferencia do primeiro por prever a implantação de uma fábrica de ração animal com capacidade para 3 mil toneladas/mês para atender a região, além de toda a estrutura e quantidade de empregos diretos e indiretos similares ao primeiro projeto, logo em seguida será implantada a fábrica de derivados de milho.

Para Frank Vieira, diretor da empresa Agromaratá, “o agronegócio requer, além dos investimentos, mais geração de empregos do que a pecuária e mais negócios, porque o grão tem um valor agregado, volume, faturamento, receita, tem uma cadeia, que são prestadores de serviços, transporte de grãos, a parte de beneficiamento, equipamentos, colheita, plantio, investimentos e tecnologia. Você não só gera emprego, mas gera uma cadeia de negócios”.

Tags : Simplício Araújo

Deixe um comentário